Dei-lhe um ralhete, mas é uma santa...

Bastou sentar-me ao volante, hoje de manhã, para perceber que várias coisas estavam erradas no carro. Espelho retrovisor mexido. Destravado. Marcha atrás engatada. Limpa para-brisas ligados. Luzes ligadas. Luzes ligadas???!!!...... Não, luzes apagadíssimas, mas botão ligado.... O resto da lista é óbvio - bateria a zeros!

Aqui nestes sitíos nunca fecho o carro - invejinha não é, senhores dos alarmes, trancas, garagens e essas mariquices todas... - e às vezes tenho surpresas destas.
Claro que foi a Clara.... ontem desapareceu enquanto fomos às amoreiras e deve ter andado a divertir-se dentro do carro da mãe. 'tá bem!

E tem sido assim o dia. Carro à porta, mas sem poder sair daqui. Mau? Nops. Excelente! O Sr. Marcelino, a quem telefonei logo de manhã, disse que vinha já já, mas nem insisto que sempre tenho uma desculpa para não me mexer e também nem tinha nada de muito urgente para fazer lá fora. Só não tinha cigarros, mas as bicicletes servem para alguma coisa...

Portanto, hoje blogo... e faço mais umas coisitas, como ajudar as miúdas a arrumar os cd's, que estavam uma desgraça...

Não é Dia da Mãe, mas como sou dois em um a santa da minha filha deve ter resolvido dar-me um presente.
Clara, muito obrigada!

2 comentários:

Emiele disse...

Vê-se bem que tiveste mais tempo hoje!
Quantos posts foram???
E ainda falam que eu escrevo muito!

O Pinoka disse...

As crianças são mesmo um espectáculo, não?
A forma como nos conseguem surpreender é fenomenal.
Bjs