Nem mais, Z!

..." as pessoas querem é sentir amor, nem que seja por breves instantes, finge-se que é por prazer mas qual quê, é por amor"

Z
22 de Novembro de 2008

14 comentários:

gaija do norte disse...

(o z é delicioso. deve ser das tortas!)

já me falaram em instantes de felicidade, de amor nunca.
amar alguém enquanto tenho, e esquecer esse mesmo amor quando viro costas? não sei...

Vekiki disse...

Também acredito nisto :-)

Gabs disse...

Devias promovê-lo.
Não sei onde andas a fazer as contratações...

Anônimo disse...

:))))))))

(camarão panado com arroz de ameijoa, hmmm!, mas portanto agora tenho de fazer a digestão com um passeio ;) logo é linguadinhos fritos com arroz de tomate que hoje deu-me amores marítimos)

teresa disse...

O Z é potro selvagem Gabs, ninguém lhe pôe o cabresto...

Z, deixas-me sempre de água na boca. E pelo-me por linguadinhos fritos. Também lhe tiras a pele? Eu ficava fascinada a ver a cozinheira lá de casa a fazer um corte junto à cabeça dos ditos, a pegar na pontinha da pele e a arrancá-la com um puxão.

Ventania disse...

Nem que seja uma ilusão de amor, que o Amor não tem essa desejada invenção do botão de 'on/off'.

teresa disse...

E se tivesse, Ventania, deixava de ser amor.

Anônimo disse...

minha linda foi ali a D. Manuela que fez para mim, e mesmo assim trouxe um reforço de coelho agora que isto de ser raposo na mata só com peixe não vai lá. Mas tem tudo, tem pele e tem cabeça e eu como tudo que sou boa boca e muito lambuzão.

mas estou aqui com um pouco de treco nas costas e não vou dizer porquê, mas vai uma aspirina e pronto

shark disse...

Concordo com o z, imenso. Sobretudo porque ele percebe muito disto e eu estou aqui para aprender.

teresa disse...

Por aqui é o bolo da receita secreta, a única que a minha mãe não deixava dar a n inguém, batatinhas "mete nojo", carne assada e salada de feijão verde e cenoura. Mas bem que comia também uns linguadinhos fritos, com ou sem pele.

Anônimo disse...

hmmm,

http://www.youtube.com/watch?v=qXfyf327hr0

'té

gaija do norte disse...

acabei por fazer strogonoff... a amiga gosta muito e o pequeno também. fiz uma entraditas, mousse de chocolate (não é falta de imaginação, é a sobremesa preferida dela) e uma sangria (que cai bem com qualquer coisa...) e uns coquinhos para o café. ela não gosta de café, mas os docinhos foram todos!!!

Anônimo disse...

(hum, portanto eu aqui se calhar ficava gordinho, ou daí talvez não que as pequenitas são danadas, e tem a Foz, ora, se eu bem me lembro da Foz ainda ficava da malas à porta não tardava nada, vida dura)

Gabs disse...

Não gosto do nº 13, de números ímpares, de pessoas insensíveis, de hipócritas e mentirosos, de cavalos, cães, osgas, cobras, de ir a hospitais, de estar doent6e, de pobreza e todas as de4sgraças.
era só para ser o 14 º comentário mas pode ser os meus ódios de estimação.