para o Arrebatador

Eu gosto de cantar os parabéns, gosto, mas detesto que mos cantem. Não é por fazer anos, que até gosto de os comemorar e faço questão de ter amigos por perto para os celebrarem comigo.
As únicas criaturas que têm liberdade para mos cantarem são os meus filhos, mas confesso que mesmo assim... daqui a uns aninhos tenho de ter uma conversa com eles.
Gostava de saber porque carga d'água quando se cantam os parabéns a maioria opta por terminar com as palminhas que vêm logo a seguir ao "para o menino José uma salva de palmas", e muito poucos cantam a parte mais bonita da música. Por isso, menino Arrebatador das Moitas, aqui fica o verso que mais gosto desta música, não vá ninguém to ter cantado e de toda a música esta é mesmo a parte que mais importa:


"Tenha tudo de bom

Que a vida contém

Tenha muita saúde

E amigos também."



Adenda: faltava o bolo

18 comentários:

teresa disse...

Olha outra... deve ser a música que mais me eriça, mas também me recuso a cantá-la. E também não é por fazer anos, que isso gosto, é por aquele ar imbecil que toda a gente faz quando a canta e quando a ouve...
Ah, e com as minhas filhas já tive uma conversinha...

c disse...

É verdade que fazemos um ar imbecil, ridiculo... por isso se apagam as luzes.

teresa disse...

A comidinha é que não podia faltar...

@na disse...

ahhh eu achei que era pelo romantismo das velas...

teresa disse...

c as luzes podem estar apagadas mas quando as velas começam a ser muitas nem isso nos safa...

teresa disse...

romantismo das velas? apagam as luzes para ninguém perceber a quantidade de cuspe que vai parar ao bolo...

gaija do norte disse...

parabéns, parabéns
eu só vim p'ra comer
e a bela prendinha
esqueci de trazer

:)

eu sei que foi ontem, mas eu gosto de festas assim... que nunca mais acabam

jose disse...

eu detesto festas (de aniversário) e habitualmente bazo a 12 e só apareço a 14 e desligo o telemóvel... desta ves não tive como escapar... tive de convidar 10 pessoas às quais paguei um jantar no zambi aqui vai a ementa: como entradas pão de alho (fabuloso) e camarão grelhado; depois cada um escolheu o que quis, e eu escolhi filetes de vaca; depois um gelado de baunilha acompanhado com um bolo com recheio de chocolate quente; café e os digestivos à escolha dos fregueses; para beber, água, coca-cola, sumos de fruta naturais, vinho (quinta do cabriz) e umas caipirinhas. e paga josé... embora não fosse possível a participação das gaijas e dos gajos pela distância, ficam aqui os meus agradeciments pelos parabéns que me foram simpaticamente endereçados.

jose disse...

ah, e vez escreve-se com z.

teresa disse...

muito bom...agora até tu já falas de comida no blog...a @na passa-se...

gaija do norte disse...

o melhor de tudo foi esse dão!

teresa disse...

também me ficaram lá os olhinhos...

E papaste o 11, gaija..

@na disse...

pronto! Estou passada! Vou dormir!

teresa disse...

Vais nada... fiz uma coisa para ti.. vai ver.

Anônimo disse...

quinta de cabriz para os outros porque o josé so gosta de água com açúcar e bolhinhas.

teresa disse...

da castanha? melhor, mais sobra do cabriz..

gaija do norte disse...

Apoiado!

teresa disse...

Gaija!... já chegaste...