Um homem consegue perceber se a mulher está a fingir o orgasmo?

Pergunta e responde o jornalista Anahad O'Connor, do 'The New York Times' num livro chamado "Não tome banho em dia de tempestade".
Directamente do Expresso Online, aqui ficam os argumentos do optimista, idealista, convencido e derrotado Anahad.

Uma olhadela pelos vários inquéritos mostra que entre 50% a 70% das mulheres dizem que já fingiram o orgasmo numa ocasião ou noutra, a maior parte das vezes porque ou queriam agradar a um homem, ou estavam nervosas ou stressadas, ou, para citar uma deixa de Seinfeld (da série da TV), porque já chegava e queriam simplesmente conseguir dormir.
Os inquéritos que perguntam aos homens se acreditam que estiveram alguma vez na situação de receber um falso orgasmo são muito mais difíceis de encontrar. Mas as observações do meu percurso sugerem que, num inquérito assim, a percentagem de homens que admitiriam ter vivido essa situação cairiam para qualquer coisa entre 0% e 1%.
(...)
Uma amiga minha fez um sorriso sarcástico quando lhe perguntei se um homem seria capaz de o afirmar dizendo que eu estava destinado a escrever uma das peças jornalísticas mais pequenas da história porque a resposta correcta consiste obviamente numa única palavra: não.
(...)
As mulheres podem aperfeiçoar as suas capacidades de representação como quiserem, mas um observador perspicaz com conhecimento suficiente de fisiologia poderá provavelmente saber. Deixemo-nos de histórias, se os orgasmos fossem tão facilmente forjados poderiam não ser tão cobiçados.
De acordo com sondagens, estudos e textos médicos, cada orgasmo feminino é precedido por quatro estádios. Não são diferentes dos estádios que antecedem o orgasmo masculino. No primeiro estádio, o clítoris fica erecto, os dois terços internos da vagina incham e a pele em volta fica mais escura.
Isto são sinais de que está a aumentar o fluxo sanguíneo nessa zona. No segundo estádio os mamilos endurecem e as mamas tornam-se sensíveis. Depois vem o terceiro estádio, que tem a ver com a respiração. O ritmo respiratório torna-se mais rápido, mais curto e mais profundo, e nalguns casos até rítmico, à medida que o corpo tenta inalar mais oxigénio.
Depois, precisamente antes do todo-importante estádio de clímax, a parte de cima do corpo fica corada, o pescoço da mulher e o peito ficam vermelhos e as faces ganham uma tonalidade rósea.
É aqui que o Vesúvio está prestes a explodir. O que se segue a seguir são espasmos musculares que se estendem por todo o corpo, particularmente na vagina, no útero e na zona pélvica. As primeiras contracções são as mais fortes. À medida que isto acontece, as coxas da mulher tremem ligeiramente e as costas arqueiam-se e alongam-se incontrolavelmente.
Os sons são uma boa forma de revelação. Os gemidos suaves e as frases incompletas são sinais de que um orgasmo pode ser verdadeiro. Se uma mulher profere uma frase coerente ou grita tão alto que acorda os vizinhos, há hipóteses de ela estar a fingir.
Durante o clímax, o corpo liberta oxitocina, endorfinas e outras hormonas agradáveis que induzem sentimentos de vertigem, calor agradável e relaxamento. Nas mulheres, esta corrida de hormonas e emoções resulta num breve pico que permanece a rondar mesmo quando o sexo acabou. Por isso, se uma mulher começa a falar sobre organizar o seu armário imediatamente a seguir ao sexo ou salta da cama como se nada tivesse acontecido, então as hipóteses são de que não aconteceu mesmo nada.

Tudo muito giro Anahad, mas estás a partir de um princípio errado, o de que o homem que levou com o orgasmo fingido é um observador eficaz, que tem capacidade para detectar pormenores e tirar conclusões. É que se fosse observador, se percebesse os arqueares, os rubores e calores, os sussurros, as erecções e contracções, se ouvisse o suficiente para distinguir uma frase completa de outra deixada a meio, enfim, se fosse capaz de saber a diferença entre as costas e as faces, o clítoris e a vagina, seria muito mas muito pouco provável que uma mulher tivesse de fingir um orgasmo com ele.
Portanto, e para concluir, se o orgasmo é fingido é porque o gajo é um bocadinho para o calhau e se é calhau pode, quanto muito, descobrir o umbigo dele e mesmo assim é capaz de ter algumas dificuldades!

