Será que lhes perdi o jeito?

A Tia Celestina era assim. Gorda, bonita e sempre pronta para pregar mais uma. A irmã, a minha avó Celeste, era mais timída mas também lhe fugia o pé para ali. A minha mãe é um bocadinho mais séria, bastante mais, apesar de eu também ter aprendido muito com ela.

Partidas. Asneiras. Disparates. Desde miúda que as oiço contar ao serão. As cestas de ovos que mandavam às sogras com um bilhete a dizer que eram das galinhas da mãe da criada e levavam um sardão no fundo, as saias das beatas pregadas, com prego e martelo, nos bancos da missa, os batons vermelhos com que pintavam as saias das freiras no colégio, as cartas de amor fingidas, as caganitas das ovelhas misturadas com as azeitonas na taça da mesa, mil e um disparates que nos encantavam a nós, criançada, e nos davam ideias, muitas ideias...

Gosto de pregar partidas. Gosto muito. Tenho mesmo, confesso, um especial gozo em chatear os outros e adquiri, sem ser culpa minha que nestas coisas da genética ninguém pode ser chamado à pedra, algum refinanço nesta arte. 
(Só por coisas, e aqui que ninguém nos ouve, há uns anos até a TSF caiu numa de 1º de Abril e foi para o aeroporto de Lisboa às tantas da noite à procura do pobre brasileiro que o SEF tinha prendido... Ou aquela vez em que a outra Teresa foi comprar um vestido para o suposto  casamento da Ana... Ou quando o Pedro se apresentou no Conselho Pedagógico da Faculdade, com uma convocatória na mão, em papel timbrado e tudo, pronto para ser expulso...)

Pois é isso que hoje me está a preocupar. É que tenho estado muito quietinha o dia todo. Sossegada mesmo. Mas com cócegas. Muitas cócegas. E isso, aviso já, não augura nada de bom...

41 comentários:

O Santo disse...

isto e mentira nao e?

escarlate.due disse...

ehehehheh
então agita-te mulher, por favor!

sem-se-ver disse...

olhe, eu, no seguimento da nossa conversa telefónica de hoje, decidi que nunca mais ponho aqui os pés. desculpa, mas tinha que o vir aqui dizer, senão não me sentiria bem com a minha consciência. conheces-me já um pouco, sabes que sou frontal...

fiquem bem.

tereza disse...

Ainda bem que o decidiste porque se não fosses tu a sair era eu a empurrar-te...

sem-se-ver disse...

nada como nos entendermos tão bem.

xau.

tereza disse...

leva saudades que aqui não deixas...

O Santo disse...

isto e mentira nao e?

sem-se-ver disse...

não, santo. são princípios.

tereza disse...

Se tu soubesses o que eram princípios até aceitava a resposta assim será melhor fazeres primeiro uma reciclagem

sem-se-ver disse...

não: se tu soubesses o que são princípios, e princípios éticos na gestão de um blog, não me terias levado a esta decisão.

sem-se-ver disse...

donde, quem precisa de uma valente reciclagem és tu. e como tenho pena de o ter constatado.

tereza disse...

Constatado é bom. Pena e que as tuas constatações sejam como o resto - coxinhas, muito coxinhas...

Já agora, vai a wikipédia ver o que é ética, que até lá deve estar uma definição que deixa a tua a anos luz de distância

sem-se-ver disse...

não preciso - nem te admito tais insinuações - de lições de ética. sabes, teresa, eu nunca pratiquei advocacia... capisce ou precisas de desenho?

elle disse...

aiiii... tenham lá calma!



Santo, isto é mentira, não é?

tereza disse...

Eu até gostava que fizesses um desenho mas agora vocês, professores, estão de férias, não é? Claro, férias da Páscoa, que cabeça a minha, nem pensar em vos pedir o que quer que seja.

tereza disse...

Sim, elle, so pode ser mentira. Melhor, eu continuo a pensar que e mentira.

sem-se-ver disse...

eu não brinco com assuntos sérios.

tereza disse...

