Dias


(foto @na)

São assim os nossos dias. Mergulhos para a piscina e secamos ao sol como tomates em Itália. O ar é de calma, tanto que até a internet é mais lenta, ao fundo, quando os miúdos deixam, ouvimos os chocalhos das ovelhas e os pássaros.
Estivesse menos vento e teríamos o tempo perfeito de um Agosto passado no Alentejo, mas está certamente melhor que em Lisboa.
Dois príncipes adorados por uma casa cheia de mulheres. Por aqui também se sente a diferença dos números; dois para cinco. Que sorte a deles. Que sorte a minha, que tenho dois homens a adorar-me e a mimar-me.
Gosto do Alentejo, há qualquer coisa que me liga a esta terra, o que até é estranho, toda a minha vida passei férias no norte e toda a minha família é do Minho.
Inexplicavelmente quando chego a estas terras, sinto-me em casa. Tanto faz que seja Évora ou Beja, é uma casa grande. Se tive outras vidas antes desta, devo ter andado por estas paragens.
Hoje ao sentir-me em casa, percebi que apesar de citadina como sou, tivesse eu forma de subsistência por estes lados e mudava-me, de armas e bagagens.

23 comentários:

tubarão em doca seca disse...

O Alentejo é mesmo assim, junta-te ao clube... :-)
(Mas olha lá, isto de alardear a piscina a torto e a direito já é tortura.)

shark disse...

Ora porra, eu ontem comentei aqui...
Ò chefa, como é?

@na disse...

tsss... tsss...

teresa disse...

Queixas-te de barriga cheia, Tubarão... Fizesses como a Ana, que eu não posso fazer tudo. Principalmente quando esta coisa bloqueia...
Obrigada Ana, se não forem as gaijas ninguém se mexe..

shark disse...

Não podes fazer tudo?
Ai que te deixo já cair do pedestal...

teresa disse...

Olha depois tinhas de me levantar, e consolar, e sacudir a poeira, e limpar e feridas e dar uns miminhos... tu é que sabes se queres ter essa trabalheira toda.

shark disse...

Trabalheira? Ora essa, chefa...
Sou esqualo para a tarefa e mais: seria com todo o prazer que a tomaria a meu cargo (a tarefa, claro).

teresa disse...

e se me quiseres tomar a mim também, a cargo, claro, mando já o NIB...

@na disse...

queres o meu também, shark?

teresa disse...

achas que dá conta de duas?

@na disse...

olha o 11

@na disse...

eu já disse que a piscina estava óptima?

teresa disse...

e eu nem sei o que é isso há muito tempo... fiz greve... lá vai o tempo em que fazia o jantar a pingar água..

@na disse...

aí é tão bom...

shark disse...

(Se eu disser que sim chamam-me gabarolas, se eu disser que não chamam-me cobardolas...)

jose disse...

alentejo... aquele cheiro característico; o poder-se ver até lá longe; aquele sotaque; aquele pão, bom... gabo-te o gosto, @na! já lá vai o tempo em que depois de 15 dias no allgarve parava 3 ou 4 no alentejo (ainda se escreve assim? qualquer dia mudam-no para allentejo!). e as verdadeiras férias eram esses dias. hotel, ar condicionado, público, expresso, piscina do hotel, voltas de kart, revisitas aos monumentos de évora... enfim, em áfrica, mas com os genes todos alentejanos. bom gosto @na, e que saudades!

teresa disse...

Olha o alentejano a puxar os galões...
Mas já vos disse uma das coisas giras do Algarve? É que, pela primeira vez na minha vida, alentejanos são gajos do norte... isso é estranho... muito estranho...

@na disse...

é não é arrebatador? E o que eu gosto disto...

@na disse...

shark prefiro o gabarolas que cobardolas não liga com o teu fato de mergulho

mergulho de carola disse...

Conheces-me perigosamente bem, arrobana.
Qualquer dia dou contigo a leres-me o oráculo nas vísceras.

@na disse...

sou boa observadora...

@na disse...

22 papei

Gabsna net disse...

Parece o meu quando era mais pequeno. Tadinho. Crescem num instante. Snif...