Crianças são assim, vêem o papão em todo o lado.

As Forças Armadas americanas têm um departamento que se dedica a analisar software potencialmente perigoso usado na net e nos telemóveis. Até aqui nada de mais que percebo que o façam. E também percebo que digam num seu relatório que os mapas baseados em localização por GPS ... (são) potencialmente perigosos para a segurança dos EUA. Para os militares americanos, as organizações terroristas podem usar estas tecnologias para coordenar ataques.

Mas, para além dos mapas por GPS, analisaram também o Twiter um site comunitário grátis que permite enviar mensagens curtas de forma muito rápida (os "tweets") para vários utilizadores, amigos ou desconhecidos, com informações sobre o que se está a fazer ou para chamar a atenção para alguma coisa.
O Twitter, acrescenta ainda o relatório do exército americano, já é usado para "apoiar ideologias extremistas" e pode vir a ser usado, combinado com uso do GPS em telefones móveis, para "montar embuscadas ou detonar explosivos".


Muito bem, temos portanto um aparentemente inóquo site social, o Twiter, a facilitar a troca de mensagens entre perigosos marginais. E quem são eles? Está lá, no tal relatório:

3 comentários:

Anônimo disse...

Atenção que emboscadas é com «o» não é embuscadas. O título de um dos meus livros é «As emboscadas do esquecimento»
Um abraço JCFrancisco

teresa disse...

JC Francisco,

Obrigada pela correção mas, infelizmente, o erro não é meu. Limitei-me a fazer copy/paste de uma notícia do JN e era assim que lá estava escrita a palavra. Parece que estão a precisar de um corrector ortográfico...

Anônimo disse...

Pronto tudo bem em Santarém. continuo à espera do ponto da situação sobre o poema. Logo que possível agradeço luz verde...
JCFrancisco