Cala a boca, Magda!

Lembram-se do "Sai de Baixo"? Era uma série, seriado melhô dizendo, brasileiro que tinha como personagem principal Miguel Falabella no papel de Caco Antibes.
O Caco tinha duas expressões que se tornaram o ex-libris da série - Odeio pobre! e Cala a boca Magda!.
A Magda era a mulher do Caco, boazona, saia curta e coxa roliça, mas burra, burra, burra.
É esta Magda que me interessa.

Comprei este laptop o ano passado, quando o meu se avariou e foi de urgência passar umas férias para uma clínica em Barcelona. Comprei isto, sim, que é um "isto", como quem compra um quilo de bananas - olha, parece madurinho, o preço é bom, boa tarde quero levar, sim já sei isso tudo, obrigada e adeus.
Fui apresentada ao Windows Vista quando cheguei a casa e o liguei e passados cinco minutos já estava doida com as simpatias do programa - olá outra vez, pela sua saúdinha carregue só nesse botão que é a coisa quadradinha e preta no canto direito em baixo se tiver a certeza que quer mesmo, com toda a segurança, pôr uma virgula no texto...
Nessa mesma noite, e como uma desgraça nunca vem só, passei horas ao telefone com o apoio sapo, ou o sapo clinica, ou como é que aquela porcaria se chama, porque não conseguia ligar este bicho à rede doméstica, que Vista não é XP. Como é normal escolheram para pôr do outro lado do telefone o único operador que percebia menos do assunto que eu, já que para além de me jurar que não era possível eu ter os computadores ligados em rede, eu falava-lhe em DNS, firewall, IP, portas e outros pormenores e ele largava um ahhhh, já sei, não deve é estar ligada à internet.....
Ora, isto tudo para dizer, que quando foi preciso dar um nome a este animal, a este, ao meu, não arranjei melhor nome que não fosse Magda!
Com a colaboração do tal rapazinho idiota, que acabou por dar a grande ajuda quando decidiu desligar a chamada dizendo que o que eu queria era impossível, liguei à rede e fiquei, desde aí, com a Magda cá por casa.
Tem-me tirado horas de sono e posto vários cabelos brancos na cabeça, mas tem, sobretudo, representado dignamente o nome, que cá por casa já é normal ouvir-se o meu grito à Caco Antibes, Cala a boca, Magdaaaaaaa!!!

Ontem à noite a Magda deu mais um arzinho da sua graça. Estava eu a tentar dormir no sofá, quando vi outro recadinho a brilhar no ecrã. Era uma recomendação qualquer para alterar as cores do computador e estava já a caminho do lixo quando vi as letrinhas pequenas - ... se achar que o seu computador está demasiado lento....recomendamos...pode fazê-lo noutra altura.... Ups. Lento? Pois claro. Lento e burro. Enfim, uma perfeita Magda.
Dei-lhe um OK, que pior não ficava de certeza. Não é que resultou? Tenho uma bomba nas mãos, parece um Ferrari conduzido pelo Einstein.

Mas é Magda ou não é Magda? Só mesmo uma gaja, muito muito burra, que só faz figura com a maquilhagem certa, passa um ano, um ano inteirinho, a usar as cores erradas e quando finalmente percebe ainda me pergunta se deve mudar ou não.
Muda Magda, mas cala a boca de vez!!!

Um comentário:

Emiele disse...

Que chic.
Eu ando com o mesmo (o XP) há que séculos e nunca me atrevi a trocar.