Anda por aí o Edito Estrelas?

O acento no O do Ó tu que fumas, é um acento torto ou direito (sim, eu sei aquela coisa do grave e agudo...)?
Eu, como se pode ver pela amostra em cima, espeto-lhe com um acento direito, mas o nosso Shark, meu mentor, é apologista dos tortos. Como normalmente tem razão no que faz, tratei de ir à procura da regra para ficar esclarecida de vez. Não fiquei. Se o Priberam é dos meus e aponta para um acento às direitas o Ciberdúvidas , por vias tortas, parece escolher o caminho dos tortos e eu, apanhada no meio deste fogo cruzado, fico sem saber para que lado me viro - esquerda ou direita? Grave ou agudo?
Sabeis vós, ó gente erudita que por aqui anda, para onde anda este acento virado?

(esta coisa dos acentos lembra-me sempre uma outra história, uma história lá de casa. Quando eu e os meus irmãos eramos miúdos o nosso pai tinha a mania de andar de gravador no bolso para nos apanhar quando bem lhe apetecia. Se eu, já na altura muito ciosa dos meus direitos, saltava de fúria cada vez que percebia que a minha conversa tinha ficado registada para a prosteridade, agora delicio-me a ouvir velhas cassetes com vozinhas de crianças e histórias que deixam sorrisos. Uma das que por lá ficaram é a história dos acentos e da carta para a Gabrielinha. E com o play de agora oiço a eu de há quarenta anos a contar ao pai, com voz esganiçada, sem pontuação e de rajada, que a G estava a escrever uma carta para a Gabrielinha e perguntou à mamã se carro tinha acento e a mamã disse que não e o T disse ora essa tem sim então onde é que as pessoas se assentam?
E hoje, quando ouço estas e outras histórias e as dou a ouvir aos nossos filhos, agradeço a quem, apesar dos protesto de uma Teresa de sete anos, insistia em andar com um gravador no bolso para nos apanhar desprevenidos.)

34 comentários:

sem-se-ver disse...

Ó.

sem discussão ou a mais leve sombra de dúvida.

Ana disse...

segundo Camões, pelo menos a versão que me chegou, e também segundo a minha gramática.....

"ó grão rainha das musas"

:)

teresa disse...

Esse ó é dos meus, mas aparece muitas vezes o torto. Eu escrevo assim,só queria ter a certeza.

Ò pra mim inclinado à esquerda disse...

Queres a taça?

shark disse...

:)

teresa disse...

Isto era uma córrida?
(eu a bajular o gaijo, a meter o nariz nos clássicos por causa dele, que se ele faz eu acho que deve estar bem feito, e depois levo uma arronchada... hás-de cá vir, hás-de hás-de...)

edito estrelas disse...

Tu sabes là o que è uma arronchada minha... :)
E agora que entregaste o poder ao povo vê là mas è se te pões mansa senão eu reùno o plenàrio e levas uma còrrida que atè andas nas horas!

teresa disse...

O poder é do povo mas quem manda sou eu, ou pensas que aqui é diferenta da vidinha?

Mas olha lá, se mal pergunto, já compraste os ténis para me dares a tal corrida? Não te esqueças é de levar também as bolas e a raquete...

shark disse...

Ah bom! Assim tá bem!

(As bolas e a raquete andam comigo para todo o lado, podes ficar descansada...)

teresa disse...

(olha o gaijo a topar-me as piadas brejeiras escondidas...)

shark disse...

Já devias saber que eu sou lesto a pôr tudo a nu...

shark disse...

Saber, não direi.
Mas intuir...
:)

teresa disse...

Já lá vai o tempo em que foi intuição. Agora é saber mesmo, de experiência feito. :)))

gaija do norte disse...

(está bonito! vai começar a descasca?)

shark disse...

(Há alguém à mão para descascar?)

gaija do norte disse...

(estivesses à mão e era já!)

shark disse...

Eh lá! Se calhar aí no Ártico a expressão "descascar" não tem nada a ver com fruta...
:)
(Agora senti-me meio despido de argumentos, confesso)

gaija do norte disse...

também tem, caro colega, também tem... mas fruta é aquilo que uma gaija quiser!

(um ártico tens tu!)

shark disse...

(tenho? adonde? E atreve-te a responder à letra que eu digo-te...)
:)

gaija do norte disse...

(queres que responda como? ó algarismo?)

frágil e delicado disse...

(com jeitinho...)

gaija do norte disse...

(jeitinhos é no outro balcão. tens que tirar senha!)

teresa disse...

Númaro vinte e um...

gaija do norte disse...

já? pensei que ainda ia no treuze!

teresa disse...

senaun'óbiu xamar óbisse.

senha sessenta e oito disse...

Ò minha senhora, eu já tou há meia-hora na bicha pró guiché. Isto é assim, metem-se à frente das pessoas?

gaija do norte disse...

bocênumeproboque!

gaija do norte disse...

és a minha alegria, peixão! um simultâneo!!!

teresa disse...

(ora pois... metes-te à frente dele e estavas à espera do quê)

gaija do norte disse...

(fui)

teresa disse...

(foste onde?)

Anônimo disse...

devagarinho...

Anônimo disse...

tufa

gaija do norte disse...

embora. já tinha passado a minha vez!