Deviam era fazer-nos o almoço.

Isto não há dúvidas que um gaijo dá-lhes rédea solta e começam logo a explodir em fúrias quase animais despejando sem freio torrentes de palavras terríveis.

São terríveis são, sobretudo com aquele ensurdecedor tom agudo que assumem esganiçadas quando os seus feitios cinco estrelas descolam do firmamento para aterrarem nos tímpanos de uma pessoa. E têm a mania que sabem fazer contas, mas um gaijo é que tem que lhes ensinar com quantos paus se faz uma canoa.

Fazem gala em partir-nos a tola mas acabam sempre por se concluir gente mansa. E não são nada rancorosas, ora essa, ou vingativas, Deus as livre, ou mesmo capazes de perderem as estribeiras por dá cá aquela palha. Burros, é o que somos, por lhes permitirmos estas modernices contestatárias que os nossos avós tiveram o bom senso de as deixarem sem tempos para irem a outros arquivos que não os das tarefas a executar e sem fumfum nem gaitinhas.

Até já fumam, as gaijas! Como é que deixámos chegar as coisas a este ponto, digam-me lá? Eram ou não muito mais comedidas quando, duas ou três gerações atrás, engoliam em seco e sorriam (mesmo que por dentro lhes fervesse uma alma de Lucrécia Bórgia)?

Pois é, tudo muito bonito isto da emancipação feminina e o camandro mas elas agora se for preciso deixam-nos a braços com a refeição por confeccionar ou a passarmos fominha de cão porque acabaram as latas de conservas.

E ainda se dão ao luxo de gabarem o beneplácito da sua alegada paciência para com a nossa (legítima e ancestral) tendência machona que nos dá tanta graça e nos revela tão multifacetados na arte de domesticar os canídeos que nos soltam às pernas, agora que perdemos o ensejo de amansar sem apelo as feras.

Resta-me referir que este post foi publicado por um tal de Shark, mas quem o escreveu fui eu, José Heterónimo Simões, um gajo que não se inibe de coçar os… joelhos em público nem alinha nas mariquices com que o peixinho dourado lhes dá tanta cúnfia.

JHS, um mangas da velha guarda.

86 comentários:

gaija do norte disse...

cumé? tás com fome? não te deram de comer? fumaram um cigarrito e adormeceram depois de algum episódio em particular? ancestral é esse neurónio movido a fogo de palha que transportas e sabes não ter utilidade nenhuma!

(usas óculos, jhs?)

J Heterónimo Simões disse...

Olha lá, ó atrevida, tens alguma coisa a ver com isso? Mas qual episódio? O da novela das sete que te pões a ver em vez de cumprires as obrigações na cozinha?
Eu dizia-te o que transporto e até te explicava a utilidade todinha, tás a ver?

(Não uso, não, pelo que não te arriscas a parti-los...)

escarlate.due disse...

oiça (neste caso leia, se souber, é claro) carissimo, vá mas é fazer o jantarinho que eu já almocei!



oh Gaja, desculpe lá mas... acha mesmo que aquela coisa tem capacidade para episódios particulares??? oh santa ingenuidade a sua :P

J Heterónimo Simões disse...

Olhamésta...
Eu vi logo que iam dar à costa as mais arrebitadas...
Escute, ó colorida, o jantar eu não faço: como. Por isso trate de ir limpar o pó ao Pantagruel que hoje janto mais cedo que quero e ver a bola.

JHS disse...

ir ver a bola, queria eu dizer...

gaija do norte disse...

Olha, olha, o copperfield distraiu-se e tirou o coelhinho errado da cartola… bai-m’à loja… deves levar poucas em casa, deves, deves! O pitosga até já desistiu da armação, tantas foram as que só pararam no chão… a minha obrigação na cozinha é trinchar tóinos como tu, ó heterónimo de pavio curto!

teresa disse...

ainda não passei do primeiro parágrafo, mas interrompi esta leitura entusiasmante para te dizer - eu já te atendo, peixinho da horta!

