Humidades

Tinha tido uma noite calma, preferindo ouvir a falar. Deitou-se já o sol era senhor do dia…
Olhou para ela e sorriu ansiosamente, certo da sensação maravilhosa que lhe iria proporcionar. Despiu-se com tempo, como muitas outras coisas que faz na vida, sem desviar o olhar. Finalmente meteu-se nela e puxou furiosamente parando apenas quando a dor era insuportável. Desistiu, resignado a aceitar o que ela tinha para lhe oferecer, deitando-se primeiro de costas depois de bruços. Ajoelhou-se, colocou as mãos em concha e espalhou pelo seu corpo encolhido, torcido e já dorido o precioso líquido. Saiu, enxugou-se, vestiu-se e saiu dizendo: Olha lá, o chuveiro não funciona!

15 comentários:

teresa disse...

ó gaija, é imoressao minha ou isto lembra-me qualquer coisa?

shark disse...

Pois, muso e abuso...
:-)

gaija do norte disse...

chefa, deve ser só imoressão tua.


(as coisas que eu aprendo com ela...)

gaija do norte disse...

vais abusar de quem, tubarão?

shark disse...

De quem se puser a jeito.

gaija do norte disse...

e tens dentes para isso tudo?

shark disse...

Quais dentes? Eu abuso é das paciências...

gaija do norte disse...

ò balhamedeus... um tubarão sem dentes!!!

shark disse...

Não disse que não tenho, sugeri que não mordo.
(Só mordisco.)

teresa disse...

é imoressão minha que jantei muito bem

gaija do norte disse...

eu também. tão bem que já não me lembrava o que foi e trouxe o suplemento...

teresa disse...

vitaminico? sumo de cevada e amido com canela...

gaija do norte disse...

mordiscar??? com essas dentolas???

gaija do norte disse...

chefa, eu até nem queria, mas está sempre a jeito...

shark disse...

Sim, mordiscar. E com um jeitinho tal que os dentes parecem lábios...
:)