mitos urbanos

Os homens são como os autocarros - perde-se um vem logo outro.

25 comentários:

Anônimo disse...

ahahah!

cabrinha linda, mas já apanhei outro autocarro hoje e ainda estou a ganir baixinho pelo meu gato sem nome, mas soube-me bem o teu mimo

deixa cá ir caçar um youtube ali para uma kpk

Anônimo disse...

E se dos autocarros passar a ser um comboio deles ham

Anônimo disse...

é verdade, aquilo com a jornalista correu bem, o tiro já ficou engatilhado, mas desta vez já não sai o meu nome no jornal, já saí outras vezes e é preciso saber passar bolas para outros fazerem golo. É mais difícil, mas é mais justo e adequado quando se está de partida. E vai ser golo na mesma.

Anônimo disse...

ná, isso dos combóios baratina-me, eu gosto mesmo é de amar, palavra proibida, amar homens

mas lá mais para a frente não sei

O Pinoka disse...

Às vezes há greves...

teresa disse...

gaijos vocês estão todos a chutar ao lado...

z, fico feliz por ti... desculpa este arredanço mas tenho andado aqui a despachar expediente.

shark disse...

Como assim? Eu sou um antigo ponta de lança, um goleador afamado, e a chefa a dizer que chutamos ao lado?
(Ao lado de quem, já agora?)
:-)

Anônimo disse...

ninguém viu a tia Andrelina?

é só para dizer que já estou benzinho :)

teresa disse...

A tia Andrelina acabou de entrar no 28.

Anônimo disse...

foi às compras, está certo

também gostas do cazuza?

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=7AkEQM9AdEY&feature=related

shark disse...

Alguém chamou um táxi?

teresa disse...

Obrigada. Tenho carro próprio.

Gabs disse...

Vem logo outro mas não é o número que estamos à espera.

teresa disse...

Tira a prova dos nove que acaba tudo por dar resto zero

Anônimo disse...

mas calma, que o zero, que é nada, é alguma coisa, pois se é nada na adição é absorvente na multiplicação, e como divisor gera infinitos, logo num certo sentido é tudo

haja Sol que é quentinho

gaija do norte disse...

o cuê?

shark disse...

Eu dantes era a carreira 68 mas entretanto fui promovido.
Sou um autocarro com o número certo.

teresa disse...

Claro... Começa na Reboleira, vai a Linda a Velha, a seguir Ajuda, vai ao Rato, tenta as Portas de BemFica, passa ao lado do Arco do Cego,a seguir Socorro e acaba na Graça. Essa carreira é gira.

gaija do norte disse...

ahahahah

isso não é uma grande volta?

teresa disse...

A volta é grande mas nem assim é uma carreira concorrida.

teresa disse...

É que sabes, acaba por nunca ir aos Prazeres.

Anônimo disse...

Teresa, tenho uma confissão a fazer. Lembras-te de eu dizer que nós machos não chorávamos? E olha era verdade que não chorava há anos, mesmo pela minha mãe só me correram umas lágrimas e foi há mais de 5 anos.

Quando o meu aristóteles parecia que ia bazar chorei que nem uma besta aqui sózinho, fui-me às fuças a Deus, parti-me, quebrei-me todo mas foi remédio santo, no dia seguinte estava tudo melhor.

Ontem chorei corrido a ouvir o cazuza, já nem me lembrava quanto o amava, só quando o fui buscar para vocês.

E hoje aproveitei a embalagem e chorei também, já nem sei bem porquê porque hoje tive boas notícias de profissão.

Mas é para dizer que ando um maricas.

gaija do norte disse...

se é uma falha grave, deve ser bonito. eu não percebo nada de carreiras, mas confio em ti. seja como for, já não ando de autocarro há anos. às vezes lamento não ir ali aconchegada no meio do pobão...

(mas isto era para falar de autocarros, de carreiras, ou de prazeres???)

teresa disse...

Abre a tua alma gaija e fala do que quiseres que eu vou aproveitar para dizer ali ao Z que é por estas e outras que gosto tanto dele.
(boas noticias? manda mail)