JHS disse...

Ah, eu sou pitosga mas pelos vistos tu é que te esmifras toda para me medires o pavio...
Não desisto de coisa nenhuma, ó arrota-francesinhas!
Xô, andor prá tábua de engomar que isso passa...

JHS disse...

Peixinho? ó senhora reitora ou sargenta ou lá o que és nesta traquitana, não me confundas com o barbatanas que eu mordo a doer e pode ser que te lixes.

Anônimo disse...

( o melhor mesmo é dizer ao ortónimo que se não aparece rápido eu racho este heterónimo com um valente murro. é que nem o bigode me falta para fazer as delícias dessa sardinha em pele de tubarão que quanto mais se esganiça em brios de macho mais e melhor me convence de que se mete debaixo da cama quando a mulher aparece, irada e façanhuda, a mostrar-lhe o punho peludo...)

nota : não fui eu que pensou isto mas o meu semi-heterónimo

Anônimo disse...

( sorte que é o heterónimo e não o tubarão... é que assim não precisa carregar muito no condimento da janta... ora deixa cá ver...hum, 200 gramas de estricnina devem chegar, sim que ele é a modos que franzininho...)

JHS disse...

Mas que paleio tão estimulante, tão simultaneamente Poirot e Bud Spencer...
Até seria capaz de alinhar na dança, mas nunca frequentei bailes de máscaras e a minha mãezinha avisou-me para não dar conversa a desconhecidos/as.
Isto da educação da pessoa pode ser muito castrante no âmbito das caixinhas.

JHS disse...

Mas fiquei muito firme e hirto - nas convicções - com a visão daquele valente murro que até me estremeceu a bainha das calças...)

Anônimo disse...

hum, eu foi arroz de lampreia que sou gamado e uma fatia de bolo de chocolate mars, que é uma espécie de mousse consolidada, rebentou-me o bolso mas tinha de comemorar o dia em que mordi os cardeais,

era para ser amanhã que faz anos que o imperador declarou o cristianismo a única e legítima religião do império romano, mas a pitonisa dragona vai bazar e já saiu.

Que bom, já está, agora é xonar e esperar que os gatos me venham ronronar, logo se vê quando que isto de Esfinge já não há nervos.

bem, a menos de um cigarro,

shark disse...

Estás a falar do gajo do brandy, Z?

escarlate.due disse...

ahahhahahahhahah
que festa que eu tenho estado a perder

Anônimo disse...

o cardeal toma brandy? eu lamento mas cheira-me que fui víbora, mercida aliás,

o meu gato não bebe alcool portanto por aí não é, e eu também não,

já pisco, já pysco

gaija do norte disse...

não te metas nisso... a unha do mindinho sobra, pázinho! mas chega-te cá, hortaliceiro, e vais ver a que arrotas! querias era que eu te passasse a ferro, seu lampião fundido!

shark disse...

Nada se perde, Escarlate, tudo se transtorna...
Puxa de uma cadeira que a dança ainda mal começou.

shark disse...

(Outro simultâneo, minha querida? Queres ver que lhe apanhámos o jeito?)

Então o JHS é lampião como eu? É por isso que não gostas dele?

gaija do norte disse...

tá caladinho, peixinho dourado, que a cumbérsa hoje não é contigo!

gaija do norte disse...

escarlate, este gajito não é muito melhor do que aquelas bolas anti-stress? tanta porradinha...

shark disse...

(Pronto, tento mostrar-me solidário com um homólogo como me ensinaram a fazer e levo logo na corneta. Vou mas é dar de frosques que sou muito sensível à hostilidade e não tenho andamento para esta maltosa...)

escarlate.due disse...

eu puxava que isto está bem mais animado que a porra do relatorio que tenho para fazer :(

J Heterónimo Simões disse...

Relatório? Deves ter o que fazer mas é no refeitório...

JHS disse...

Sabes vincar bem, tripeira?

escarlate.due disse...

no reformatório?? vens de lá???

JHS disse...

