Temos a mania que estamos no pelotão da frente e ainda nos lixamos…

Lembram-se da doença das vacas loucas? Apareceu nos anos 80 em Inglaterra.
Em Portugal houve duas vítimas, uma em 2007 outra em 2009.

Gripe das aves. Identificado o primeiro caso nos anos 90 em Itália.
Em Portugal não houve, até hoje, qualquer prova de que o vírus cá chegou.

Gripe Suína. México 2009, primeiro caso. Espanha, 40 casos já confirmados.
Por aqui anda tudo ansioso pela análise definitivamente positiva que nos liberte do estigma de parentes pobres. 

Mas digam-me, acham mesmo que nos devemos preocupar com a Gripe Suína?

pato

É que eu estou preocupada, muito preocupada, mas é com os dois patos que nos últimos dias apareceram mortos ao pé do lago,  com o pássaro que estava hoje caído na relva e com os espirros do cão.

Isso sim, é bem nosso, bem português.
O nosso secular atraso tem de ser levado em consideração nesta coisa de pandemias.

E também é bem português não haver já nenhuma daquelas linhas de emergência para onde se podia ligar e que tratavam das avezinhas mortas. É que não me estou a ver a telefonar para a linha saúde 24 por causa da súbita mortandade da passarada.

Mas estou preocupada. Estou muito preocupada. 

 

6 comentários:

sem-se-ver disse...

«Perante aves de capoeira doentes ou mortas, ligue para a linha azul da Direcção-Geral de Veterinária, ao preço de uma chamada local (21 323 96 96), ou avise os veterinários municipais.
Se tiver estas queixas e esteve em contacto com aves domésticas ou selvagens possivelmente infectadas, ligue para a linha de saúde pública da Direcção-Geral da Saúde, ao preço de uma chamada local (808 211 311) ou para a linha gratuita do Centro Nacional de Emergência da Gripe Aviária (800 207 275).

daqui:
http://www.deco.proteste.pt/saude/gripe-das-aves-duvidas-frequentes-s411601.htm

«Linha Verde de Emergência da Gripe Áviária: 800207275.

daqui
http://www.dgv.min-agricultura.pt/gripe_aviaria/docs/Folheto-gripe-2.pdf


espero ter sido útil. e que os bichos não tenham morrido por essa razão. enfim...

tereza disse...

Minha querida, qual versão queres? As linhas já não se encontram atribuídas, só funcionam aos dias úteis (gosto da atitude "emergência mas com horários" ou toca toca e ninguém atende?

Mas também estava pouco confiante. Na altura da crise e do pânico encontrei no lago um pato recém chegado do Norte da Europa onde havia casos confirmados (estes patos são migratórios9 e uma amiga minha encontrou várias aves mortas num campo de golf de que era responsável. ligámos para as tais linhas e a resposta foi a mesma - "calcem luvas, metam as aves num saco e depois no congelador e quando os serviços de veterinária da vossa área estiverem abertos vão lá entregar os bichos"...
Perguntei se punha o patinho ao lado das pizzas ou por cima dos bifes...

sem-se-ver disse...

pois, receei o mesmo...

mas o melhor mesmo é tentares os serviços municipais aí do teu concelho amanhã. carrega nas tintas e talvez eles cuidem do caso...

tereza disse...

Vou tentar... se entretanto não me passar a preocupação...

sem-se-ver disse...

mais vale prevenir... que nao te passe a preocupaçao

Mente Quase Perigosa disse...

Como diria a minha professora de cultura alemã:

"Porrrrrtugal é um pais tão atrrrrrrrasado que até a peste negra chegou cá com um século de atrrrrraso."