Eramos jovens

Desde as mudanças que ela estava lá quieta no canto da sala. Penso mesmo que este ano ainda não tinha sequer visto a luz do sol, com eventual excepção do 1º de Janeiro (o dia, não o jornal), já não recordo bem.
Hoje de tarde deu para durante algum tempo ficar no sofá a ver notícias do mundo e do dia, e naquele instante do zapping entre a SIC Notícias e o Eurosport olhei para trás da TVbox. Levantei-me e resolvi trazer a Miquelina para o meu colo.
Saiu do saco e veio colocar-se sobre a perna direita que é como me dá mais jeito. Eu sei, esta é uma posição errada, mas que querem... aprendi assim e acho que tão depressa não passo para a esquerda, até porque não tenho o apoio e sentado não uso o suporte.
Os bordões pareciam um pouco baixos o que dificultava a tarefa seguinte da afinação e, meus caros, já é muito antiga a desistência de acertar com o Lá só de ouvido (o A4 de 440Hz). Qual o truque então? A ressonância claro.
5º trasto
5º trasto
os bordões já estão
5º, 4º, 5º... ok até não soa mal de todo. Está afinada mas parece muito baixa (o que não é critico que a voz ainda é mais baixa). Deixa lá experimentar...
"Meu olhar(lá-) perdido (dó)..." meu olhar (lá-)... meu olhar (lá-) ... música em lá menor que me ajuda quase sempre a verificar a tonalidade. Até que não está mau.
"...pousou (sol) sobre ti (lá-)...", pois parece que está bem sim, soa como era costume. ERA costume.
Conheço tão bem esta música... tem o quê, 22? 23 anos? mais? já??!! pois, na altura não havia msn nem blogs nem tanto que fazer. Os estudos davam alguma folga, os livros e o basquete também, e a viola era muito mais usada. Eramos jovens e os sentimentos também passavam por aí, pegar na viola e compor.
Saíram duas ou três giras, mas das músicas que fiz sózinho esta é sem dúvida a que recordo melhor. Balada em tom menor. Canção de amor? Na areia, como diz o poema? Talvez por isso, talvez por ter sido naquela altura, talvez por outra coisa qualquer. Muitas mais perderam-se e algumas também eram giras, ou se calhar ainda estão lá, no canto, ao cimo à esquerda da memória. "... e eu (mi) te sorri (lá-)".
Eramos jovens...

7 comentários:

gaija do norte disse...

não eramos, somos! só temos mais idade...

teresa disse...

e bom aspecto não nos falta.

O Santo disse...

cotas....

gaija do norte disse...

Está caladito... és de longe o mais velho de todos nós. Andas a enganar, mas és! Já não se fazem santos há séculos...

E a Miquelina? Já voltou a sair do canto?

teresa disse...

Eu sou santa. Garantido. Novita, mas santa.

gaija do norte disse...

Tu sim, tens mesmo ar de santinha...
(já tens santinhos para distribuir ou és mais madeixas com lacitos de seda?)

O Santo disse...

A Miquelina tá boa obrigado, mandou um Si#7 para vocês, santas.