Precisa-se : Oposição

Até admito que deve ser frustrante para o PSD fartar-se de dar tiros e nunca acertar no porta aviões, mas cabeça fria era capaz de dar jeito, não?

Foi hoje apresentado, na Câmara da Guarda, o relatório sobre os projectos assinados por José Sócrates entre 1981 e 1990. Segundo foi noticiado as conclusões são que «não houve qualquer tratamento de favor dos processos em que assinava o senhor engenheiro José Sócrates relativamente aos outros processos assinados por quaisquer técnicos».

Não sei se é assim ou não, mas sei que a oposição PSD na Câmara da Guarda, pela voz da vereadora Ana Manso, já comunicou que «este relatório vai exigir uma leitura muito pormenorizada e, se as nossa dúvidas e preocupações não forem esclarecidas, enviaremos este relatório para o Ministério Público».

Dr.ª Ana Manso, a senhora tem um vasto curriculum, duas licenciaturas, uma pós graduação e ampla experiência como deputada, presumindo eu que deve ter uma ideia, ainda que vaga, das leis da República. Assim sendo, diga-me lá, quer que o Ministério Público faça o quê? É que mesmo que haja por aí marosca, muita marosca, já lá vão 19 anos no mínimo e diga-me, Doutora, quantos crimes conhece que 19 anos depois ainda não estejam prescritos? Se a prescrição extingue o procedimento criminal que vai o Ministério Público fazer, para além de gastar o nosso dinheiro, com uma investigação ferida de morte à partida?

Continuo a dizer que até pode haver marosca mas, caso assim seja, ao cidadão José Sócrates já não podem ser pedidas responsabilidades. Resta o outro, o político, e esse não se sabe se terá que esclarecer qualquer coisinha, mas é para isso que nós, cidadãos, costumamos contar com a oposição. Infelizmente, e ao que parece, o PSD dos últimos tempos prefere que seja o Ministério Público a tratar dos seus assuntos, mesmo que, como é o caso, já não seja tido nem achado.
Quer um julgamento de carácter, Drª Ana Manso? Trate disso, mas sem agitar o papão dos Tribunais ou o único julgamento que pode ser feito é o seu e a conclusão talvez seja a de que a senhora é, politicamente, incompetente!

2 comentários:

Anônimo disse...

Essa «senhora» foi a que disse que lhe «falta qualquer coisa» referindo à orelha do «seja FRanco» Ficou definida com esse comentário
a) JCFrancisco

teresa disse...

A senhora tem realmente vocação de estadista!