O Mundo ao contrário.

Chuva. Trovoada. Sem luz. Sem água - ah, pois!... isto é campo e a água vem da cisterna com a bomba... - mas, maravilha da técnica, com computador e internet e telefones. Enquanto as baterias não se forem, claro.

3 comentários:

gaija do norte disse...

eis que a cidade cinzenta se apresentou cheia de sol e muito calor!muitas vezes, é muito bom viver no norte.

Anônimo disse...

o estranhamento é um conceito russo, imagina,

eu também não sei o que os deuses querem de mim,

mas entretanto fui buscar um vídeo de transformers que sou gamado naquilo, fico puto outra vez

bjo

Gabs disse...

Caiu cá uma chuvada, ah pois foi, praí às duas horas. Eu estava em casa da minha mãe e ouço uns trovões, e um barulho contínuo, e dali do 9º andar, via a chuva cair que nem cordas, nos Olivais. Fui à janela ver se o carro não ía nalgum rio, rua abaixo, mas parece que estava bem travado.