Ganhar o dia.

Quando um gajo abre um sorriso lindo, derreto-me. Se esse sorriso é por me ver, as minhas pernas tremem. Se corre para mim e me abraça como se não quisesse largar mais, o mundo pára. Se é lindo e meigo e ri com gargalhadas altas e soltas de felicidade pura, eu estou no céu.
Chegou o Lee. Enorme. Não me lembrava dele assim. Não o via há meses e o tempo não perdoa. Já tem 3 anos, mas continua a ser o bébé mais bonito do mundo. E o que grita mais alto, também...

6 comentários:

babysitter disse...

Ah pois é o filho da babysitter(eu) esta cá...as saudades já eram muitas,o verão chegou e a malta começa a chegar falta ver tambem a quem calha este ano o LEE tratar po pai..(não que o verdadeiro pai dele não o conheça muito plo contrario posso aproveitar e dizer que sou uma mãe"solteira"cheia de sorte,escolhi um bom pai bastante presente e que fica com o LEE sempre que quero)é que o reguila no ano passado resolveu tratar alguem por pai...Não sei talvez era da altura,ou do tom de voz....enfim...famos ver ahahah

teresa disse...

O ano passado muita gente andou a chamar pai à pessoa errada...até as filhas do próprio...
Tu não me piques, ó baby sitter...

babysitter disse...

ups...

teresa disse...

assim é que gosto, caladinha, que tu falas, eu respondo e depois sabes como é - inferno garantido... ( eheh, lembras-te de como fomos cabras mesmo? e sempre de serviço... era só vê-las passar, sem apanharem nenhuma...)

babysitter disse...

ui ui foi mesmo.......bem e aquela do:
OH TERESA HAI AI UN CAFÉ?
Sentada á homem a perna direita po cima da esquerda sem ser pernas cruzadas se bem que nunca vi aquela "mulher"saber cruzar as pernas como nós!como gaijas!Mas se perguntarem como se cruza a perna á gajo ela sabe-o muito bem...

teresa disse...

ups