Amor é...



Recusar-me a ir de férias se o pc não puder ir comigo...

20 comentários:

@na disse...

eu também não ia

gaija do norte disse...

lá vou eu ter que enganar os senhores...

baby sitter disse...

Amor não é...
não existe

gaija do norte disse...

ai ai ai baby sitter!

teresa disse...

A minha avó sempre me disse que o amor é como o perfume - quem o tem já não o sente...

@na disse...

não concordo nada com a tua avó, mas enfim, sou uma romântica incurável

shark disse...

Atão ò chefe, vais de férias pró Allgarve?

(Coitada da baby sitter, tão desencantada pela vida...)

teresa disse...

Ó Ana a minha avó era uma romântica incurável mas muito realista... também me ensinou que os amores de praia ficam enterrados na areia. e tinha razão...

Ó Shark é que é isso mesmo... aliás, ainda hoje fui a Albufeira e pensei cá para mim que gostava de viver em Lisboa só para poder vir de férias para Albufeira..
(e olha lá, para quando a tal sardinhada na tal ilha??)

shark disse...

(Só depois de passar a confusão augusta. Qual ilha, ò linguaruda?)

teresa disse...

aquela que não sei onde é, não sei se existe sequer e mesmo que soubesse isso tudo não podia dizer, que parece a terra do nunca...

@na disse...

11

@na disse...

ò Teresa, romantica e realista quer-me parecer um contra-senso, não?

E qual ilha, qual ilha???
Eu já disse que gosto de ilhas?

teresa disse...

romântica e realista pois claro que amores platónicos não obrigada... gosto do real. e tu também..

a ilha? qual ilha? não sei de nada!!... (ó shark... atão como é??... descoses-te ou não??)

O gajo chama-me linguaruda mas a promessa da sardinhada na tal ilha de que nunca ouvi falar foi feita nas caixas de comentários do charquinho... será que preciso de ir à procura da prova documental para ter direito a umas sardinhas do Tubarão??

shark disse...

Não, não precisas.
Mais um nadinha de paciência que a minha vida não anda de feição para os quilómetros a mais...

teresa disse...

Ó gajo não te preocupes que não é só contigo.. e também se a sardinhada passar a magusto não vem mal ao mundo por isso...

shark disse...

Sim, sim. Mas não te descartes da questão levantada pela Ana: romântica e realista?

teresa disse...

e já lhe respondi...

leitor desatento disse...

Tens razão, escapou-me...

@na disse...

minha amiga... quando se está no auje do romantismo não há lugar para realismos, porque assim que a realidade se apresenta não há romantismo que aguente. O romantismo é e, assim convém que seja, um estado de sonho. Sonho e realidade também não jogam juntos no mesmo tabuleiro, ou se quiseres, não se enrolam juntos debaixo do mesmo lençol (ou sem lençol).

freudulento disse...

Como é que é essa do enrolanço?
E a fantasia, onde entra?