Quem quiser que se queixe...

... mas nunca me diverti tanto na blogosfera...
Deixem-me explicar duas ou três coisinhas, para quem não tenha seguido a novela.
Ando por aqui há muito, muito mesmo, antes do Pacheco Pereira, dos Gato Fedorentos e dos Marretas, o que é muito mesmo... até mesmo antes de um tal de Shark, que ninguém conhece... Mas era assim tipo mãos nos bolsos, vá de assobiar para o ar, mas fazer qualquer coisa, está quieta...
Tive dúzias de blogs que nunca andaram para lado nenhum e nunca passaram do primeiro post, até que o nosso, agora é nosso, Tubarão, me desafiou a dar quatro seguidas. E foi assim, este blog começou com quatro seguidas.
Foi em Dezembro do ano passado. Desde aí vieram muitas mais, mas como agora nunca tinha sido. Há muito que as minhas quatro seguidas não se vêem (é com dois "e" o só com um?...), mas o gozo é o mesmo.
Em Maio resolvi começar a arrebanhar, é o termo, arrebanhar!, gente para o blog. Sempre gostei de companhia.
Para quem não saiba, e poucos sabem, aqui quase ninguém se conhece - tirando o Santo, que por ser Santo e pairar lá no alto conhecia as gaijas todas, mas agora com a Moura lixou-se... - mas o resto nunca se viu mais gordo ou mais magro (por aqui acho que é mais magro..).
Mas ia eu dizendo, nunca me diverti tanto, e para mim um blog também é isto. Ou é só isto. Gozo. Prazer. Vontade de me divertir. Escrever, porque gosto e porque sim, mas sobretudo prazer.
E prazer tenho tido muito. Virtual, aqui, mas muito. Gosto de vir aqui todos os dias, gosto de escrever, gosto de ler, gosto de tentar adivinhar quem está do outro lado, gosto deste faz de conta que tem vindo a contar. Gosto de ficar enterrada em comentários por responder, gosto de ir cheirar quem nos lê, gosto de saber que desse lado está alguém que me não ouve, mas me pode ler.
É isso mesmo. Ler. O que se escreve, o que se deixa de escrever, os parágrafos que fazemos e o que não dizemos. Mas que fica dito. Ou não dito, mas gritado para quem nos entende, mesmo não nos conhecendo.
Hoje chegou a Moura aqui. A Moura sei quem é. Da outra, da pessoa, sei tanto como das outras todas.
Mas, como diria a Gaija do Norte "conheço-te?."
Que sabemos nós dos outros todos que dividem connosco a secretária, a mesa, a cama'? Não se chamam Moura, nem Shark, nem Baby, nem Zbeb@, mas "conheço-te"?
Os anos e a cabronice fizeram-me tomar uma decisão. Hoje.
E estou a comunicá-la aqui, a todos os que cá escrevem e a todos os que por cá passam, nem que seja vindos de uma pesquisa do google sobre "sexo com galinhas" (ainda gostava de saber quem procura isto e porque razão o google mandou para este blog. Inda se fosse com cabras...)
Ia dizendo que tomei uma decisão. Vou continuar a divertir-me por aqui. Faço o que me apetece, por enquanto, e como me apetece, e agora apetece-me dizer isto :
- não sei qem és, mas gosto do que leio. Há muito. Ze quizeres um palco, tens aqui. Porque isto só serve mesmo para isto, para zermos todos virtuais e atingirmos o tal gozo que nao é possível em mais lado nenhum.
Mudar o mundo? Está bem, pode ser, mas tenho de jantar primeiro!

56 comentários:

@na disse...

mas será possível que tu ainda não jantaste?

teresa disse...

e o jantarinho é tão bom.... de restos, mas bom....

O Santo disse...

melhor comentar por partes.
sobre o muito muito tempo...
cota

o resto vem quando tiver tempo

O Santo disse...

ah, e bem vinda moura.
(posso conhecer? ehehe)

@na disse...

ò santo, tu não és mais Sevilhanas? Ou essas já deram o que tinham a dar?

Anônimo disse...

linda cabrinha, não quero palco nenhum, eu venho aqui regar flores, com uns beijocaz e chutos na bola, às vezes até pode ser murraça mas acaba à bbm. Já recusei participar nalguns 5 blogs, não leves a mal. Tens-me aqui a esvoaçar, vai que não vai,

beijos

gaija do norte disse...

chefa, não se diz jantar de restos... chama-se jantar internacional!

sabes, não me apetece comentar o post. nem acho necessário. afinal, se estamos aqui todos, diária e religiosamente, não é preciso dizer mais nada:)

Anônimo disse...

e isso de mudar o mundo: tenho que acabar de tecer um arco-íris entre a Ibéria e a América Latina, por um lado, e África e Índia por outro, e tenho andado meio distraído,(procura o cubo salvado), gosto dos gatos todos e ando a morrer de saudades das vacas da Índia que não sei como isto vai ser

bem, tenho que trabalhsr

shark disse...

(A chefa levou uma tampa. O Z tem muito mais jeito para lidar com gaijas do que eu.)

