Eu, abaixo assinada...

Declaro que...

Há mais de uma semana que nem olho para o sitemeter do Cabra. Sim, gosto de saber que nos lêem, que mesmo que não o digamos somos todos Marylins e gostamos de aplausos (e de diamantes também, pelo menos eu gosto, não sei se já tinha referido este pequeno pormenor mas como nunca sei quem me lê e pode-se dar o caso de, pois, mando a morada se quiserem...), mas mais, muito mais do que isso, gosto de quem encontrei por aqui. E falo de comentadores, uns "menoz" anónimos que outros, de leitores, e são muitos mais do que imaginei quando me fiz à vida, mas falo sobretudo das gentes que aqui escrevem.
Este blog tem menos de um ano e a minha vida foi mudando todos os dias com ele. E os meus dias, hoje, são muito diferentes dos meus dias de há um ano atrás. E são muito mais ricos. E mais divertidos. E mais felizes.
Acho que já todos sabem que sou cliente antiga da blogosfera. Antiga mesmo. Entrei por aqui dentro como entrei em muito mais coisas da minha vida - cheia de curiosidade e sem grandes travões. Fui descobrindo este mundo e fui atrevida, fui "pespineta", fui tudo o que me apeteceu ser. Calcei saltos altos e enfiei chinelos, descobri novas linguagens e fiz palavras novas, mergulhei no mundo de outros e fui outra no meu mundo. Fui.
E agora sou. Agora acertei os meus ponteiros e apesar de continuar a ter centenas de blogs na minha lista de favoritos, não leio mais que meia dúzia. Ou dúzia e meia. Os meus. Os cá de casa. Porque, cinco ou seis anos depois que até a conta já lhes perdi, tudo se resume a isto - um sorriso de orelha a orelha, muitas gargalhadas soltas por aqui, gente que passou a estar mesmo que não estando e um frenesim nos dedos que me leva a atirar não sei bem para onde nem para quem o que me vai cá dentro ou o que me apetece que vá.
Mas aqui, na frente desta janela onde escrevo o que nem sei como acaba, sei que a minha vida, esta vida, a da camisola castanha, calças cremes e botas de cowboy, está muito mais rica e muito mais feliz desde que vos encontrei.
E vocês, cada um de vocês, sabe do que estou a falar.
Obrigada!

59 comentários:

gaija do norte disse...

sei muito bem!
obrigada!

Anônimo disse...

Parabens pelo resultado. Eu acho curioso que os blogs são um pouco o que os jornais eram há 30 anos quando comecei. Sabes que só comecei a ver a minha poesia a sério depois de ter tido um poema publicado no Diário Popular? Um beijinho e força!
a) J.C.Francisco

shark disse...

Basta andar o tubarão na blogosfera para se instalar a alegria em cada lar.
Gosto de saber que também contribuo com o meu quinhão para essa tua forma simpática de entenderes a blogarice, cabra-mor.
:-)

@na disse...

ai Cabra mãe... poes-te com as lamechices e eu fico logo com a lágrima no canto do olho... vou buscar um kleenex que eu não sou como uns e outros...

Gabriel disse...

Teresa

É a primeira vez que aqui comento mas leio-a todos os dias, a minha vida já não é a mesma sem si, Teresa!! Sigo o seu blog diariamente e aproveito o dia de hoje para lhe deixar umas modestas palavrinhas (comparadas com as suas que são de uma inteligência e de uma coragem que me perturbam todas as vezes que a leio. Você (não se importa que a chame assim, pois não? É que já sinto o meu coração transbordar de carinho por si, a mulher que eu devia ter conhecido). Depois da minha esposa ter abandonado o nosso lar e ter-me deixado com as minhas duas filhas pequenas, criou-se dentro de mim um vazio enorme até o dia em que tropecei no seu maravilhoso blog. A Teresa é mulher de fibra e tinhas as mesmas dificuldade que eu mas uma força divina que eu desconhecia nos humanos. E foi em si que me agarrei e neste blog que arranjei forças. E nesta mulher inteligente, bondosa, divertida, carinhosa, com um coração cheio de amor.
Admiro três mulheres em Portugal: a Dona Dolores Aveiro, mãe do nosso Cristiano Ronaldo, também ela mulher de muita coragem que criou os seus filhos sozinhos, a nossa Mónica Sintra, mulher sofrida e mal tratada pela vida e a Teresa. A Teresa reúne as melhores características destas mulheres mas consegue ter ainda mais fibra e ser mais inteligente. Só mesmo num país governado por incompetentes é que não há lugar para a Teresa na política, ou a tomar conta das crianças da Casa Pia. É uma pena. Era ver o país a avançar com a delicadeza e força com que leva a vida.
Peço desculpas se me alonguei nos elogios, sou um homem simples que tal como a Teresa às vezes deixa falar o coração.
Aproveito para deixar aqui uma palavrinha José do Carmo Francisco, um grande escritor que admiro muito. Fazem falta mais escritores como o senhor. Portugal está cheio de vaidosos que julgam que por saber escrever umas palavras complicadas já são escritores. O senhor tem uma carreira sólida que eu acompanho com atenção.

