Corrupção no futebol ganhou asas

De repente, ameaças como os nitrofuranos e a gripe das aves parecem ter desaparecido de cena. Ninguém fala desses assuntos, embora não conste qualquer confirmação de que tenham sido absolutamente erradicados do horizonte cinzento das preocupações globais.
Tudo caladinho, como se num passe de mágica tais problemas deixassem de constar do menu.
E de repente surge em cena o Quim, em plena Quadra Natalícia, a arrastar o frango para as parangonas (apesar da conotação muito pejorativa, publicidade negativa pode ser eficaz).

Ou muito me engano ou há um dedinho do perú por detrás...

12 comentários:

teresa disse...

do perú antes ou depois de lhe enfiarem a aguardente pelo bico?

shark disse...

Depois. Muitos shots depois...

teresa disse...

se já estava trôpego não lhe podes levar a mal...

shark disse...

A quem, ao perú ou ao frango?

teresa disse...

mas o frango não é responsabilidade última do perú?

shark disse...

Sim, mas o perú alegou insanidade temporária por causa da enorme pressão a que o sujeitam nesta altura (anda com visões de um enorme cutelo a pender-lhe sobre a cabeça) e descartou-se.
O frango está entregue à sua sorte e tem que ser tudo decidido por moeda ao ar (cara-espeto, coroa-churrasco).

teresa disse...

com tanta confusão na capoeira acho que o melhor é deixar entrar a raposa

Anônimo disse...

http://en.wikipedia.org/wiki/Image:Vulpes_vulpes_sitting.jpg

gaija do norte disse...

é linda, z :)

shark disse...

poiZé!

Anônimo disse...

bazar, :)

http://animaldiversity.ummz.umich.edu/site/resources/Grzimek_mammals/Canidae/Vulpes_vulpes.jpg/view.html

Gabs disse...

Estou fascinada, quanto mais sei, mais me apercebo que nada sei, sobretudo de futebol.