E por falar em bikinis vermelhos...

Se eu pudesse escolher um dos poderes do super-homem queria a sua visão de raio-x.
E em troca nem me importava de ser um nadinha daltónico...

39 comentários:

gaija do norte disse...

eu também já pensei que gostava de ser a super-mulher, mas quando me lembrei da visão raio-x e do que ia ser capaz de ver... desisti imediatamente!!!

à lupa disse...

Porquê, intimidam-te as surpresas desproporcionadas?

gaija do norte disse...

pois... a roupinha esconde muita miséria...

teresa disse...

e às vezes a desproporção é tão desproporcionada...

pilinho disse...

Sim, concordo. Não há como mexer para querer.

gaija do norte disse...

já me disseram que querer é poder, mas mexer para querer é a primeira vez!

@na disse...

eu acho que deve ser mais mexer para crescer, não?

gaija do norte disse...

o pilinho que te elucide...

teresa disse...

e eu que achava que era só a força do pensamento...

@na disse...

Teresa... eles não conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo, boa? Sendo assim como conseguiriam pensar e fazer crescer, tudo ao mesmo tempo, não dá... aliás isso explica muita coisa, não?

teresa disse...

Ana, agora disseste uma grande verdade... mas eles que cresçam e apareçam que para pensar cá estamos nós...

@na disse...

lá estás tu a exigir demais, a não ser que estejas a dizer: Primeiro cresçam e só depois apareçam. Neste caso tudo bem, mas tens de ser mais explícita, eles nunca nos entendem. ( se calhar é por isso, para nos ouvirem, não entendem...duas coisas ao mesmo tempo é muita acção)

gaija do norte disse...

isso é verdade... às vezes até dá jeito que eles não pensem muito...

@na disse...

crescem mais?

teresa disse...

mas esperem lá, se é para explicar bem explicadinho, então é assim - primeiro apareçam e depois cresçam, que pode ir uma criança abrir a porta e já hoje tive de responder a uma pergunta das dificeís, espero ficar dispensada de outras nos proximos tempos...

@na disse...

perdi-me

teresa disse...

estávamos a falar de bordados e bainhas abertas...

gaija do norte disse...

sim de bordados, ponto de nó!

(das dificeis, dificeis? xiii)

@na disse...

ahhh... a conversa tava boa e tal, mas é tarde...

Fui

espírito (do) santo disse...

E o post, ninguém comenta o post?

@na disse...

mas tem comentário?

teresa disse...

e a kriptonite?? ainda ninguém falou na kriptonite...

@na disse...

falaste e ele eclipsou-se

teresa disse...

hummm... descobrimos-lhe a barbatana de aquiles...

@na disse...

:))

vasto na gama disse...

Descobridoras natas...

@na disse...

Somos, não somos?

gosto de (astro)lábios disse...

São, pois. E desde que queiram descobrir um caminho marítimo sabem que podem sempre contar com a barbatana mais orientadinha dos oceanos.
É como uma bússola que aponta sempre para onde está o tesouro...

@na disse...

ahahahahah!!!!

teresa disse...

a ponta? E o tesouro é o famoso tosão de ouro? (Já não percebo nada do que para aqui se diz...)

shark disse...

De ouro, nem mais. O autêntico toque da barbatana de Midas.

@na disse...

vou só lembrar que o post começou com o super-homem, passou por aquiles e já vem no Rei Midas. E no Neptuno, esse verdadeiro Rei dos Mares? Ninguém fala?

gaija do norte disse...

e desde quando é que se comenta um post do princípio ao fim dos com? até nos ficava mal...

@na disse...

até porque deixa que te diga, a grande diversão do vosso blogue é mesmo o que está por detrás do pano, quero dizer, posts

teresa disse...

pronto, está bem, vamos deixar de postar e só comentar.... assim como assim é quase o que fazemos... rs

@na disse...

sim a média de disparate por comentário é verdadeiramente superior à dos posts. Mas 'xa pra lá, a malta assim diverte-se. Era essa a ideia, não era?

teresa disse...

eu divirto...

gaija do norte disse...

não sei porquê, tenho a sensação que isso não abona completamente a nosso favor...
teresa, faz um daqueles posts de fundo, daqueles que nos deixam a pensar, com muitas leis e injustiças à mistura, ou um sobre as grandes medidas do governo(?!?!?!?!?!), sei lá! eu vou pesquisar sobre um bicho qualquer em extinção (que esses sim tocam-me o coração) e fazer um grande, sentido e ciêntifico post sobre o assunto.(mas só mais logo, que agora é hora de justificar o que me pagam...). mexam-se todos!
ah, e nós nunca disparatamos(?!?!?!?!), temos é muita imaginação, e as conversas são como as cerejas...

@na disse...

alto e paíra o baile, era tudo elogios, vocês vejam lá...