Os meus calcanhares de Aquiles...

Acabei de perceber que sou uma mariquinhas. Bem que me armo em carapau de corrida, mas depois vejo-me para aqui debulhada em lágrimas, em choro convulsivo quase, e lá se vai a armação olhos abaixo.
A Xica foi de férias. Não sei se por muito ou pouco tempo, que a minha vontade era ir buscá-la amanhã. Desde que a escola acabou que estava previsto, mas já lá vai um mês e eu andava, dia após dia, a arranjar umas desculpas excelentes para ela não ir.
Foi hoje. Não durmo há quase uma semana e dez minutos antes de ir embora ainda tentei tirar um castigo da manga por ter perdido o BI, mas era esticar de mais a corda.
Foi. E eu fiquei enrolada num novelo pequenino. O comboio onde ela entrou, sozinha, é a grande aventura dos seus dez anos de vida, mas para mim é uma coisa horrivel que assim que arrancou me fez soltar as lágrimas que ainda não pararam.
Eu sei que acabam por sair do ninho, eu sei que temos de os deixar ir, mas eu também sei que não consigo viver sem elas. Ou pelo menos nas próximas horas vou achar que não consigo.
A Clara ficou, que era demasiado arriscado deixá-la fazer esta viagem sem mim, mas nós duas não somos nós três, falta-nos uma parte de nós, e andamos para aqui desasadas.
Isto passa, se não é em dois dias é em três, como diz quem também não está aqui agora e bem falta faz, mas enquanto não passar vou andar a coxear um bocado, que calcanhares tenho dois e qualquer um deles é dos que doem a sério.

33 comentários:

gaija do norte disse...

oh, pobrezinhas...
nunca te tinhas separado da Francisca? isso também não interessa. apesar de estar habituada a separar-me do Luís, sempre que ele vai dormir a casa do pai tenho que o esmagar com mimos. e antes de ir de férias? ai... passa-me logo, mas a separação..

teresa disse...

Já respiro melhor... Acabou de chegar a Entrecampos e já está com o Capitão Cueca (também conhecido por "noivo") e com os filhos dele e com o Huguinho, que nunca falha as grandes estreias. Foi um aperto muito grande vê-la ir de comboio sozinha e, como os deuses gostam de pregar partidas, foi sem telemóvel, que o dela tinha ido parar ao fundo da piscina... Clara, claro! Estive duas horas e meia sem respirar, que a gaijinha é grande, muito grande (calça 40, boa?!!), mas é muito pequenina... Tem 10 anos e é uma das minhas meninas... E eu sou um estupor de uma mãe galinha...

@ disse...

é... eu tenho sentido muito desses apertos ultimamente o meu filho mais velho tem ido vários dias (imensossss) para o pai e eu fico com o coração a mingar de saudades. Só de pensar que eles (os dois ainda por cima) vão estar de férias com o pai 2 semanas (duas???)
Tenho de pensar noutra coisa rapidamente que isto de sofrer por antecipação é tortura.

Força Teresa.

violoncélio dá síuva disse...

Em fundo ouviam-se os violinos...

gajas a blogar é no que dá disse...

Tás feita uma lamechas...

o ultimo a saber, mais conhecido por... disse...

who the fuck is jose paixao?

teresa disse...

jose paixao é um dos meus mais antigos e mais queridos amigos... mas who the fuck are you para estares a perguntar? e mais, como é que, seja lá quem tu fores, sabes este nome?

teresa disse...

Já agora, lamechas o caraças, que o Aquiles, que era quase deus e tudo, também tinha calcanhares frágeis... os meus são estes e mostro-os logo para não dizerem que vão daqui enganados...

@na disse...

é assim mesmo Teresa, dá-lhe... e se ele não ceder, olha, experimenta virá-lo de cabeça para baixo, pode ser que entre em transe como o outro
;)

gaija do norte disse...

gaijas, vou contar um segredo... de cada vez que o meu vai dormir ao casa do pai, ou chega ao dia em que vai de férias com ele, eu esmago-o com mimos antes de ir. mas todos, todos, os bocadinhos que estou de folga são deliciosos. é o silêncio ou o movimento, o sair ou ficar, o dormir ou não... faço o que me apetece sem pensar nele, E SABE TÃO BEM!!!

gaija do norte disse...

(e já agora desculpem ter comentado o post, sim?)