30 comentários:

Anônimo disse...

O orgasmo é mesmo dificil de fingir.Estas teorias não sei a quem servem.Mulheres frustradas e homens convencidos que são fantasticos e nao sabem que não prestam, porque ninguem lhes diz a verdade.A mulher é capaz de muito ,por afecto e muitas mais coisas, ate sofrer.Meu deus quem tem orgasmos sabe do que falo.

teresa disse...

anonimo(a)
Para si, e em jeito de post, fica o orgasmo fingido mais famoso da história.

Gabs disse...

Esse contorcionismo todo parecia eu com as contrações...para ter bebé. O clímax é fácilde imitar, e vermelhas na cara deve ser do esforço físico.

shark disse...

Eu também simulo orgasmos mas a minha pila e respectivos acessórios tornam a coisa demasiado realista...

Visconde de Vila do Conde disse...

Este post fala de quê?...

(que é isso de orgasmos fingidos?)

teresa disse...

Visconde, qual é a parte que não percebe?

teresa disse...

Shark, não sabia que tinhas uma pila!

teresa disse...

Gabs, só mesmo tu para misturares orgasmos partos e bebés... Isso é o suficiente para acabar com qualquer um.

shark disse...

A sério, Teresa? Como é que isso me escapou, dar-te a conhecer um pedaço tão pitoresco da minha anatomia?...
Mas olha, para compensar essa minha distracção posso mandar-te uma foto por mms ou assim...

teresa disse...

ó gaijo, tu manda que isto é como são tomé, ver para crer.

shark disse...

Ocorreu-me agora que por mms não posso trabalhar a foto e ampliá-la um nadinha...
(para veres os detalhes e tal...)

gaija do norte disse...

chefa, conheço uma data deles (de mocinhos) que juram a pés juntos que nunca passaram por um simulado. dizem eles, aquelas vozes sábias, que no meio de tanto grito e suspiro seria impossível que não fossem verdadeiros, e já tive que fazer umas demonstrações como a senhora lá de cima (enfim, jantaradas...).

(coramos? não sabia!)

shark disse...

Hummm...
Gostava de jantar contigo um destes dias, Gaija...

teresa disse...

Gaija, esses mocinhos só podem saber o que dizem. Orgasmos simulados, ora agora. Alguma vez seria possível simular uma coisa dessas...

(pois eu também não sabia. na proxima vou pôr o espelho noutro ângulo)

teresa disse...

Aqui não se desmente ninguém...

(mas pronto, não te rales, lá por não caberem muitos ornamentos não quer dizer que não seja trabalhadeira...)

gaija do norte disse...

eu vou comprar um bem grande para o tecto do meu quarto. se os engano, tenho que fazer a coisa em condições!

shark disse...

(Não me ralo nada. Até porque até hoje tenho-as deixado sempre muito coradinhas...)

gaija do norte disse...

(só se gostares de muita gritaria, tubarão!)

shark disse...

(gosto, claro. E aprecio imenso o desempenho de uma boa gritadeira de simulacros, potencial que te desconhecia...)
:)

gaija do norte disse...

(tu sabes lá do que sou capaz... fazia-te corar!)

shark disse...

Ora, se vocês quando coram...
Atão isso quer dizer que...

Ná, eu e a minha imaginação desvairada...

gaija do norte disse...

não vás por aí! eu nunca coro.

O Santo disse...

tal como no post axo melhor citar seinfeld...

ai foi fingido!!! e??? (de notar o significativo encolher de ombros e meio sorriso... o do lado direito)

gaija do norte disse...

entendo o teu lado, santo.
foi? azarinhos...

O Santo disse...

mas nao e? se nao e para ter interesse quero la saber, sempre tenho mais tempo pa pensar em interesses pessoais

teresa disse...

e não será melhor pensar nesses interesses pessoais sozinho? as companhias são atreitas a distracções

O Santo disse...

mas sozinho cansa mto... apesar de ser sexo com alguem que se ama (hj é o dia das segundas edicoes?)

gaija do norte disse...

ahahahahah

Iceman disse...

Olha o que se aprende.
Fiquei mais sábio e mais satisfeito.
;D

Sofia disse...

Olha, eu não me preocupo em simular.
Se não deu, azarucho.