Deste Lado

Deste lado da mesa onde me confronto com a tua ausência, olhar pousado na cadeira vazia que te competia ocupar, perscruto por entre o fumo de uma baforada desiludida cada silhueta à entrada do nosso bar habitual.
E sei que faço mal em aceitar esta ansiedade que me corrói com uma estranha saudade de alguém que afinal ainda não partiu.
Por isso balanço no copo as pedras de gelo enquanto lhes sorvo a frieza das palavras que pretendo dirigir, no momento de me despedir, à tua insolência.

E abdico da interferência do coração tolerante em abono de um desassossego motriz que me arrasta cada vez mais infeliz para longe de uma paixão que tornaste, com a tua displicência, tão disparatada quanto imerecida.

66 comentários:

teresa disse...

Com tanta gente a merecer e andas a gastar-te em paixões imerecidas...

Anônimo disse...

pois eu também só espero é que o tubazão ande a dormir bem. Quando se dorme bem está tudo bem, o resto é fogo de Santo Anselmo

gaija do norte disse...

as saudadades de quem ainda não partiu são as que me doem mais. é como se estivesse a ver a morte antes dela acontecer.


imerecidas? que desperdício peixão!

eu gosto da fruta disse...

As paixões são como os melões. Só sabemos o que valem depois de aberta a fruta...

teresa disse...

mas acho que há quem consiga perceber só a apalpar e a cheirar... eu não sei como é, também tenho sempre de provar, mas se fôr pouco doce ponho sal e a coisa compôe-se.

gaija do norte disse...

pelo cheiro costumo acertar, mas como a paixão não se cheira... e como já não sei o que é estar apaixonada há muito tempo, mas vale ficar pelos melões!

ardiloso disse...

paixão é momentâneo... como aparece, assim desaparece num ápice

Anônimo disse...

não é nada ardil, já estive apaixonado anos a fio, não era sempre mas era recorrente, imagino que seja parecido com estares no mar e de vez em quando tomas a onda, aerio, e o mar é o mesmo

ardiloso disse...

anos a fio? foste ao novelinho não?(sim porque me lembro minha avó demorar muito tempo a desenrolar novelo) e isso é amor.

Paixao é um sentimento passageiro, algo arrebatador.....

@na disse...

falas em novelo e eu fico logo com as antenas ligadas

@na disse...

11

ardiloso disse...

e tás bem sintonizada?

@na disse...

se calhar não...

shark disse...

Eu sei que tens a razão, z.
Uma paixão pode durar a vida inteira. O amor também.
Mas topam-se as diferenças.

ardiloso disse...

amor é diferente de paixão, não concordas?

Anônimo disse...

amor é o mar, paixão são as ondas, vai, passa, regressa,

depois, com o tempo fica só mar e o marulhar

shark disse...

E de vez em quando um temporal, que isto do aquecimento global às vezes esquenta...

shark disse...

Amor e paixão são diferentes, Ardi, tal como o z os define.
É a minha perspectiva também, que nunca deixei de estar apaixonado por alguém em cada dia da minha vida.
Eu sei que soa idiota, mas cada um é pró que nasce...

ardiloso disse...

Até q enfim alguém me dá razão, obrigada Shark.

@na disse...

tão lindos os três a trocarem receitas...

gaija do norte disse...

trocam tretas isso sim, porque receitas nada!

no início do ano andei no cimo da onda, bem no cimo, mas tão depressa lá cheguei como vim parar à areia. foi paixão, mas nunca foi amor.

@na disse...

22

@na disse...

(vou-me abster de comentar, ok?)

gaija do norte disse...

(ok!já comentamos tanto...)

Anônimo disse...

são tão giros @s gaj@s do filme, agora parei um bocadinho que já estava com o coração aos pinchos

nunca ninguém te tirou a razão Ardi, só nos acrescentamos uns aos outros

eu então já ardi tanto, mas como tenho o corpo igual a quando tinha metade da idade acho que afinal não faz mal

se gostam de aventuras com tesouros posso passar os meus segredos todos à cabrinha-mor mas tenho de pensar muito bem que não posso arrastar-vos para coisas perigosas, ainda não sei como faça

teresa disse...

E será que desta vez estamos todos de acordo? também acho que paixão pode demorar anos e ser recorrente e também acho que é diferente de amor. E também preciso de estar apaixonada para me sentir viva.
Sabem que às vezes pergunto a mim mesma se alguma vez amei? Paixão sim, amor não sei. Deve ser de estar habituada a mar com muitas ondas.

shark disse...