Um beijinho para si Teresa

teresa disse...

Gabriel, você é é parvo?

teresa disse...

Só por curiosidade, Gabriel.

Gabriel disse...

Teresa

Não percebi. Que raio de pergunta!! Se eu gosto de sexo oral? Sou uma pessoa simples e só deixei falar o coração. Peço desculpas se a melindrei. Compreendo que a Teresa possa ter ficado assim sem jeito mas não a ofendi. E não esperava isso de si.

Gabriel disse...

Teresa

Lamento que tenha retirado a Pergunta “ Gabriel, gosta de sexo oral?” depois dos meus elogios.
Lamentavel as suas atitudes. Foram só uns elogios sinceros. Passe bem.

teresa disse...

Pois retirei Gabriel, mas não foi por pudor, foi só porque achei que não ia perceber...
Mas se quer pergunto outra vez, Gabriel, gosta de sexo oral?
Sabe (ou sabes, que nesta coisas nunca se sabe, para um comentário tão sentido como o seu só mesmo uma resposta sentida também.) Gabriel, obrigada por todas as suas palavras, fico encantada quando encontro do outro lado do espelho leitores assim. E, já agora,gosta de sexo oral? É que estamos com umas dúvidas por aqui e o Gabriel poderia ajudar com uma opinião isenta.)

@na disse...

11

Gabriel disse...

Desculpe mas acho a sua pergunta despropositada e desrespeitosa. Não estou habituado a isso. Como já lhe disse sou um homem simples, vivi sempre no Funchal e apesar de agora possuir alguns bens e uma vida desafogada, em miúdo andava pela rua e comi muito pão que a Dona Dolores me deu, minha querida vizinha!!
Achei que a Teresa era uma mulher justa e sensível e que não ficaria melindrada com um elogio sincero, sem segundas intenções, garanto-lhe.
Até posso compreender que os meus elogios a tenham assustado, afinal não me conhece de lado nenhum, mas foi o post da Teresa a falar das alegrias que têm tido neste blog e do quanto isso lhe acalenta o coração, que me deu motivos a ser tão espontâneo.
Mas, Teresa, tratar mal um homem que vive o seu blog como se fosse a minha sala de visitas cheia de amigos, fazer perguntas ordinárias, apagá-las, substituir por “você é parvo “quando eu nunca lhe tratei mal, é feio, não se faz e não esperava isso de si. Desiludiu-me. Foi pena.

teresa disse...

Gabriel, quer casar comigo?
É que, garanto,nunca tinha encontrado um homem assim. Ou uma pessoa, que nem nisso sou esquisita.
Já agora, e porque é "cá da casa", posso dar-lhe um conselho?
Aí vai, mesmo sem sutorização - Get a life!
Pois, Gabriel (nome giro, um dos três Arcanjos, não é?)tenho muito mau feitio, mas sendo o Gabriel meu leitor assiduo já o deve saber...

Gabriel disse...

Peço desculpa se a incomodei. Foi um impulso.Realmente como leitor do seu blog sei que a Teresa tem mau feitio mas julgava que era só diante de quem lhe quer mal. Compreende que não lhe desejo mal nem agora que me ofendeu quanto quando vim aqui de coração aberto dar-lhe um elogio.
Get a life é um bom conselho. Realmente tenho passado aqui horas e horas, nos últimos meses a acompanhar a vida de uma pessoa que admirava, com quem cheguei a sonhar. Não sou da casa, infelizmente, parece que só a esses é permitido elogiá-la aqui no blog.

