CASINO

Sempre gostei de jogar. Se fosse uma miúda de rotinas, provavelmente era uma jogadora compulsiva daquelas que arruínam fortunas no casino antes de pedir a interdição. Vale-me o facto de ser distraída ao ponto de ter a certeza que nunca me lembraria o horário de abertura das casas de jogo.

Acho que tudo começou quando eu via os adultos a jogar jogos complicados, que envolviam muitas cartas nas noites de Verão, na casa de férias.

Mais tarde, percebi que jogavam canasta (ou quando estava só a minha avó e a minha mãe jogavam crapot). Devia ter aí uns 10 anos quando a miudagem ficou sozinha com a avó uma semana na praia. Achei que estava na altura de a convencer a ensinar-me. E ela ensinou. Aprendi a jogar canasta e crapot. E depois todos aprendemos. Passamos muitas noites desse, e de outros Verões a jogar às cartas e eu compreendi que nunca mais me apanhariam a jogar jogos simples e sem estratégia.

Depois veio a faculdade… Devo ter mais horas de bar no corpinho do que de aulas. E decididamente tenho muitas horas de jogos de cartas. Aí aprendi poker, king, gin e outros que agora não me lembro. Joguei horas e horas e horas a fio canasta nesses anos.

Nunca consegui aprender Bridge para desespero do meu parceiro de jogo. Muitos dias passou o desgraçado do Pedro a tentar ensinar-me aquilo, mas nunca entendi. E ele insistia, porque a parceira de cartas dele era eu e ele não queria jogar com mais ninguém e eu nada… Até hoje!

Durante a faculdade, joguei também dardos e snooker como se não houvesse amanhã.

Depois vieram os jogos de tabuleiro: trivial (de que até gosto muito mas ganho sempre…), pictionary… São giros, mas falta-lhes o estímulo. Falta-lhes o factor sorte aliado ao factor inteligência.

Há 5 anos, aprendi o jogo mais viciante que alguma vez vi. Infelizmente, ninguém o sabe jogar a não ser na versão falsa dos computadores: Mah Jong. Só que parceiros para jogar a versão “sou-um-velho-chinês-e-estou-fechado-nesta-sala-sem-janelas-até-recuperar-toda-a-vida-que-acabei-de-perder-nesta-mesa-de-jogo” não há. Lá terei um dia que pegar em mim, ir para Manchester, ligar ao Hugh para que vá lá ter, para podermos ter uma mesa de 4, finalmente (é o jogo que se joga no ‘Disponível para Amar’).

Ao longo de todo o tempo, fui sempre jogando xadrez e quando estava grávida foi este o jogo de eleição (depois querem que o puto seja normal?). E numa tarde de Verão, com umas minis fresquinhas, uma bela de uma sueca é coisa para fazer as minhas delícias (não te distraias agora, Santo! O jogo, amori, o jogo!).

Ultimamente, a única coisa que me desafiam recorrentemente é para jogar a Torre. Tudo porque querem derrotar a vencedora… Temos pena! Lembro-me de uma noite em que a jogar a isto tipo strip-poker, acabei sentada numa cadeira, com pose de Duquesa, sem tirar sequer um peúgo enquanto à minha volta havia mais carne exposta do que o seria desejável. Um dos elementos dessa mesa (esse, benzódeus, até era desejável) nunca me perdoou o friozinho que apanhou nem a garrafa de licor que emborcou à conta de nova aposta com o mesmo jogo. Escusado será dizer que eu fiquei com sede…

Mas isto tudo veio a propósito de … Ahhh, já sei!

No 1º encontro que tive com um elemento deste curral (eu nunca revelo indiscrições), uma das primeiras perguntas que me fizeram foi: jogas canasta?

To Whom it May Concern:

1) Ontem à noite, andei a vasculhar as prateleiras dos jogos e posso dizer que tenho lá um virgem perfeitinho para uma noite especial!

2) Esta noite vou ao sótão buscar as folhas amarelecidas (que têm certamente mais de 40 anos) com as regras e a pontuação da canasta e o bloquinho para anotar os pontos.

112 comentários:

gaija do norte disse...

eu sabia jogar bridge porque era a parceira dele e ele só queria jogar comigo mas nunca gostei… e o meu cérebro tem essa capacidade fantástica de se esquecer de quase tudo que não gosto!
(e agora constato que cada vez gosto mais do meu cérebro!)

Mente Quase Perigosa disse...

Pois eu não consegui mesmo. Nunca percebi a lógica da coisa nem o objectivo. E não havia parceiro de jogo que valesse o esforço hérculeo que a tentativa de entendimento daquilo me exigia.

Eu também acho que tens um cérebro fabuloso. E esse é apenas um dos motivos porque gosto de ti!

;o)

bruce disse...

És uma ganda croma, Dóri!
:)

e bué do resto, como se sabe disse...