@na disse...

pois, eu ainda não tive essa parte do privilégio porque o apêndice mais novo tem ficado comigo. Mas acredita que não páro de pensar em todoooo o tempo que vou ter para mim quando forem os dois.
Acho que até vou fazer um balde de sangria... Ah desculpem a sangria não era nestes comentos. Sorry!

anda memo palerma disse...

jose paixao tá na coluna da direita do blogue, tóina...

shark disse...

E eu sou o Lone Ranger, patareca...

teresa disse...

olhem, hoje desculpa-se-me tudo... primeiro está por aqui um silêncio a que não estou habituada, e pelos vistos nem a Clara estava, que dorme desde que a irmã foi embora, depois falta-me a gajinha para ralhar tenho de ralhar com alguém...

Certo certo é que mesmo com uma em casa começo a perceber o que quer dizer férias.... minha filha, gosto muito de ti e essas coisas, mas entre os dias que passam menos mal, nós andamos do jeito que deus quer... e hoje nem fiz jantar...

Lone Ranger, isto hoje está lento, pareço um gajo... já faço um post a apresentar o novo...

@na disse...

(eu não sou de intrigas mas anda aqui alguém a ser agredida verbalmente... tóina, patareca...onde isto irá parar?)

humilde servo disse...

Ah, basta ela abrir mais os olhos para eu me encolher todo. Enquanto não abre eu pimba.
:)

Gabsna net disse...

Mais uma vez, o blogue! Quando eu venho comentar já estão todos a falar nem sei em quê... Como tenho escrito ando a praticar para as três semanas sem eles, em que estarão de férias com o pai. O silêncio é ótimo, e não cozinhar, e estar na net e sair e voltar quando me apetece... Ah, é bom!
E corações ao largo, que eles crescem depressa....

@na disse...

quando abrir ficas em transe!

gaija do norte disse...

noum, noum me botem o home em tránse outra bez!!!

@na disse...

gabsna, isto mais parece um fórum que um blog, a malta anda para aqui a saltar de comento em comento há procura de actualizações, sim porque com tanto post e tanto comento que não tem a ver com o postado não há memória que valha... é o granel.
Mas é divertido.
Acho que ainda não vos disse, mas já repararam concerteza: Gosto do vosso blog e vocês têm um espírito porreiro!
(a seguir deve aparecer um comento de um heterónimo "qualquer-coisa-espírito")

gaija do norte disse...

@na, desde que a teresa abriu as portas do burgo que o primeiro e o segundo, vá, até ao terceiro comentário ainda se consegue falar sobre o post. depois disso é quase impossível... existem excepções, mas por isso se chamam assim.

@na disse...

;))

em trânsito disse...

Elevo-me aos mais altos planos. Ommmmmmmmmm.
Em transe sobe-nos (desce-nos) o sangue à cabeça ou sobe-nos (desce-nos) a mostarda ao nariz?

@na disse...

agora fiquei confusa... ou estarei em transe com o Ommmmmmmmm?

transitário despachante disse...

Se a pessoa fica de cabeça para baixo a questão é pertinente.
Ou estás a aloirar por causa do convívio ca patroa da casa?

teresa disse...

ó petinga olha que essa ouvi e consigo responder... vê lá se vais parar à brasa antes de teres tempo de dar dois saltinhos pelo chão

@na disse...

"petinga"... é muito bom!!!!

:))

@na disse...

eu não tenho mostarda no cérebro daí achar que a mostarda não pode descer ao nariz se fizer o pino. Erradamente, achei que aos outros também não deveria acontecer.
De facto existem pessoas com cada coisa na cabeça...

gaija do norte disse...

pensando bem, acho que tenho mostarda no cérebro, e não preciso de fazer o pino para que a mesma me desça ao nariz! não preciso, não!!! se tenho mais alguma coisa, não sei, mas tenho a certeza que no desenrolar das vossas dissertações vou descobrir...

teresa disse...

e eu que achava que o mau feitio era um exclusivo meu... é tão bom sentir-me bem acompanhada...

@na disse...

Gaija: deve ser porreiro, quando fores comer um prego se não houver mostarda, basta espirrares...

Teresa: (não é mau feitio... é mau génio, e não deixes que te convençam de outra coisa) ;)

jaquinzinho disse...

(Fónix...)