Não sou menos que eles...

Ligar computador... ligar net. Não arranca... e uma, e duas, e três tentativas... já está.

Noticias do dia. Nada de especial. Abrir os pasquins que há sempre pano para mangas. Boa, está aqui uma que interessa. Preciso de uma foto e um título e está feito. Fecha com uma "etiqueta" a dar a bordoada final.
Vamos à cabra. O blog está aberto. Nova mensagem. Caixa de escrita na minha frente. Título, título... great, este fica a matar.
Esticar dedos, começar o texto. Copy da noticia. Paste da notícia. Copy do link. Paste do link. Despachado.
Dois ou três parágrafos para enquadrar. Sarcástica, aqui tenho de ser sarcástica. Eh eh, é suave, mas não perdoo.

Falta o quê? Margens. Sim, é isso, não formatei ainda o texto. Parece que está. Agora a foto. Google. Copiar para pasta do blog. Abrir o utilitário das fotos. Escolher tamanho e sítio onde encaixa. Perfeito. Carregar foto. Já está. Ajeitar texto. Tirar espaço que ficou a mais.
Pré-visualizar. Atenção teresa que não é real. Muda sempre quando se publica.
Fazer etiqueta. Já está pensada. Belo remate.
E agora, botão laranja. Clicar. Publicar. Chutar....trave!
Bolas! Saiu torto. Rápido, rápido. Retirar já post. Editar novamente. Parece que está bom. Publicar outra vez.......
Sacana!, o gajo defendeu...
M****. Aquele acento está ao contrário e o à é com h. Tirar já com a edição rápida. Clique no lápis por baixo do post. Control+D. Saiu do ar. Emendar erros. Control+P. Publicado outra vez.
Perfeito..... Golooooooooooooooooooooooooo.

É assim mesmo. Se a selecção tem treinos em directo, com público e tudo, porque não posso ter também?
E não se queixem que aqui, pelo menos, não pagaram bilhete para ver uma génia a trabalhar.

5 comentários:

zbeb@ disse...

...e....o que é que o meu post teve a ver com a vossa conversa??
Ora esta, junta-se no meu para conversar, quando o que aqui há mais são posts giros para o fazer

:P

teresa disse...

no teu há cerveja geladinha, aqui não...

JAKIM disse...

Gostei! G’anda máquina!
Só é pena o trabalho que deu aquela parte de

. . . ”Abrir o utilitário das fotos. Escolher tamanho e sítio onde encaixa. Perfeito. Carregar foto. Já está. Ajeitar texto. Tirar espaço que ficou a mais”. . .

para depois o boneco se parecer com aquele outro de má memória a que chamavam… emblema da mocidade portuguesa.

Claro que Teresa não tem culpa, nasceu mais tarde e o certo é que o “post” está uma graça.

teresa disse...

Ó Jakim, o outro não era mais azulado?
(e lá por ter nascido mais tarde...)

JAKIM disse...

Quis-me parecer que entre o “tal” emblema e o da FPF havia uma certa semelhança porquanto, ao ver este “postado” com tanto esmero no teu (seu?) blog , de imediato me ocorreu a imagem, ainda que esbatida, daquele outro. Foi uma associação, a bem dizer, automática. Descrevendo o “tal” emblema, direi:

Imagem constituída por dois quadrados sobrepostos simetricamente, um maior do que o outro.
No quadrado de cima, que é o mais pequeno, cinco quinas azuis sobre fundo branco. Na parte sobrante do quadrado maior e sobre fundo vermelho, aos cantos e três a três, 12 castelos amarelos; posicionadas às 12, às 3, às 6 e às 9 horas, quatro flores-de-lis (?) de cor verde.

Para quem só tinha uma ideia esbatida do dito emblema até me saí muito bem, não saí? Razão da minha inesperada recuperação de memória: Wikipédia+Mocidade Portuguesa e lá estão, escarrapachados e vermelhos (o vermelho é a cor que ali mais salta à vista…) os emblemas da MP. Emblemas, assim, no plural, porque os meninos tinham um e as meninas tinham outro, não fosse haver alguma emblemática e recíproca aproximação de uns e de outros e ir por água abaixo a segregação sexual imposta por Sua Excelência e benzida por Sua Eminência, tudo “A Bem da Nação”, como era de rigor.

Ter nascido uns bons anos mais tarde do que eu é não ter que carregar com estas memórias.

Saudações sem o braço direito estendido.