Gabs disse...

Bem, mas quem é esse?
Não me parecem elogios...

Bjos
Continua
T começo o dia a ler isto. Sempre anima.

asas de portugal disse...

Mas o rapaz tem razão e de parvo não tem nada. Arrastar a asa à chefa é privilégio exclusivo dos rapagões da casa e os de fora têm que respeitar as normas em vigor.
Ah pois têm.

Anônimo disse...

Os açores são uma praga que te perseguem.

Anônimo disse...

Os açores são uma praga que te perseguem.

sumaca disse...

Ok. Ele há coisas do caraças... Ainda estou á procura do termo correcto para qualificar... bom, enquanto q procuro... só para lhe dizer: grande Teresa! Desconfio sempre dos q se autodenominam de "pessoas simples". Já agora, Açores? o Funchal é na Madeira...

@na disse...

se calhar já não é sumaca, mudou de ilha, fartou-se do Alberto João e arranjou uma nova vida

teresa disse...

Se não arranjou bem que pode arranjar que deve ter uma muito triste...
Bom dia!

O Santo disse...

bem, eu sou uma pessoa simples e até ia elogiar, mas agora fico na dúvida. E tb admiro mto a irmã do Ronaldo, e uma das namoradas dele, acho que aquela do meio de Setembro.
(e pq aos da casa nunca perguntam os gostos??? ora bolas...)

Gabs disse...

Olá, então esse Meo, já vês mais TV assim? Eu vejo cada vez menos.

Anônimo disse...

- este arcanjo é madeirense, não misturem os Açores com a Madeira. Nem o Cricri Ronald com o Pauleta, bolas. Sou açoriano e não gosto dessas confusões, só isso. Mónica Sintra e D. Dolores ??? Piroso da treta !

teresa disse...

Pois é anónimo mas apanhou-me de esguelha e pronto, digamos que saiu logo a artilharia pesada... e talvez nem fosse preciso tanto!

Opinião de quê?

Anônimo disse...

só tenho 10 segundos mas amanhã estou cá

joz

shark disse...

Olhó z! Atão pá, infinitos, infinitos e nunca mais dás com o fim à cena...
:)

teresa disse...

ó shark, a cena é infinita, não percebes nada de matemática... :))

olhá esperta das dúzias disse...

Tava a trocadilhar, chefa. Posso?

teresa disse...

Desde que não me trocadilhes por outra, podes!

repórter estrábico disse...

Jamé!

teresa disse...

Olha, lá fizemos mais uma jura de amor infinito...

Anônimo disse...

Teresa: acontece aos melhores. Aí o teu quase vizinho tinha uma gira quando não gramava uma coisa - Safa!
a) JCFrancisco

Gabriel disse...

Teresa
É lamentável que a Teresa e os seus amigos tivessem reagido tão mal ao que eu disse. Normalmente isso é indício de pessoas que estão mal habituadas a elogios. Sou uma pessoa simples sim, mas ao contrário dos seus amigos sei que o Funchal é na Madeira e não nos Açores. E também sei que todos são merecedores de respeito, coisa com a Teresa não me tratou e ainda permitiu que os seus amigos me achincalhassem.
É lamentável que a Teresa ache que eu tenho uma vidinha triste, quando afinal as minhas noites não são muito diferentes das vossas: leio-vos e rio sozinho na ausência de companhia.
É lamentável que a Teresa não perceba que tudo é efémero, incluindo e sobretudo este pseudo estrelato.
É lamentável, Teresa que eu tivesse em si um ídolo e a Teresa tivesse não soubesse lidar com isso.

Gabs disse...

Eu não sou uma pessoa simples. Na verdade até me gabo de ser complicada . E não vejo grande estrelato em ser anónima e escrever num blog na net. Nem quero. Isto devia ser a chefe a dizer, mas digo eu, que penso assim.

Anônimo disse...

