A Chefa quer um ar brasileiro? O Shark arranja...

Foto: Shark



28 comentários:

teresa disse...

E olha que bem ficavam lá no coro da igreja...

Visconde de Vila do Conde disse...

Shark, meu caro, com que então também conhece a Roseana e a Renata...

(2008, Leblon?...)

shark disse...

Já lhes dei uma palavrinha, Chefa.
Neste caso, duas...

shark disse...

O mundo é mesmo pequeno, Visconde.
E sim, elas são realmente fáceis de reconhecer neste ângulo em especial...
Quer que mande saudações da sua parte?

Visconde de Vila do Conde disse...

Shark, como seria possível esquecer estas gémeas tresloucadas?

(enfermeiras, não eram?)

(sim, diga-lhes que eu as saúdo. elas já sabem o que isto quer dizer...)

shark disse...

(não estou certo se não seriam socorristas, dada a prontidão como atendiam às faltas de ar de uma pessoa. E porque o intercâmbio linguístico, como sabe, era muito literal...
Terei todo gosto em saudá-las por si, mal tenha oportunidade de me dirigir a Terras de Vera Cruz - por questões de saúde, naturalmente - para uns dias de termas no Iguaçu.)

Anônimo disse...

olha é uma cúspide!, ando às caústicas, será que trocaram o ú pelo a?

selvagem voa daqui a 15 minutos

Anônimo disse...

puf, já mandei o texto agora podias mandar Sol, Pá!

tão chato meu Pai não me tens dado descanso de jeito

Calatrava disse...

Estupefacto com tanta beleza!

Maravilhado com os pormenores.

Um bem-haja shark, por este post.

gaija do norte disse...

dentro do género, já vi fotografias muito mais giras com a prata da casa, mas enfim...

(parolos!)

teresa disse...

Já vi bem melhor aqui pelo cabra...

teresa disse...

juro que só vi o coment da gaija depois de põr o meu, mas só reforça a ideia...

Anônimo disse...

tubazão: arranjaste uma pipa de ciúmes às cabras pá, acho que esqueceste que as gaijas são ciumosas, vai dar chuva,

bem eu vou esticar-me algures, um cozido à portuguesa ou assim

teresa disse...

ciúmes disto? ficamos é baralhadas que vamos ter de olhar para eles sob nova perspectiva... Toscos!

Visconde de Vila do Conde disse...

Minhas senhoras, a Roseana e a Renata merecem algum respeito. Estou estupefacto com a vossa reacção, penso que algum humanismo não vos ficaria mal, o Cabra tem como tradição ser um espaço de inclusão.

(além disso, estão ali, ao frio, com esta chuva e estas baixas temperaturas...)

(pura fibra, Shark...)

(onde é que já se viu melhor no Cabra? No meu tempo não foi...)

Anônimo disse...

cabrinha-mor não esqueças uma coisa: vcs acham sempre que nós somos maus e traidores só porque andamos a divulgar outras alegrias do mundo, fruta, mas a gente só se lembra disso quando levamos com a travessa, porque machos são assim, são generosos, cantam a vida em forma de cúspides e só depois lembramos que vocês são muito mais territoriais, é o Y

bem afinal atrasei-me agora é que vou

Calatrava disse...

A inveja é a mãe de todas as mulheres!

teresa disse...

(pois não... azarinho!)

teresa disse...

Calatrava não me diga que é dos meus - também não aprecia especialmente as mulheres?

teresa disse...

Z por acaso até acho que territoriais são os machos. Leste um estudo que concluia que em espécies onde a fêmea não é fiel os espermatozóides dos machos têm tendência a aumentar?
Se nós fossemos assim tão competitivas não havia tantos cirurgiões plásticos a ganhar dinheiro com implantes mamários que a natureza já se tinha encarregue disso...

shark disse...

Calatrava: fico sempre satisfeito por atender ao bom gosto de quem nos acompanha.
Abraço.

shark disse...

Gaija mailinda: juro pela tua rica saudinha que só não repesquei as fotos da casa porque achei que parecia mal.
Tive que desenrascar estas assim à pressa e não estavas com certeza à espera que passasse os meus dias na busca infrutífera de fotos à altura das que, como bem sabes, tanto aprecio...

shark disse...

Teresa, faço minhas as minhas palavras à tripeira...

shark disse...

Já viste isto, Z? Um gaijo abnega-se todo para satisfazer os desejos da Chefa e ainda cria uma impressão errada nas pessoas...

(Cozido à Portuguesa? Dás cabo de mim...)

gaija do norte disse...

tubarão, perdoo porque compreendo que seria um esforço inglório encontrar alguma coisa que se pudesse assemelhar ao já aqui exposto.


comi ontem,z. hoje é caril :)

Calatrava disse...

Estive ausente, e só agora vi o seu comentário Teresa.

Apreciar, aprecio! Ai, que não aprecio!

Não gosto é de algumas atitudes das cabras, i.e., das que estão a chefiar!

Sabe Teresa, a eterna guerra dos sexos!

Abraço

teresa disse...

Calatrava, mas que fiz eu?
(pronto, estou sempre a apanhar...)

teresa disse...

Ficaste com com o rabo escaldado, Tubarão?

Calatrava, pode tentar que eu estou quase a pôr os resultados.