Dúvidas que me apoquentam.

Estarei velha ou o preço do barril do petróleo usa uma energia alternativa muito mais potente que a que faz mexer o meu dinheiro?
Lembro bem demais, sinal que já me preocupava com estas coisas e portanto não estava de certeza no recreio da escola, do barril do petróleo ter passado a barreira dos trinta dólares. Ora isso foi, deixem pensar, ainda tinha aquelas botas pretas com cordões, isso foi por volta de 2000. Pois, tenho razão, já não andava de tranças - alguma vez terei andado? - mas isso já deve ter sido há muito tempo, que um aumento de 70 doláres leva uns anos, não é?
Só posso estar velha, que estes preços não se explicam de outra maneira e hoje até desceu e tudo...

O crude WTI transaccionado em Nova Iorque seguia a valer 102,1 dólares na negociação electrónica, menos 0,35% face ao fecho da sessão anterior.

Por seu lado, o brent (petróleo do Mar do Norte) descia 0,19%, para os 100,29 dólares, segundo dados da plataforma ICE para as entregas em Abril.

3 comentários:

snowgaze disse...

Se comparassem os preços do petróleo em EUROS (fazendo contas à cotação do dólar) os valores não iam impressionar ninguém. Agora de cada vez que o dólar desce, o petróleo "sobe", pois os sheiks não querem perder dinheiro (se o dólar desvaloriza, têm que receber mais pelo que estão a vender, não é?).

osátiro disse...

O snowgaze explcou bem: em € o petróleo não tem subido.
Ou seja, lucros para o Estado(ISP)e para as gasolineiras e revendedores, etc...

teresa disse...

Eu sei que nem tem subido, mas se fizer as contas em paus já é um bocadinho pior. Trezentos paus agora contra trinta e tal paus há uns poucos anos.
E também posso comparar o índice dos preços ao consumidor com os aumentos na minha conta bancária...