Adormecer no sofá...

Mamã, tu não te deitas, tu mudas-te para a cama...

Não sei se fique feliz pela inteligência do comentário se fique preocupada, que isto só pode querer dizer que ando triste e já se nota...

3 comentários:

Anônimo disse...

Acontece aos melhores, é preciso fazer reverter essa tristeza utilizando-a como catapulta para atingir outras coisas. A literatura é sempre uma resposta quando há o chamado «drama em gente». Fico à espera de resultados
JCFrancisco

Emiele disse...

Tens uns filhos maravilhosos!
O que é que dizem quando se vêm citados no blog?
:D

teresa disse...

José do carmo, eu bem que tento mergulhar na literatura, mas nestas alturas até os meus elegantes mergulhos acabam em chapões na água...

(não dizem Emiele, que não as deixo ler isto. Há que defender a imagem de mãe responsável...)