ó cabrinha, não andei a ler lá para trás, mas o Gabriel ficou um pouco triste e escreveu bonito ali em cima,

não ligues pá, aqui primeiro dá biqueirada mas depois dá muitas beijocas

linda, dá-me mais um dia meio in meio out que só hoje dispara uma bomba de beleza, para variar

e tenho cá amigo para massajar que ia esturricando os neurónios

O Santo disse...

eu sou... simples. mas tb sei onde é o funchal. e considerando-me amigo nao acho que achincalhei ninguem (se bem que o "... tivesse não soubesse.." até permite isso). Mas continuo a gostar do post e a brincar nos comentarios. É algo de errado?

shark disse...

O Gabriel é uma alma pura e simples, a malta é que não sabe dar o devido valor à Mónica Sintra e depois confunde elogios com chico-espertisses da treta para endrominar o resto dos fãns.

shark disse...

(Eu, por exemplo, dou imenso valor à cançonetista em causa. É péssima actriz mas é muito boa no lado oposto.)

teresa disse...

O Gabriel é um anjo, desculpem, arcanjo, cheio de pureza, simplicidade - é que é tão simples que nem gostaria de ter sido reconhecido - e, acima de tudo, com o dom da ubiquidade. Está em tantos sítios ao mesmo tempo que só pode mesmo ter asinhas...

teresa disse...

Olha, afinal até somos parecidas... é que representar sei muito pouco, que tenho algumas dificuldades em fingir algumas coisas, principalmente em fingir que sou parva, e o meu melhor lado também é, sem dúvida, o oposto...
Volta Gabriel, estás perdoado que o Shark abriu-me os olhinhos e afinal tens toda a razão...

Anônimo disse...

... Depois de toda esta história "angelical" ainda vou a tempo de dizer que também vos leio todos os dias? e que me farto de rir com todas as voltas que dão aos assuntos... Sou maçarica na blogosfera e tenho travões por todos os lados, ando a tentar soltar-me... Vou dando notícias... Bjs para todos

Gabs disse...

Desde que ele se conserve no Funchal. Por mim pode postar.

teresa disse...

Anónima, sempre a tempo quem vem por bem. E os travões dá-lhes folga que por aqui é bem mais engraçado quando se perdem.

gabs, postar pode, alás parece-me que postas são mesmo a especialidade...

gaija do norte disse...

postas bacalhau? ora aí está uma boa ideia para o jantar! muito agradecida.

teresa disse...

Eu vou aquecer o resto do empadão... (faz refresh, gaija...)

air conditioned disse...

(Se não conseguires fazer refresh, Gaija, fala comigo que eu sopro-te toda até ficares mais fresquinha do que os legumes e vegetais do Bulhõe).

gaija do norte disse...

(esta chefa está impossível! fiz refresh, li e comentei!!!)

teresa disse...

ahahahahahahah

O Santo disse...

(psiu, gaija... eu nao queria dizer isto em publico, mas estou convicto que é da idade... melhor desculpar)

teresa disse...

Mas eu tinha dito primeiro... e viste a etiqueta, viste? Pois!!

(santo, disseste alguma coisa?)

O Santo disse...

e ja nem consegue ler/ouvir os meus comentarios. tadita, ainda pior que o que parece....

teresa disse...

Marcel Marceau, boa? Nunca se sabe se assim não percebo melhor...

gaija do norte disse...

ò senhor do ar condicionado, eu dou-me mal com esses aparelhometros... e não é bolhõe, é bolhão (quando muito bolhãoe)

corpo discente disse...

Tenho tanto para aprender contigo...
Que mais matérias iremos estudar a dois depois de devidamente corrigida a pronúncia?

gaija do norte disse...

só para corrigir o sotaque vão decorrer décadas...

O Santo disse...

MM? naaaa isto é so um creme hidratante e rejuvenescedor amaciador revitalizante e adelgaçante q uso uns dias para embelezar. 2 motivos:
1 - embelezar pq é unica alternativa
2 - tive queixas de arranhar

teresa disse...

Ai tu tens queixas?? Pensei que era tudo como Deus com os anjos... ou os santos, neste caso.

edito estrelas disse...

Nem penses nisso. O que é preciso é dedicarmo-nos por inteiro ao estudo da língua.