Se não os podes vencer junta-te a eles.

Essencial é escolher bem o "eles" que nos podem servir de encosto. Aqui pelo Cabra escolhemos o melhor.

José Mário Branco entende que a internet é "um instrumento maravilhoso" mas "os tubarões já começam a querer controlar o peixe-miúdo", avisa.

(...no dia em que a blogosfera tiver livro de estilo e alta autoridade, encostada ou não, eu não brinco mais...)

11 comentários:

Rachel disse...

Nem eu, livra!

shark disse...

Este tubarão nem o peixe-miúda quer controlar.
Basta-lhe desbundar (e de forma descontrolada, se tiver que ser)...
:)

teresa disse...

Tu és mais para o enrola... (no bom sentido, poius claro...)

Emiele disse...

Nããã....
Não acredito.
De vez em quando vêm com essas coisas, mas não passa.

teresa disse...

Espero bem emilie mas não sou assim tão optimista... olha o que aconteceu com a rádio.

sem-se-ver disse...

não terá, teresa... não é possível controlar esta coisa... (não viste o que aconteceu na caixa de comentários lá de baixo? :D

teresa disse...

se-ainda-te-vir, podemos conversar daqui a uns tempos?

O Santo disse...

por acaso tb acho que esta podem controlar, mas aparece qq coisa ao lado, nem que seja pirata, incontrolavel...

teresa disse...

Depois diz onde que estou interessada de certeza... (e até que enfim alguém razoável... é claro que isto vai ser controlado...)

sem-se-ver disse...

querida teresa,

falemos então a sério :-)

1. controlado? já é. e não falo do 'parental control', que controla muito pouco; falo do 'state control', que controla imenso (vide China, exemplo máximo, e pj's em acção, em exemplos mais restritos)

2. controlado? já é. não recordo qual foi o tribunal, mas lembro-me (e vós também, colocaste-o aqui, não foi?) que interditou / mandou o blogger encerrar um blog tuga que dizia mal do presidente da câmara da póvoa do varzim.

3. controlado? já é. desde que a aol foi comprado pela time warner, acontecendo assim uma das maiores fusões de que há memória no campo empresarial dos media & associated que, por sua vez, nos dominam a todos.

mas, por outro lado:

a) controlado? não conseguem. os parental control são (infelizmente) inúteis, e os state control, adversário mais difícil, é certo, são igualmente contornáveis (daí que os dissidentes chineses acabem mesmo por ter voz, por exemplo).

b) controlado? não conseguem. e o senhor tuga lá criou acto contínuo outro blog onde continua a desancar no seu presidentezinho da câmara.

c) controlado? não conseguem. nem que seja porque outros peixinhos se juntam e armam-se (ou disfarçam-se) em tubarões (vide google, que até a desfeita de lançar um aparelhómetro concorrente do iphone teve a lata de fazer...).

dito isto, o que quero dizer com isto?

que mesmo que chegue o dia em que a net tenha «livro de estilo e alta autoridade», eles serão tão inúteis quanto são, hélas, até nos próprios jornais, quanto mais num mundo inesgotável e indomável como o do www...

a sério.

o que não implica que não haja 'livros de estilo e alta autoridades' nas nossas próprias cabeças, desde que por tal se entenda (e eu só lhe estou a dar tal significado), regras de civilidade, cortesia e bom-senso seja no que postamos seja no que comentamos. seja no que optamos por não responder, também.

O Santo disse...

oculta, mas é mm isso q eu acho. as fugas sao mais q mtas