O Grifo (hein?? outra vez? este blog está a fazer eco...)

Ai já leram? Pois, eu também, mas a procura foi tanta que a primeira edição esgotou completamente já vamos na segunda e nada garante que páre por aqui.

Lia-lhe um poema copiado para o caderno que lhe dera.
Um poema sobre uma cidade em sangue onde um grilo cantava num canteiro. Um poema de 1930, de Barahona, chamado "O grifo".
O caderno quadrado quadriculado tinha, nas páginas escritas a tinta preta numa caligrafia desalinhada, uma mancha bonita. Estética.
Ela viu um outro poema. Um poema de amor. Ele leu-lho também. Era um poema sobre um homem que amava uma mulher e que fumava o fumo dos navios.
Nada disseram como sempre. E ela ficou a pensar que ele teria escrito aquele poema pensando nela através dos dedos de outro.

(parentesis do título e itálico postados por Teresa, sem prévia autorização da Tab@sco, mas administração é assim, faz o que quer e quando lhe apetece... )

32 comentários:

shark disse...

BIS! BIS!
:-))))))

teresa disse...

A gaija é assim, tudo a dobrar... mas se o senhor tubarão não tivesse posto um comentariozinho eu até tinha resolvido isto...

shark disse...

Por mim não te prendas, pá.
Foi só mesmo para me meter com a nossa picante colega...

tab@sco disse...

Dear Shark: Sempre me "encanitou" este termo das colegas (tem que começar a conhecer as particularidades desta sua amiga).È que este termo lembra-me sempre um "ditado" bem português que diz "Colegas são as p_ _ _ _ ". Perdõem mas sou muito pudica na utilização de palavrões e de calão, é só preencher os espaços. Obrigado à Chefa pela republicação do texto apesar de já estar à espera que a primeira edição esgotasse. Ès mesmo Cabra e sabes porquê!

shark disse...

Tá bem, então fico só eu colega e tu passas, perdão, a senhora passa a companheira, camarada, parceira, associada, vizinha, coautora ou qualquer outra designação que não a "encanite" mais do que o normal quando eu boto faladura (tenho esse efeito na maioria das pessoas).
Eu também sou Cabra e sei porquê.

teresa disse...

mas quéqué isto, hein?

shark disse...

É um arrufo de camaradas de blogue, não está bem de ver?
Se os do 5 Dias e os do Corta-Fitas podem...

teresa disse...

Mas aqui só eu posso ter arrufos... e só contigo (mas isso é porque estamos talhadinhos para isso.)

tab@sco disse...

Adoto arrufos!

tab@sco disse...

Perdão! Adoro arrufos!

shark disse...

Ah é? Vamos então protagonizá-los com toda a cagança, caso a chefa o permita.

tab@sco disse...

Se ela já leu estes 2 comentários , deve estar a ferver!!!! Daqui a pouco ouviremos em todo o País um estrondo enorme, vindo de lá de baixo perto de África senão mesmo de lá que aquilo já é África, e que fará com que o barulho de um terramoto pareça um ronronar.

teresa disse...

Estou aqui quietinha mas isto vai dar raia, vai vai... Primeiro vem o Santo dizer que anda nos jardins secretos da tab@asco, depois é o shark, que só tem arrufos comigo, a arrufar com outra... Mas que é esta m***?

O Santo disse...

Posso ter algumas dificuldades no preenchimento de espaços em branco, mas de facto o enforcado nunca foi o meu jogo preferido.
E lá surgem de novo todas as minhas dificuldades neste campo ao ler estes comentarios. Assim:
- não percebo dd vem o problema de "colegas são as potas"... se bem que se apliquem ao caso do tubarão nunca achei que fosse um ditado.
- no ultimo comentario da chefe tb nao entendi o pq dos asteriscos na pergunta "Mas que é esta moda?"

Enfim.... dificuldades

tab@sco disse...

Meu querido amigo Santo: um dia destes faço-lhe desenhos.

teresa disse...

Desenho à vista?

O Santo disse...

Estimada amiga,

Espero que este comentario a va encontrar de saude que nos por ca todos bem.
Esta missiva serve apenas para sugerir que utilize as novas tecnologias e mande antes um DVD que estou certo preencherá melhor as lacunas anunciadas, ou pelo menos distrai das preocupacoes com que me debato.

Este que a estima e se assina

S.

P.S. - Espero tb ter cumprido os formalismos no trato

shark disse...

:-)

tab@sco disse...

Prezado amigo S:Agradeço e retribuo. Agora sim esta troca de correspondência assume a forma linguística correcta. Adoro formalismos e punhinhos de renda. Quando ao DVD, o meu amigo será muito jovem (presumo)e não se terá dado conta (mas vai lá, com o tempo, vai lá) de que não há nada como o "desenho à vista", com os dedos (lá diz a Chefa). Isso de DVD's e novas tecnologias é só para quem não tem "dedinhos" próprios ou os "dedos" de outro (a) perto que lhe possam desenhar, porque estes sim é que preenchem lacunas. Resumindo sou uma acérrima defensora do desenho à vista. Queira V. Exa. receber os meus melhores cumprimentos e estima,
Sinceramente,
Tab@sco

shark disse...

Os dedos podem preencher lacunas mas os _ _ _ _ _ é que preenchem la _ _ _ _ _.

(É assim que se joga isto, não é?)

O Santo disse...

Caríssima,
Fico encantado por ter correspondido ao seu desejo de ver estes espaços preenchidos com correctos e formais meios de expressão.
Mas incomparavelmente acima disso está o meu agradecimento pela sua esforçada forma de me esclarecer sobre o preenchimento de lacunas. A minha estimada amiga já não será jovem (assumo), o que lhe dá uma sapiência deveras mais completa do que a que me foi dada a experimentar até agora, mas é o fruto dos efeitos da passagem do tempo por cada um de nós.
Face à avançada idade ficam perfeitamente justificados os pontos por que se bate e debate, mas apesar disso espero que ainda se recorde da diversidade de soluções possíveis para o referido preenchimento e que tal seja suficiente para entender o meu gosto por outras opções, que penso serem comuns a uma faixa etária que me está mais próxima.
Despeço-me com toda a consideração e os meus mais respeitosos cumprimentos,

S

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=HuAZGFYW6DE&feature=related

gaija do norte disse...

se vens falar comigo com punhinhos de renda, estás quilhada!


post é lindo, t@basco :)

tab@sco disse...

Gaija do Nuorte: enfim voltaste. Thanks

gaija do norte disse...

òfachavor, é gaija do norte!


(eu avisei, valha-me Deus, eu avisei...)

teresa disse...

(eheheheheh)

gaija do norte disse...

(eheheheh)

teresa disse...

olhem-me esta.... eco era só no post, ó gaija do nuorte...

gaija do norte disse...

olha olha, queres que te quilhe também?

teresa disse...

ó pra mim cheia de miúfa... (e num falo contigo enquanto num deres as explicaçuoes lá de cima)

gaija do norte disse...

chefa, não tentes que não consegues! já te expliquei que quando um sulista quer falar com o meu sotaque parece um (como é que vou dizer isto sem te insultar...) básico a falar portunhol!

teresa disse...

sulista??? eu??? ai com catano...