Big Child

Citando de ouvido, os americanos estão habituados a ver uma mulher ou um afro-americano na presidência dos Estados Unidos quando o asteróide destrói a estátua da liberdade. Foi mais ou menos isto, que a hora era muita, que Jon Stewart disse ontem durante a cerimónia de entrega dos Oscares.

Parece que esta foto, posta a circular, dizem, pela campanha de Hillary Clinton, foi muito mal recebida pelo staff da candidatutra de Obama.

Obama campaign manager David Plouffe accused the Clinton campaign Monday of "shameful offensive fear-mongering" by circulating a photo as an attempted smear.

Há nisto qualquer coisa que me falha. Se os americanos se lembrarem que as raízes do candidato são negras ele perde votos, é? Têm andado a branquear o Obama? Claro que sim, mas assumi-lo desta forma não é passar um enorme atestado de incompetência aos eleitores?
Ainda pus a hipótese de, dado os recentes conflitos no Quénia, poder haver qualquer tentativa de colarem o candidato aos Somali, mas o americano médio nem deve saber onde é o Quénia quanto mais quem são os Somali..

"The photo, taken in 2006, shows the Democrat front-runner dressed as a Somali Elder, during his visit to Wajir, a rural area in northeastern Kenya," (.....) The photo created huge buzz in political circles"...

Miúdagem, portanto. Até podem tomar o comprimido porque lhes disseram que fazia bem, mas fecham os olhos para não verem e engolem depressa para não lhes chegar lá o sabor de que não conseguem mesmo gostar...

4 comentários:

Emiele disse...

Eu entendo que a foto tenha sido mal recebida, e para mim é de facto jogo baixo da outra candidatura.
Nos sabemos e é dito que o Obama está «dressed as a Somali Elder, during his visit [..]to a rural area in Kenya" mas para um americano mais indiferenciado que não saiba geografia, - e pelos vistos isso abunda lá - o que vêm éo homem de turbante, e turbante é o que usam os terroristas. Raciocínio imediato. Chama-se Obama (Osama?) Hussein (de triste memória) e ainda por ciam anda de turbante . estás a ver a conexão?...

teresa disse...

Eu estou e quem pôs a foto a circular também estava. Mas é tão básica que assusta. É que, queira-se ou não, eles estão a escolher um presidente que também pode mudar a minha vida. E a cor do chapéu que usa é mesmo o menos importante...

Emiele disse...

Claro que é, Teresa. E também claro que é básico, mas muitas vezes é esse apelo ao «não racional» que faz mudar certas decisões. Há as famosas mensagens subliminares...

teresa disse...

E esta é, sem dúvida, uma mensagem subliminar, mas que continua a ser triste e dramático, isso continua.
Apesar de tudo acho que os portugueses, com a sua pouca cultura democrática, têm uma muito maior sabedoria de vida.Por alguma razão este tipo de mensagens, que já foram tentadas, acabaram por punir mais quem as largou que os alvos que pretenderam atingir.