(Intervalo, a coisa é séria...)

Estava eu a caminho de casa, as colunas Bose a debitar um Requiem (agora dá-me para ouvir um ou outro Requiem, não há nada que não me aconteça) e, nas notícias das dez (não sei se já vos falei destes sistemas de som, mas dá-se o caso de as notícias terem prioridade sobre o Requiem, é fantástico, já se estiverem os Gotan Project não há cá prioridade a notícia nenhuma, chama-se selectivividade, ou lá o que é).

Maneiras que as Bose se passaram para as notícias e que ouço eu? Exactamente, ouço aquele tipo do bigodinho ridículo, o maioral lá dos Professores (sim, que os há com "P" maiúsculo), esse mesmo, e estava ele a apelar, acabadinho de sair de uma reunião em que marcou o início de uma negociação (no caso, o processo de revisão do Estatuto da Carreira Docente), estava ele a apelar, dizia eu, aos Professores que comparecessem à greve de dia 19, que é para o ministério ver a força que os professores têm.

Eu repito, não se vá dar o caso de não se ter percebido: o tipo do bigodinho ridículo marca uma reunião para iniciar uma negociação e, ao mesmo tempo, incita a que se faça ANTES DO INÍCIO DA NEGOCIAÇÃO uma greve geral, uma espécie de greve profilática, uma greve só para mostrar quem é que manda ali.

Eu , que não sou Professor, se fosse Professor, ficava envergonhado por este tipo me representar. E não era só por causa do bigodinho ridículo.

14 comentários:

Anônimo disse...

deixe estar, eu que era (sou?) professor, e com p maiúsculo se escrevia, fui despedido ilegal e inconstitucionalmente pelo Estado, e estou há mais de três anos para saber se os tribunais, acham, ou não acham, que ainda sou professor - dispenso o p maiúsculo.

Porquê? Ora, por falar e mexer em assuntos quentes, sem rede, a bem do País, pois claro

teresa disse...

Mas z entre ti e o bigode ridiculo do outro cabe todo um universo...

(e não se pode mandar esse senhor negociar a paz na Faixa de Gaza? Isso é que era um bom serviço...)

O Santo disse...

axas chefa? tenho impressao que esse tipo em Gaza era o delirio pos judeus. entao com o po que eles teem a tipos com bigodinhos ridiculos vinha mesmo a calhar

sem-se-ver disse...

já disse alguma vez por aqui quanto gosto do bigode nada ridiculo do senhor neste post mais uma vez vilipendiado?

teresa disse...

Já disseste sim, ssv, mas nós sabemos que toda a gente, até tu, de gosto esmerado em quase tudo, tem direito ao seu momento Tide.

sem-se-ver disse...

ou ao seu inexcedivel bom gosto, que nao se compadece com nada mais senão com a nostalgia de nao ter vivido em finais do século xix / inícios do seculo xx... e que não se acomoda a modas que por sua vez nao se sabem compadecer com facies que são insuportaveis à vista sem tal adorno e que com ele até a vida lhes sorriria de outra forma

(não, nao se chegue à frente, comen... visconde, não estava a falar de si)

sem-se-ver disse...

(mas do meu querido sindicalista que, tal como outros, ficaria feiissimo sem bigode)

(teresa, ja viste o post que uma vez dediquei a tal pilosidade? é só seguir a etiqueta)

sem-se-ver disse...

entretém-te lá (se o desejares) que eu vou mimir.

beijinhos bons.

O Santo disse...

psiu.... invisivel... a sério que es desta opiniao?? ooohhhhh

bigado plos bjinhos, te vou dormir melhor

teresa disse...

ssv eu chego ao teu blog ponho-me a abrir caixas de musica e até as pilosidades do outro me parecem lindas... Num post daqueles a banda sonora só podia ser Toy ou Tony Carreira, mais nada...

Anônimo disse...

e eu quero é trópicos sul

Gabs disse...

Não me confundas um deus como o Tony Carreira com o Toy, que guia com os joelhos a 180 enquanto fala ao telemóvel!

teresa disse...

Eh pá, afinal o Toy sabe fazer umas coisas...
(a do deus nem comento, que respeito a fé de cada um...)

Sofia disse...

Visconde, menos de 58 é? E sem bigode?