O Rapaz do Pijama às Riscas

Bruno é um rapazinho alemão que vive em Berlim. O pai é nomeado comandante e vai para o novo emprego. A família muda-se para leste, para uma região fria e feia. Da janela do seu quarto, vê uma estranha paisagem, muito diferente das ruas de Berlim. A perder de vista, por trás de uma vedação de rede, vêem-se casas de um só andar, soldados e pessoas de pijamas às riscas e fumo, ao longe. Parece que se chama Acho-Vil.
Sem amigos, Bruno decide explorar o campo, por fora e longe, junto da rede, conhece um rapaz da sua idade, Schmuel. Que sorte que ele tem, ali vivem centenas de rapazes como ele, e pode usar um confortável pijama em vez das roupas apertadas e botas...Schmuel é magro, e Bruno leva-lhe comida.
Até que um dia Bruno decide passar por baixo da rede, para explorar aquela aldeia e ajudar o amigo a encontrar o pai, que desapareceu. E veste um pijama às riscas.

12 comentários:

Iceman disse...

Grande filme.

A parte final é chocante e realça, de uma forma brutal, a insanidade dos Campos de Concentraçao e da soluçao nazi para os judeus.

Gabs disse...

Li o livro ontem, de uma só vez, é de John Boyne. O que me impressionou foi tudo ser contado do ponto de vista da criança, que pensa que "Heil , Hitler!" é outra maneira de dizer " Bem, então adeus,e tem uma boa tarde."

Vekiki disse...

tenho o livro há um ano e ainda não lhe peguei :(
tenho que o ler!
Bjs

Anônimo disse...

eu dantes achava ridículo que eles só conseguissem prevêr o tempo a prazo de três dias, mas agora depois de andar a olhar as animações por satélite já acho até milagre,

Anônimo disse...

mas olhem fui ver e prevejo Sol para a tarde, deixa cá ver se acerto, porque pela janela só prevejo chuva

Gabs disse...

Eu também o tive em casa uns tempos, desde o Natal, pois pensei que era mais uma história sobre os campos de concentração. Não é deprimente, parece uma história de crianças e tem capítulos assim "O pontinho que se transformou num vulto que se transformou num rapaz"

Anônimo disse...

(portanto isto da janela é mais fiável que o satélite ou então parou tudo ali)

Gabs disse...

Mas não devo ser capaz de ver o filme, os dois últimos capítulos...

Anônimo disse...

(quem espera sempre alcança)

Gabs disse...

Eu às vezes vejo um solzito da janela, mas quando saio, tenho de levar um casaco anti-vento e já fiquei sem a minha sombrinha branca de folhinhos, pois foi incapaz de me levantar do chão e partiu as varetas todas.

teresa disse...

Mau... era sombrinha ou guarda chuva?

Gabs disse...

Era um guarda chuva branco com folhinhos, era mesmo mimoso...
Já basta o kispo, as botas, tenho de pôr algo mais feminino. Agora tenho de pôr uma boina gira.