Gosto tanto de mim...

Andamos durante tempos que nunca mais acabam a ouvir que gaja é assim e assado, ressabiada e coisa e tal e hormonas e tensões pré menstruais e tudo e mais alguma coisa, e depois...
E depois um dia crescemos e começamos a olhar para eles. E aprendemos a olhar para o lado e não de frente, que o que vemos não é o que nos contaram e se queremos continuar a apreciar um bocadinho vamos ter de descontar um bocadão.
Acabei de confirmar tudo o que já sabia sobre os eles e as elas e acrescentar mais um pouco ao que já não achava possível.
Então não é que o gajo que acabei de sacudir da minha cama, que apesar de grande gosto de ter para mim quando me apetece, me limpou da lista de favoritos do blog dele?
Andamos durante tempos que nunca mais acabam a ouvir que gaja é assim e assado, ressabiada e coisa e tal e hormonas e tensões pré menstruais e tudo e mais alguma coisa, e depois...

5 comentários:

Odete Santos disse...

Você faz questão que toda a blogosfera saiba, não ?

ernesta disse...

Odete, como deve saber melhor que eu, a verdadeira artista é assim, gosta de muito público...
mas diga, sentiu-se incomodada ou doeu-lhe alguma coisa?

Odete Santos disse...

Nada me dói. Fui vacinada. Incomodada, talvez.

ernesta disse...

Incomodada com quê?
Estou, neeste momento, a fazer um post que poderá também ser para si.
Não sei quem é, penso que também não me conhece.
Incomoda-lhe que diga o que me incomoda?

ernesta disse...

já está,e agora, diga de sua justiça se justa quiser ser, que uma odete santos não pode ficar calada. Ou pode!