No dormitório, percebeste mal. E vê se te despachas que há lá muito chão para lavar e muita cama por fazer...

escarlate.due disse...

pois, vai lá fazer o jantar que depois logo pensas no chão e na cama

escarlate.due disse...

e eu vou sair daqui senão hoje nem chego a ver cama
divirtam-se :)

JHS disse...

Pronto, uma já percebeu quem manda e faz de conta que tem roupa para apanhar no estendal.
E as outras também amocham, tão caladinhas que dá gosto...
Isto de ter uma pila é assim.

calamity jane disse...

Ó JHS, deves estar a passar fome até agora...

CybeRider disse...

Cheira-me a que foi uma gaija que postou isso. Está demasiado bem escrito e com muita imaginação para ter sido um dos nossos. Nós só sabemos mesmo é executar. Pensar e escrever? Não.

gaija do norte disse...

vincava-te bem essa coisa que tens na parte da frente da cabeça. ficavas com os dentes todos plissados!!!

gaija do norte disse...

ó cj, com fome e de esfregona na mão!

JHS disse...

Deves andar constipado, ó cybercoiso...
Ou então anda uma grande confusão nessa cabeça, méne.

CybeRider disse...

Oh! Estava a ver se te safava. Assim levas com elas todas em cima. Há que dividir para conquistar...

J Heterónimo Simões disse...

CJ? Olha a jovem rebelde do faroeste...
Diz lá então, o que vais preparar para me servir?

Anônimo disse...

JHS

E aconselhou-o muito bem, a senhora sua mãe. Continue pois a manter a compostura e a não dar ouvidos a anónimos/as mesmo que a isso forçados por inépcia impeditiva de encimarem o seu comentário com um nome/nick/pseudónimo.
Se o meu lhe diz algo, assino "mifá" e, não querendo fazer de si meu criado, peço-lhe me recomende ao seu ortónimo de quem sou incondicional admiradora.
Quanto a si, acho-o pouco convincente no papel de macho ibérico: eles são muito mais subtis e, talvez por isso, muito mais perniciosos.
Igualmente espero que a sua perspicácia tenha detectado a mesma pouca convicção no boneco que, acima, vesti.

( e como fiquei estúpida e enfadonhamente séria, vou embora que o post pede burlesco e nada mais trágico e insípido que não levar o cómico a sério por o tratar com seriedade...)

calamity jane disse...

Olha olha, um macho mal enjorcado a tentar pôr uma mulher da minha extirpe a fazer papel de sopeira. Ainda se fosse um true (lomesome)cowboy muy charmoso podia ser que me pusesses a confeccionar um belo repasto. Por gosto, claro.

JHS disse...

CybeRider, companheiro de luta, perdoa-me ter-te desmascarado na condição de leal à causa.
Mas olha que não se lhes pode mostrar medo ou hesitação que fincam logo a dentuça...
:)

gaija do norte disse...

(dá-lhe, cj, tu dá-lhe!)

JHS, um seu criado disse...

Anónima, Mifá, receio ter ido longe demais com o meu boneco, chamemos-lhe assim. Parti do princípio que entenderia essa pele que vesti e peço-lhe não me tome por isento de sentido de humor.
O burlesco é apenas uma das abordagens possíveis a esta ópera bufa da pretensa dominação em causa.
Mas lá que dá gosto enfrentar mulheres raçudas...
:)

JHS disse...

Vejo que no meio da ira, nortenha, tiraste-me as medidas e ainda conseguiste concentrar a atenção na minha boca.
Queres falar, beleza?

CybeRider disse...

É um bom conselho. Lamento é ter que te deixar sózinho na liça. Inda não escrevinhei o meu artigo d'hoje e estou sem musas.
Tens aí uma bela camisa de 7 varas. Mas gajo que esgrima assim talvez esteja à altura de dominar o prado. Vai com calma, faço votos que chegues lá. Há formas de ser dominado que valem por vezes o domínio (em último caso...)

