E eu a dar-lhe...

Em Itália uma mulher vai ser fecundada com esperma do marido que se encontra em coma irreversível. Segundo a notícia do JN o homem, de 35 anos, tem um tumor no cérebro e a doença foi mais rápida que a vida - foi-lhe diagnosticada há um mês, precisamente na altura em que ele e a mulher tinham decidido ter filhos.
Severino Antinori, o polémico ginecologista italiano que se especializou a "engravidar" mulheres com idade para serem avós, ofereceu-se para dar uma mãozinha, o Tribunal autorizou a recolha do esperma e parece que vão todos ser felizes.
Todos?
Não. Uma pequena aldeia resiste ainda e sempre aos invasores. O Vaticano, pois claro, não está de acordo e já o fez saber.
Confesso que fiquei curiosa. O que estaria errado desta vez? Aqui, ao contrário da Eluana, ninguém queria tirar a vida sagrada mas dar-lhe a possibilidade de crescer e se multiplicar. Mas pronto, tinham de dizer qualquer coisinha, isso já seria de esperar. E disseram. Disseram isto:

"O que se está a preparar é ilegal porque é necessário o acordo dos dois pais para a procriação. Neste caso, o marido é considerado como um mero reservatório de células", criticou Elio Sgreccia, presidente de honra da Academia Pontifícia para a Vida, citada pelo Corriere della Sera.

Ora muito bem ó Elio, queres então dizer que se uma mulher for violada pode e deve abortar? É que parece-me que nesse caso também não há acordo dos dois pais para a procriação e, como percebes, a mulher não é só um mero reservatório de um útero ...
Caramba, nos últimos tempos não acertam uma. Cada declaração da Igreja é melhor que a anterior!

15 comentários:

Visconde de Vila do Conde disse...

Teresa, e se nos constituíssemos como agência de comunicação do Vaticano?

(Estou cheio de ideias...)

teresa disse...

Não posso, Visconde. No Vaticano só querem mulheres para os outros.

Gabs disse...

Teresa, precisas de falar? É que isto da Igreja...é como dizes , e ela a dar-lhe...

shark disse...

Ah ganda Chefa!
:)

Vekiki disse...

Podes crer...porque será que não contratam um assessor de imprensa que os aconselhe no que devem e não dizer? É que assim não há pachorra! Não há água benta que lhes valha...nem a nós para os aturar!

Anônimo disse...

esta não tem a ver com a igreja mas é uma tristeza, não?

mas também não sou eu que vou criticar

Anônimo disse...

Em Setembro de 1998 fui a Bologna e dei uma saltada a Veneza por um dia. Vi padres vestidos como em Portugal nos anos 40, com as batinas até aos pés e chapéus pretos. Parecia um filme com o Totó. O meu amigo Manuel Simões disse que não era só na roupa que eles tinham parado no tempo. Há malta que tem os pés no século XXI mas a cabeça no século XIX. a)JCFrancisco

teresa disse...

Gabs, deixa lá. Já tenho um confessor.

teresa disse...

1,60, Shark querido.

teresa disse...

Veikiki, para assessor de imprensa já têm a candidatura do visconde e acho que ficavam bem servidos.

teresa disse...

Z, não sei se será uma tristeza.
Fui ver a noticia. acho que é coerente com a vida dela. Se viveu a vender-se morre a vender-se. Triste é haver mercado para tudo isso.

teresa disse...

JCF, há malta que não tem os pés em chão nenhum. Esse é que é o grande problema.

Emiele disse...

Como sempre (quase sempre) em completo acordo. A coerência não é o seu forte, ou seja, digamos que são coerentes com o que for tradicional e ponto parágrafo, Inovações não vale.
E já agora, deixei-te um desafio lá no meu blog. Tenho ideia de que ainda não tinhas entrado nesta roda, e imagino que pode sair alguma coisa engraçada...

Gabs disse...

Confesso que só li agora o post todo. Olha, é mesmo, têm sempre de dizer qualquer coisa contra.

O Santo disse...

again and again...

não se está a falar do respeito pelo individuo??