Isso ja não sei SSV porque o teu problema é que não tens a mínima noção do que é um assunto sério.

elle disse...

ai Deus meu...

(que duas!)

tereza disse...

Isto hoje está a correr bem, elle...

tereza disse...

Arrependeste-te? Estranho...

(mas fica a nota de comentário apagado pelo autor antes que venham mais alusões a gestão do blog...)

elle disse...

Achas? :|


Não tarda, vem de lá o Bispo de Viseu e isvurcia-vos...





(vou barricar a IP3)

sem-se-ver disse...

ao que tu deitas mão para defender o indefensável...

que desilusão.

Red Nails disse...

Ena, ena, cheguei em boa hora... o que eu gosto de um lavar de roupa suja. Por favor, não me digam que isto é uma partidinha do dia 1 de Abril que quem sai daqui desiludida sou eu!

tereza disse...

Estou aqui a pensar se te deixo a falar sozinha se te relembro o teu primeiro comentário neste post...
Queres continuar a falar de princípios ou percebes o que é uma chiclete?

Mente Quase Perigosa disse...

(Santo... Que pasa aqui?)

tereza disse...

Red Nails, bem vinda. (são mesmo red??)

tereza disse...

Mente tu vais perceber que o Santo, como é apanágio deles todos, só está quando não é preciso.

Anônimo disse...

Costumo por aqui passar e habituaram-me a ver, mesmo na brejeirice, um certo bom gosto.
De maneira que entristece-me e constrange-me o que agora vejo.
Se me é permitida uma opinião, ela aí vai: se é peta, está sem piada; se é discussão, falta-lhe vigor.
Decidam-se: pândegas ou varinas.

Mente Quase Perigosa disse...

Ahhhhhhh... Essa parte eu já percebi...

Estamos todos mais calmos?

tereza disse...

Anónimo, estas mesmo a apanhar-me num dia bom.
Decide-te - queres dar lições de bons costumes ou queres destapar a cara e olhar as pessoas de frente nos olhos antes de abrires a boca?

tereza disse...

Mente, sempre estive calma mas como já percebeste isto nos últimos dias não tem sido fácil.

sem-se-ver disse...

red nails, se é por esse motivo, pode deixar-se ficar.

mente, estou decidida. e, por isso mesmo, muito calma.

anónimo/a, que triste fico por esta divergência não ser a contente de seus elevados critérios, oscilando entre o pândego e o varina.

teresa, contava com honestidade intelectual da tua parte. e não tens tido nenhuma.

sem-se-ver disse...

*a contento

sem-se-ver disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tereza disse...

Desculpa SSV, mas não desistes ou não percebes?

sem-se-ver disse...

não desisto. porque perceber, percebi desde o início. daí não desistir.

Anônimo disse...

Não pretendo dar lições de coisíssima nenhuma.
Quanto a "destapar a cara", guardo-o para sítio de melhor merecimento do que este, neste momento,(friso) e aonde o destapá-la não seja equivalente a tapá-la com outros trapos (não deixa de ter piada essa sugestão em ambiente tão camaleónico como o de um blogue!).
Se,porém, a avidez de um nome é assim tanta, pois aí vai um:
condessa das urtigas (ou condessa que mandou o título às urtigas ou outro qualquer à escolha do/s destinatário/s).

( e sim, a mediania cansa-me, daí a polarização-pândegas/varinas. Porém, como não estou em casa, vou deixar-me de palpites e retratar-me dos que fiz , e sair de mansinho, pois também prezo muito os meus fígados, para assim os deixar azedar )
Votos de que fiquem bem.

tereza disse...

Anónima (não destapa a cara mas destapa sexo) deixe-se estar que já vi que, tal como eu, também gosta de um bom arraial. Assim sendo, (note como estou a falar bem) acho que está no sítio certo apesar de hoje, logo hoje, não termos pau de sebo.

tereza disse...

SSV desculpa o atraso na resposta mas eu tenho uma vida, sabes?...

Rachel disse...

Ai Jasus!
É peta, certo?