CybeRider disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

JHS

Pelo contrário: é justamente esse seu sentido de humor mesclado com boa educação o que em si reconheço e admiro. E entendi-o no "boneco" que só vestiu mal por o ter vestido excessivamente bem. Como tentei explicar, ele -boneco- é tão excessivo que se torna pouco convincente como realidade. Vale pelo que é: uma caricatura engraçada capaz de despoletar comentários igualmente engraçados. E nisso o seu parceiro de blogue( o shark) é exímio:).
Só receei ter percepcionado uma crítica ao meu "estado" de anónima mas, talvez, a crítica tenha vindo de mim própria já que me repugna o anonimato mesmo sabendo que, nestas circunstâncias, ele pouco difere de uma qualquer assinatura.
Continuação de boa paródia.:)

mifá

gaija do norte disse...

falo, mas primeiro vou à farmácia comprar um garrafão de cinco litros de betadine para te oferecer. vais precisar...

JHS disse...

Macho mal enjorcado? CJ, essa ligeireza no gatilho não te torna mais rápida do que a minha sombra...
E tenho mais veia de irmão Dalton que, como bem sabes, anda sempre bem acompanhado.

JHS disse...

CybeRider, um artigo é algo de muito importante e por isso ficarei com agrado a defender a posição nesta frente de batalha onde ninguém pode sair a perder.
Abraço e que as tágides te iluminem.

(tá-me sempre a cair a mascarilha...)

teresa disse...

Ainda não te rspondi, salmonete.
Estive a fazer um jantar. Talvez manhão tenha tempo depois de fazer um pequeno almoço.
Não são muitos, mas ainda há quem mereça.

JHS disse...

Betadine? Hummmmm....
Folgo em saber-te apreciadora desse tipo de substâncias. Conto contigo para me barrares as costas, tripeira agressiva? (brrrrr)

Rachel disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA
AHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Ai ao tempo que eu não me ria assim, caraças!
Muito bom!

gaija do norte disse...

olha a tripeira de estimação deu à costa! bons olhos te leiam, rachel :)

calamity jane disse...

Um artigo... socorro! Eles disseram a palavra proibida!!! Até amanhã! Até para a semana...

CybeRider disse...

Não foram as tágides. Estou muito mais a Sul. Cansavam-se a chegar cá. Mas a coisa compôs-se.

A vossa força inspiradora é capaz de coisas maravilhosas.

Joaninha disse...

Realmente à com cada cromo! O problema é que ainda à muitos destes ... mas, curiosamente são estes que melhor sabem passar a ferro lavar o chão entre outros e só comem quando a mulher que têm lá em casa (se tiverem porque dúvido) lhe decidir dar.
São estes que levam porrada em casa e depois vêm para a rua armados em machões.
Não sou uma gaija feminista mas acho este paleio o paleio de uma pessoa atrasada!

teresa disse...

Atrasadíssimas joaninha. Este nem imaginas como está atrasado. Tenho o almoço feito desde ontem e ainda não apareceu.
E o que gosto do paleio dele... Nem imaginas. Sussurrado ao ouvido, baixinho, com a barba a fazer cócegas nas minhas bochechas cheinhas e rosadas... É um cromo, é mesmo um cromo, daqueles muito muito raros e que ficam bem em todas as cadernetas mas que costumam faltar na maior parte das colecções.

Joaninha disse...

Sabes porque é que ele não apareceu para jantar?
Porque já fez uma panela de sopa e dá para toda a semana até a mulher voltar e lhe preparar uns ovos estrelado :)

teresa disse...

E que sopa que ele faz, é de se comer e chorar por mais. Tem os ingredientes todinhos e temperados com mãozinhas de mestre.

Joaninha disse...

Deve de ser de lhe virem as lágrimas aos olhos ...
A cebola tem esse efeito :)

teresa disse...