Nunca enjoas, com o balanço?

@na disse...

(não param de comentar o post??? já vai no 27º comento, isto não é normal)

teresa disse...

enjoo, shark, enjoo mas quando começa a ficar o mar mais calmo é que normalmente o barco vai ao fundo...

(eu não posso que depois ele diz que eu faço asneiras..)

@na disse...

ainda sobre o post??? fui...

gaija do norte disse...

(ófachavor, eu posso não estar apaixonada e não me sentir morta?)

Anônimo disse...

que bem disposto que fiquei com aquele filme :)))))))

lembras Tintin e o Templo do Sol?

a palavra chave é paititi

agora qui é que acho que já me perdi, deixa cá ver

teresa disse...

paititi?? isso faz-me tocar campainhas..

(morta morta não mas meio morta fico...)

@na disse...

(ainda???)

@na disse...

35

gaija do norte disse...

meio morta nada! ora essa! eu lá tenho ar de meia morta!

@na disse...

tás com mais sorte que os outros do post abaixo

@na disse...

acima, acima

gaija do norte disse...

é... sempre mantenho um ar um cadito mais composto...

@na disse...

composto e limpo

gaija do norte disse...

(eles estavam sujos? ca noijo!!!)

teresa disse...

um ar menos esfarrapado...

@na disse...

não gaija, eles levaram com um comboio, não ficaram sujos nem nada

@na disse...

44

é tiro e queda disse...

Ò Gaija, se te estiver mesmo mesmo a fazer falta eu posso apaixonar-te.
Mas depois não te queixes...

teresa disse...

e vais apaixoná-la por quem? pode ser a pedido?

gaija do norte disse...

não me está assiiiiiim a fazer falta, mas dá jeito. e fazias-me apaixonar por quem? olha que eu sou muito esquisita. nunca ninguém percebeu os meus gostos.

teresa disse...

estou farta de te dizeres para fazeres uns desenhos.

shark disse...

Tá na cara, ora essa...
Gostas do que é bom.
Daí a minha disponibilidade total para o efeito.

shark disse...

Tá boa, ao z aparece a cena do casino e a mim sai uma loura com as maminhas semi-tapadas a dizer que tenho uma mensagem...
Qué passa?
O serviço é excelente, mas a sério que não mandei vir nada...

shark disse...

Afinal não é do Cabra que surge a loiraça, é no Fios...
Ò Ana!!!

teresa disse...

isso só pode ser concorrência desleal...

shark disse...

A sério, aparece em baixo à direita uma bacana com camisola vermelha, umas grandes... umas razoáveis... ali a despontarem e uma legenda: yummiyummi you have 1 message.
Já tive que meter um pisa-papéis em cima do rato para não ceder à tentação de ver se a moça precisa de um raminho de salsa ou assim...

teresa disse...

um pisa papéis em cima de quê?

shark disse...

Cabra...

gaija do norte disse...

disponibilidade para encontrares alguém para mim? és um anjo...


é, é, depois a culpa é do rato!


(ó chefa, será que quando ela disse que faz mais qualquer coisita se referia à loira?)

teresa disse...

Ah gaija... largou a loira para entreter os gajos e foi tratar da sopa... raspou-se, viste?

isto da informática é coisa esperta disse...

Gaijos não, que o z levou com o casino. Cof cof.

teresa disse...

o jogo foi bem distribuido portanto

ás de paus disse...

Eu gostei do naipe que me tocou. Do z não sei...

@na disse...

ahahahahahahahaha

Anônimo disse...

a minha era morena, mas eu fico desconfiado quando me entram por aqui, e então sem pedir licença,

e aproveito para informar Deus que se quer que eu ganhe alguma coisa eu vou jogar no euromilhões esta sexta portanto Dê um jeitinho lá

teresa disse...

Já meti a cunha primeiro... e pedi ao Santo para interceder que se é Santo deve poder fazer dessas coisas..

Anônimo disse...

também acho, mobilidade e compaixão devem ser cumpridas como atributos,

tenho de voltar a ler aquilo da epístola de Paulo,

ontem fui ali ao meu Cristo resmungar, mas há uma coisa bonita, é que de tanto olhar a cruz já é mesmo uma sombra, vejo-o a voar e abençoar, só falta os putos do skate para animar

e eu dava-Lhe uma mordidinha

Anônimo disse...

piu santífico

Anônimo disse...

hum,

acho que falhou aqui alguma coisa

piu transcendental!