Serviço Público

Desde aquele dia, há muitos anos atrás, em que a minha irmã se queixou de uma alergia no queixo e a minha mãe, depois de raspar os olhos pelo assunto, deixou cair um isso não é alergia, isso é barba, em jeito de ponto final parágrafo, que eu percebi que se os pêlos na cara são uma característica masculina a barba é, definitivamente, um problema feminino.
Vejamos, nós, gaijas, usamos esfoliantes, hidratantes, fazemos peelings, limpamos, alimentamos e cuidamos da nossa cútis para ela parecer uma pétala de rosa e depois vem uma barba mal feita e dá cabo de tantos cuidados, deixando vermelhidão e crostas onde devia haver transparência e suavidade.
Os gajos, que são gajos, não pensam muito nisso, que a eles pode-lhes arder na carteira a escanhoadela perfeita do barbeiro mas não lhes arde, seguramente, o queixo e todas as zonas adjacentes depois de uma noite pouco dormida.
Óbviamente que não tenho destes problemas, que não sou gaija de lhes dar muita confiança e o meu queixo mantém-se impoluto, mas como boa samaritana achei que não fazia mal nenhum deixar-lhes por aqui duas ou três pistas sobre um barbear perfeito, já que tenho a certeza que macho que é macho não tem tempo para perder com estas ninharias e uma barba que não arranhe é meio caminho andado para uma alcova mais exigente.

Gajos, prestem atenção que na suavidade das vossas caras está a beleza e saúde das nossas.
Uma rápida pesquisa no google sobre Regras de Barbear dá nada mais nada menos que 293.000 resultados, o que me leva a reforçar a ideia que temos por aqui assunto e não são duas ou três raspadelas que resolvem a coisa. É que como alguém por lá diz nenhum homem nasce com barba e há que aprender como fazê-la.
Há dez regras simples, de que aconselho a consulta, e vários apetrechos fundamentais. Há máquinas, lâminas, navalhas, cremes, truques, amaciadores, estanca sangrias e mil e uma maneiras de se chegar ao ponto G, o tal que só pode querer dizer Gostoso, o que gosta e se faz gostar, o que não arranha, não pica, que desliza suavemente em qualquer pele mais delicada.
Podem chamar-lhe barbear, escanhoar, raspar, fazer ou desfazer, manter, acertar, cortar ligeiramente, que a finalidade é só uma - ensinar-vos como podem deixar de parecer uma lixa e passarem a ser um luxo.
Mas, para minha grande surpresa, há gajos que se preocupam e se pensavam que os tipos da bola eram todos homens de barba rija e pêlo na venta, desenganem-se, que o Sporting Club de Portugal tem, no seu site, um Fórum com o tema "Alcançar o Barbear Perfeito". Parece-me que é este o momento certo para a união das claques, sócios, apoiantes e simpatizantes de todos os clubes em geral e dos grandes em particular, que os bons exemplos têm de vir de cima, e criarem um imenso movimento a que poderiam chamar "Pelas caras das nossas gaijas, vamos todos aprender a barbear-nos!"
Acreditem que nós, ou se calhar só eu mas eu já é muito, ficariamos extraordináriamente sensibilizadas e a nossa pele macia agradeceria bastante.

48 comentários:

@na disse...

só mesmo um grande clube!!!

ardiloso disse...

e toma mais 4...

Anônimo disse...

comigo neste ponto não contes, pico e eles gostam assim, embora eu seja cuidadoso e talvez por isso. Nunca mais escanhoei a cara desde que a minha mãe morreu, finalmente deixei de me agredir a mim próprio por aí

mas aparo sim, vai que não vai,

e quanto a mim também já fiquei esfolado ao ponto de não ir dois dias ao café

mas tudo bem claro, isto o que é preciso é diversidade

barbacue disse...

Isso das barbas que arranham é alguma indirecta?

Anônimo disse...

não, é completamente directa acho, agora para onde já não sei bem

ardiloso disse...

se a perfeição não existe.. como perfeccionar um barbear... ou tem ou nao tem. Tenho dito

Anônimo disse...

isso do barbear tou fora pelas razões supra,

cabrinha-mor: fui lá ao clube vídeo ver do China Blue mas não tem, embora eu não esqueço e fico de orelha no ar, mas trouxe o Alexandre que fiquei zangado com o Aquiles e vou-lhe fazer ciúmes

Anônimo disse...

(tem a Jolie -> Olimpia :)

teresa disse...

quem não se sente não é filho de boa gente e a minha cara é muito delicada... e não é indirecta, foi direitinha para onde tinha de ir..

z, infelizmente também já corri tudo e nem na Fnac me conseguem arranjar o filme, mas continuo com esperança.
E eu gosto do Aquiles, que ele fez a Cassandra feliz.

Anônimo disse...

A Cassandra? Tinha lá uma Brizêia que sim, mas Cassandra não vi,

ná, arrastou o Hector pela areia depois de morto, puxado pelos cavalos, não se faz isso a um homem leal, nunca, convocou sobre si o mesmo

Anônimo disse...

e se eu der um beijoca, não passa?

