Retrato de jovem extremamente bem apessoado, hoje, no seu périplo por Serralves


16 comentários:

Mente Quase Perigosa disse...

E então conte-me lá (que os outros todos andam envolvidos em orgias gastronómicas e não nos ouvem): quem é o jovem? Seu conhecido?

Mente Quase Perigosa disse...

(Se era esse o plano, está a resultar; momentaneamente esqueci os milhares de pessoas que invadiram aqui o meu cantinho à beira-mar plantado, unicamente concentrada no tipo de ironia que ía utilizar...)

shark disse...

Visconde, meu caro, estive a olhar com atenção para a minha Canon e digo-lhe: é a sua cara chapada!

tereza disse...

Sinto-me defraudada!
(já agora. Ontem, apesar de santa, foi sexta-feira. ó visconde.)

tereza disse...

(tubarão, andamos a fazer simultâneos na casa dos outros?)

shark disse...

(O que importa o sítio, Chefa? O que interessa é fazê-los.)

Mente Quase Perigosa disse...

Como peixa concebida no chão da sala de estar de casa alheia, devo concordar com o Bruce, Chefa...

tereza disse...

(olha outra... estou a falar da tua maezinha, claro)

Mente Quase Perigosa disse...

(Há coisas acerca das mães que me levam a crer que sou uma santa... Uma santinha...)

Mente Quase Perigosa disse...

(Vá... Pronto... Santa talvez não... Beata...)

Visconde de Vila do Conde disse...

Mente, é um velho conhecido meu, sim. Um tipo que você devia conhecer, só lhe digo...

(e com paz de espírito suficiente para ir a uma exposição de um artista que se dedica a escrever coisas naqueles armários metálicos que encontramos nas entradas de prédios com informação para os condóminos)

(se bem que este jogo de "God" e "Good" funciona bem como fundo de auto-retrato...)

Visconde de Vila do Conde disse...

Shark, meu caro, Serralves é o tipo de local que você e a sua Canon haviam de aproveitar para fazer uns bonecos de excepção.

Visconde de Vila do Conde disse...

Tereza, li três vezes e não entendi.

(é uma sensação estranha, não entender o que me quer dizer...)

Mente Quase Perigosa disse...

Quem sabe um dia, o caro Visconde nos possa apresentar. Tenho a sensação que nos daremos muito bem, dada a minha predilecção por pessoas (i)modestas (sem qualquer ironia subjacente).

;o)

(pois eu fui ver uma exposição de fotografia que ainda me vai sair cara!)

tereza disse...

Tsss tsss tssss, Visconde.
Está a perder qualidades??

Anônimo disse...

meu caro, veja isso da limousina,