Anônimo disse...

não sejas mau, shark, ela já sabia que eu sou assim só veio confirmar,

pai não posta

tens brincado no mar?

eu pouco pá, que ando no paleolítico, vá lá que agora vem aí um gato bom com um dente de sabre à mistura

Anônimo disse...

bzzzzzz

teresa disse...

Pois sabia, mas gosto sempre de tentar... Ou pensam que me armo em gajo, cheia de rodeios e sem ir directa ao assunto?
Gosto do z. gosto de como escreve e gostava que andasse por aqui. E isto não foi uma tampa foi a constatação de um facto - o z não é z é x.

Anônimo disse...

cum caraças, não vá o diabo tecê-las é tratar dos papéis todos,

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=12&id_news=343099

Anônimo disse...

(x,y,z) faz favor

Anônimo disse...

hum, correcção:

estava ali a fumar um cigarro e a pensar na paisagem e começou-me a dar um apertão imaginário nos dedinhos dos pés

esse espaço euclideano tridimensional acima é um velho amigo mas isto agora é z=x+iy, estava distraído

bem, vou ali e já venho

@na disse...

ainda não percebi...este "anónimo" troca-me toda ou troca-se todo???

teresa disse...

isto é um anónimo com termos mas sem solução..

Anônimo disse...

concordo, não tenho solução, mesmo z=0 significa x=0 & y=0 no plano complexo; mas se escreveres x+iy=0, com zero real no segundo membro, o que não faz sentido, mas admitires que faz sentido num espaço que não compreendes, então podes fazer i=-x/y e talvez chegues lá

não sei onde é o lá

teresa disse...

nem eu... e tambem não sei se quero lá chegar...

@na disse...

era só o que faltava parece que estou na aula de matemática

O Santo disse...

moura, eu e as sevilhanas tamos de optimas relacoes que até ja estou a sonhar com as cañas e tudo. mas como estou muito mourisco nestes dias.. (sim sim, alfacinha de gema - e não é do ponto de vista gastronómico)

teresa disse...

(desde que lhe ofereceste pancada até já sonha com canas...)

teresa disse...

e apanhei o 22...

O Santo disse...

algo contra alguns sonhos.... chamemos "interessantes"??

@na disse...

nada! queres com toalha molhada para não deixar marca ou pode ser com canas mesmo, para ficares todo vergastadinho?

teresa disse...

será que o santo está na idade dos sonhos "interessantes"?

Ana, as marcas sempre dão outra pinta.. ou risca...

@na disse...

um gajo "marcado" é sempre um gajo marcado

teresa disse...

essa é a minha teoria.... marcamos e pronto..

gaija do norte disse...

cruzes, que primeiro li "marcamos o ponto"...

batam, espanquem quem e como quiserem, que eu só vim aqui meter o meu "noijo": já vos disse que vou de férias até ao fim do mês?

@na disse...

cabra!

teresa disse...

vais ficar farta de férias...

gaija do norte disse...

tá douda!

gaija do norte disse...

vou ficar tão farta que até pondero se vale a pena voltar a trabalhar só para não ter que passar pelo martírio das férias outra vez!!!

O Santo disse...

cañas, suas depravadas, masos e incultas da cultura de quem vive aqui mesmo ao nosso lado e nos acolhe tão bem em seu seio e...

(o resto era pro post "beijar")

teresa disse...

hummmm..... cheira-me a fanfarronice...

O Santo disse...

é dos bifes.... allgarve, verão...

percebo perfeitamente

teresa disse...

beefs é rosbife, santo...

O Santo disse...

cheira a carne fresca então. isso que queres dizer?

@na disse...

eu até consigo imaginar uma fanfarra a tocar e o santo a bater pratos todo contente... fanfarrão!

teresa disse...

pratos não, clarinete que é mais de injinho...

O Santo disse...

pratos por acaso nunca bati, mas em termos instrumentais ja toquei algumas coisas
(e ja perdi a conta aos significados desta frase)

teresa disse...

(hummm...isto promete...ele hoje passou de confessor a confessado...)

O Santo disse...

(é do stress...)

O Santo disse...

44, arrobana... já eras

teresa disse...

pronto, o tubarão anda por outras águas,o santo passou-se, tá bonito está...

O Santo disse...

o santo esteve sempre bonito...

(e esta abriu o apetite, vou jantar)

@na disse...

aquele santinho de pau carunchoso... isto soa estranho...
Aquele santinho cheio da bicho anda-me a papar as kpk's todas... tal não deve ser a fominha com que veio das sevilhanas... cá 'pra mim viu-as pelo buraco da argola

O Santo disse...

(como se avisa nos comentarios que estes podem ferir a sensibilidade de leitores mais susceptiveis???)

@na disse...

a cabra mãe põe uma bolinha vermelha no canto lá de cima

O Santo disse...

a tua sorte é que a bolinha nunca mais chega. deve ser do verao

@na disse...

se olhares bem, vês que ela está lá, de bikini e óculos escuros

teresa disse...

cortes!!!

Anônimo disse...

a vingança é terrível

Anônimo disse...

preparar...

Anônimo disse...

tufa!

teresa disse...

veni, vidi, vou-me