Anônimo disse...

a gente nunca sabe o que nos espera amanhã, e então queria deixar-te dois livros:

A Criação do Gore Vidal, fabuloso, no sec. V aC, o Século de Péricles, de Demócrito, de Confúcio e de Buda,

e se quiseres conhecer melhor Alexandre (o filme está bom mas tem muitas imprecisões),

O Jovem Persa de Mary Renault

teresa disse...

com uma beijoca passa sempre quase tudo.

A Criação conheço. O Jovem Persa não. Mas a minha fase clássica já passou. devorei tudo, vi tudo. Guardei a Odisseia e A Arte do Amor porque sim, mas filmes não. Fico sempre desiludida porque criei ilusões antes. Prefiro ficar com os meus heróis como os pintei cá dentro e não como me os pintam numa tela.

@na disse...

e que tal adoptarem aquela barbinha de 4/5 dias que já não arranha?

Anônimo disse...

(pois, mas é essa, faz fruuu pelas vértebras abaixo)

Anônimo disse...

revi o beijo fatal de Pausanias, a mando de Olimpia,

teresa disse...

o frururu é bom, o resto é que é pior...

Anônimo disse...

quando chega lá abaixo não é pior, é melhor, os lobos uivam à lua,

e a lua fica negra

a pulsar

a águia a voar

teresa disse...

e nem estamos na lua cheia...

gaija do norte disse...

isto sim é serviço público! quantas, quantas vezes, ainda mal tinha acordado, já andava desesperada à procura de um hidratante que acalmasse a minha delicada cútis, violentamente ferida por uma barba! ele era o rubor, as borbulhas e o mal-estar (além do mal parecer, mas com esse posso eu bem!), era enfim, a cara feita num bolo só porque “oh, dá tanto trabalho fazer” ou “ está pequenina, não pica”. se tivéssemos pele de elefante, não picava, é verdade, mas então arranjem um!

Anônimo disse...

adoro nadar sintonizado:

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1342430

Anônimo disse...

zum

teresa disse...

gaija, alguém que me compreenda...

gaija do norte disse...

pois compreendo, mas isso não vai trazer alegria às nossas vidas nem descanso à nossa pele!

shark disse...

Se recorressem aos préstimos do tubarão escusavam de passar por essas experiências desagradáveis.
Punha-vos a epiderme tão macia como seda...

O Santo disse...

bolas gaija, todos os comentarios que me ocorrem sobre a alegria e o descanso faziam-me logo perder a aureola... ou passava a vermelha
(que não combina com o verde, so por isso)

teresa disse...

se a aureola passar a vermelha dá-se um jeitinho nisso, podes estar descansado...

tubarão, se eu quiser uma lixa de madeira para me acetinar a pele vou à loja de ferragens e compro...

O Santo disse...

o que? não me digas que vocês conseguem mudar as cores das coisas!!!!

estou pasmo.

teresa disse...

mudamos sobretudo as cores das faces... ficam coradas num instante...

gaija do norte disse...

às vezes também conseguem mudar as cores dos olhos, mas isso são outros quinhentos, e são raros!

quanto às alegrias e descanso, santo, falavamos das da cutis!!!

teresa disse...

nesses perdoa-se a barba mal feita, não é gaija?

gaija do norte disse...

NÃO! nem nesses... muito menos nesses!!!!

teresa disse...

nesses é a tal historia de se perdoar o mal que faz pelo bem que sabe...

barbeiro de sevilha disse...

Eu sou desses, não sou?

teresa disse...

dos que mudam as cores das faces? ai podes ter a certeza que és....

gaija do norte disse...

(ó chefa, e será que também muda a cor dos olhos?)

teresa disse...

(achas que podemos fazer um daqueles inqéritos na net? )

gaija do norte disse...

(acho que devemos! se for não se pode perder...)

O Santo disse...

e as cores naturais? nunca ouviram dizer que o que fica bem é cada um usar a sua? o OLEX é que sabe...

gaija do norte disse...

as cores naturais já são lindas, mas há quem tenha o poder de as tornar lindíssimas.

olex? medo das brancas, santo? só te dão charme!

O Santo disse...

brancas???
o charme resulta da cor do fato de banho, obviamente. Azul.

gaija do norte disse...

eu só confundo preto com castanho e azul marinho! aquilo é o verde mais verde que há. e brancas reflexo...

lente de contacto disse...

Mudo, pois! É um arco-íris em cada olhar.

O Santo disse...

que confusão

gaija do norte disse...

cruzes! ia parecer que trazia uma vianense em cada olho!

alma de ourives disse...

Ou um diamante, preciosa...

gaija do norte disse...

ahahahahahahah

Anônimo disse...

um diamante? têm aí a chegar o diamante com as armas do rei de Portugal

diamante vem adamas - invencível - e essa história é gira, segui-lhe o rasto durante mais de 500 anos, descansa refulgindo no Louvre, mas a parte da história portuguesa está omissa da historiografia oficial

hoje tou assim meio ko, enregelei na água sem dar conta, e depois na piscina a falar de filosofia com gatos, agora vou para ali muito quentinho...