Domingo

Ao domingo almoça-se com a família. Têm saudades dos netos ? Aqui estão eles, prontos para as lutas de almofadas com as do sofá da sala e os seus patins em linha para patinarem no corredor...
Mas hoje estava sozinha, e fui até lá morder o ambiente, que não me pareceu muito propício para a minha felicidade. A mãe queixava-se das costas (ups, ainda será da queda que deu em Julho quando saiu do jipe de cabeça?) e a mana com ar de inquisidora de centro de emprego, à espera dos carimbos que comprovem que entreguei pelo menos dois CVs.
Arrepiei caminho e fui ter com a amiga de Benfica, que vive perto do Colombo com os pais que tinham ido passar o fim de semana à Merdaleja (como ela chama carinhosamente à terra dos avós). Almoçámos um cozido na esplanada do café (só meia dose) e pensámos ir ao cinema, mas ela já tinha visto o que eu queria ver (estas solteiras estão sempre no cinema...) e a Feira da Luz pareceu-nos dejà vu, por isso fomos tomar café às Docas.
O ambiente era totalmente surreal. Depois do sol, chegamos ali e está um frio, um nevoeiro, que nos encarapinhou logo os cabelos, mas o café era mesmo à beira rio e ficámos um pouco.
Ter amigas antigas leva-nos a temas antigos, e começámos a falar de pessoas que não víamos há anos e que faríamos se aparecessem ali, naquele momento. Uns eram indiferentes, outros suscitavam reações tipo "olha o rio aqui ao pé...". É aquela do "só esquecêmos aqueles que não amámos o suficiente para odiar" e " o contrário do amor não é o ódio mas a indiferença." Pois.
E se fosse hoje, voltávamos a fazer o que fizémos? Muitas coisas não, outras que não fizémos fazíamos. Mas não vale a pena pensar muito nisso. Continuamos a viver as nossas vidas, ela diz que vive a sua por interposta pessoa, e que é sempre um prazer ouvir-me, e que como na Letra L eu devia escrever um livro sobre mim e amigas, que seria de certeza um best seller. Mas que mude os nomes de forma convincente, por favor. E publique sob pseudónimo "Skysurfer" ou assim....

11 comentários:

teresa disse...

se quiseres documentação é só dizeres, que devo ter umas caixas, mas pseudónimo, por favor...
(esqueceste de falar naqueles que, se aparecessem, iam parar direitinhos ao rio...)

Anônimo disse...

pois, também ando a pensar uma coisa assim...

2 cv's?

blame the victim

Gabsna net disse...

Sim, a minha memória já não é o que era....a ideia era eles irem parar ao rio, não nós.ihihihih

E dois Cv já é muito, com a procura de pessoas de 45 anos para trabalhar que anda por aí...

O Santo disse...

direitos ao rio??? copacabana??? tb quero

teresa disse...

nós nunca vamos parar ao rio que se as memórias são nossas a razão também é..

Cristo Redentor, santo?

e podem juntar mais um cv?

Gabsna net disse...

Ena pá, vamos mas é todos para o Rio, lá deve haver muito que fazer...

O Santo disse...

que até era capaz de remir umas coisinhas... tvz

teresa disse...

daquelas coisinhas mais lindas e mais cheias de graça que quando passam o mundo não sei o quê?

O Santo disse...

li uma cronica do duda guedes fantastica, uma das muitas que ele tem do rio. e sim, de um doce balanço a caminho do mar.

@na disse...

tou a imaginar o santo a desfilar no carnaval... não bónito, deixem que vos diga

@na disse...

11