CDS quer saber quantas mulheres fizeram mais que um aborto

Acho muito bem. E vou mais longe. Acho que num segundo aborto o médico não devia ter só direito à objecção de consciência como também a dar-lhes uma valentes pauladas caso o pai não fosse o mesmo.

2 comentários:

Emiele disse...

E se a asneira pagasse imposto, as contas públicas talvez melhorassem.

Essa é das mais espantosas que tenho ouvido.

ernesta disse...

esta é gira, não é? será que não têm mais nada que fazer?