O sol voltou a escolher o meu sítio para morar...

Olho a toda a volta e vejo nuvens pretas carregadas, com ar de trovoada e chuva a potes, como se não quisessem deixar mal visto quem hoje lhes atirou com um tal de alerta amarelo e ao longe, muito ao longe, ouço os ecos de trovões.
Olho para cima e vejo um enorme circulo de céu azul claro, sem uma única nuvem, por mais branca que fosse, e o sol brinca-me nas costas.
Acho que as nuvens carregadas voltaram a perceber que isto aqui não é lugar para elas...

Um comentário:

Emiele disse...

Sorte, heim?!....
E eu que vou uns dias de férias, convencida por o último fim-de-semana e vejo isto tão mal parado!......