Mas são lágrimas secas com suaves beijos que quase parecem asas de borboleta e soluços consolados em abraços apertados com os corações a palpitarem juntos e se sente cada ruga, cada pedacinho, cada poro do outro. E não falo de poros dilatados com espinhas negras a rasgarem a pele mas quase imperceptíveis buraquinhos por onde desponta o sensual pelâme.
Que quer Joaninha, ele é assim, eriça-me a alma pooética.

chama-lhe alma, pois... disse...

Eriça-te o quê?

Joaninha disse...

Prontos desculpa ... não quero efender ninguem.

Joaninha disse...

Teresa, o sinhor não é teu marido pois não?

teresa disse...

Desculpa o quê? Não estou a perceber...

teresa disse...

Tudo, fica tudo eriçadinho. Não estás a ver?

Joaninha disse...

Fiquei na dúvida se estavas a defender o Cromo lá de cima ou não!

teresa disse...

O Tubarão? Não joaninha, ainda não é, mas já tratámos dos papéis. Sssim que eu esteja divorciada casamos. Não aguento mais ficar longe das sopas dele.

teresa disse...

Ai joaninha, estavas a falar do Sr. Heterónimo, o Nómiozito? Não, com esse não tenho nada, só dormimos juntos aos sábados, quando o meu quase ex-marido vai às gajas.

Joaninha disse...

Ó cromo que falo não é o tubarão é o outro o JHS (parece nome de shampoo

Joaninha disse...

Mas não puxes muito por ele aos sábados que o gaijo a comer só sopa é capaz de não se escorar...

teresa disse...

O JHS um cromo? Estás enganada, olha que é um gajo com eles no sítio, garanto-te. E parece-me que é unha com carne com o Tubarão.

Joaninha disse...

Digo que é um cromo por causa do que escreveu (isto na minha opinião claro). Não sei se o é na realidade como é lógico eu não o conheço!
Deve de ser tubaroa

teresa disse...

Mas eu confesso que gosto do que ele escreveu. Acho que até tem razão, nós refilamos muito mas depois gostamos deles é assim. Eu, já te disse, até lhe passo as meias a ferro se ele quiser.

shark disse...

Alto e pára o baile! Lá por termos um entendimento sexual e sopeiro isso não tem nada a ver com papelada, Chefa...
Agora não venhas prá praça pública dizer que te enganei ou assim...

Joaninha disse...

Quem está no convento é que sabe o que lá vai dentro!
Teresa se gostas gostas e pronto!
Eu cá não gosto e como já disse, não me considero feminista ...

Joaninha disse...

O Sr. com nome de shampoo é o tubarão?

teresa disse...

Papelada do meu divórcio que já sabes que não gosto de andar a encornar o outro, amor das minhas alminhas todas. Tu nunca me enganaste.
(Gosto tanto quando ficas assim muito homem e gritas comigo na frente de toda a gente)

shark disse...

É no que dá não saber escolher as companhias. Isto é nitidamente má influência do sacana do Simões...
Perdoa-me, eu sei que tu até gostas mas fico sempre sem jeito quando me descomponho assim.
Há coisas que me eriçam a alma peixeira, sei lá...

teresa disse...

O Tubarão não é um shampoo Joaninha. Agora sim, estou quase ofendida.

shark disse...

(Mas consigo imitar o efeito de um sabonete Dove na boa...)

teresa disse...

Mas o Simões está quase a deixar as nossas vidas, tu sabes meu amor. Só te peço um bocadinho mais de paciência.
E perdoa-me se te fiz perder um bocadinhos as estribeiras. Eu recompenso-te, prometo. Hoje visto aquela camisinha de dormir do Winnie The Poo que tu tanto gostas e, malandrice..., sem camisola interior por baixo!

shark disse...

Ai, sem camisola...
Tu estragas-me com mimos, chefinha...

teresa disse...

Mas é só hoje ou ainda me constipo. E também me ensinaram que aos homens tem de se tentear muito o que se dá ou eles perdem o interesse e eu não quero que percas nada.

shark disse...

Nada disso, sou muito interessadinho e sei sempre onde ponho as coisas, nunca perco nada.