(Eu também gosto cada vez mais do teu cérebro, Gaija.)

Mente Quase Perigosa disse...

Mas daquelas cromas rarissimas, cobiçadissimas, cheias de brilhantes e giras que s’a fartam, Bruce!!!

bruce disse...

Era precisamente isso que queria dizer. Apenas sintetizei para não tornar o comentário muito extenso...

O Santo disse...

e sim... sei jogar mah jong. e king (normal, sintetico, semisintectico king down, king a pares e outras variantes) e bridge e canasta e sueca e lerpa e ronda e sobe desce e bisca e bridge e espadinha (cospe, pesco, etc..) e gin e bismark e crapot (ja nao sei tudo de cor) e montinho e sete e meio e black jack e poquer e...

(pois... bar da faculdade)

Mente Quase Perigosa disse...

Mah jong a sério, Santo? Daquele com kongs e chaos e os 4 ventos? E jogadas especiais com nomes fabulosos?

O Santo disse...

tb nao exigas mto... sei o basico (e ja nem sei se todo). um dia conto-te a historia do meu primeiro jogo de mah-jong

Mente Quase Perigosa disse...

Crias-me expectativas e depois é isto????

Mente Quase Perigosa disse...

(mas quero a história...)

tereza disse...

Ele vai contar, Peixa. garanto que vai...

Peixinha linda, tu procura-me as benditas folhinhas que Canasta, e Crapot mas esse lembro-me bem, são as únicas coisas decentes para se fazer com dois baralhos de cartas...
Já agora, também aprendi a jogar Canasta com a minha avó. E na Faculdade nunca joguei cartas no Bar. Eu morava sozinha, topam? Jogatana era lá em casa e a Canasta era sempre acompanhada com uma garrafa de Favaios.

calamity jane disse...

King, flippers e matraquilhos. Ah, e king.
(e king, também)

Mente Quase Perigosa disse...

A questão, Chefa, é simples: e jogas crapot americano ou clássico???

Quanto às folhinhas, hoje vou ver se trato disso.

CJ, acho que ao pé das folhitas da canasta deve estar um bloquinho das pontuações do King, também. Acho...

calamity jane disse...

Crapot (eu escreveria crapaud mas isso sou eu que sou naturalmente desmiolada...)! Como é que me fui esquecer?!! Adoro! Mas não sei se jogo o clássico ou o americano..

Se não houver não faz mal. Eu sei as pontuações todas!

tereza disse...

Clássico, Peixa, clássico (francês). Aquele onde na primeira jogada não podes nunca carregar o crapot...

Mente Quase Perigosa disse...

Nós é que precisamos de algo com estilo para marcar as pontuações, Mana!!!!

Mente Quase Perigosa disse...

Três bien, Térese, três bien!

tereza disse...

Ah, e também gosto de flippers, snooker, matraquilhos e malha.
(e tiro ao alvo... isso é que me dá gozo9

Mente Quase Perigosa disse...

Lá está... As gaijas deste estaminé são competitivas e gostam!!!

tereza disse...

Baideuai, vocês alguma vez jogaram a um jogo chamado Mille Bornes? Era um jogo de corridas de carros com umas cartas muita giras? Há uns anos fizeram uma versão para PC. Disso é que tenho saudades...

E já agora, na praia o meu record de flechas de cabeça com o prego era 1500. Querem jogar?

tereza disse...

Ah, e também era uma craque no berlinde. Mas no que se jogava com três covinhas.

Mente Quase Perigosa disse...

Não conheço nenhum desses.

Mas o que eu gostava mesmo era de ver o staff todo do curral a jogar a torre depois de uns copitos...

Gostava... Acredita que estou a rir à gargalhada a emaginar alguns personagens naquelas figurinhas...

põem gaijas a jogar ao guelas e dá nisto... disse...

Covinhas???

tereza disse...

Sim, três covinhas. Separadas
umas das outras por um passo. Só depois da bugalha passar pelas três é que podia começar a matar.
Alfacinhas.... Só têm calçada, percebo, e na calçada não dá para jogar ao berlinde. Guelas? Isso deve ser uma modernice citadina...

tereza disse...

A torre é o ?? de que não lembro o nome? Com pequenos tacos em madeira?
Aceito o desafio!

Mente Quase Perigosa disse...

É esse mesmo!!!! Tás a imaginar tudo a jogar a isso?

shark disse...

Buracos, mulher! Ou covas, quando muito.
Covinhas tenho eu nas bochechas quando me parto a rir com estas gaijices!
Covinhas...

calamity jane disse...

Mille Bornes!!! Não ouuvia falar dessa cena desde a outra encarnação!..
Agora isso da Torre não tou a ver, não...

Emaginar é algo que fazem os bichos com guelas, não é Peixita e Peixão?

Mente Quase Perigosa disse...

A bicheza com guelras é assim, CJ!!!

Já vou tratar de resolver a tua dúvida.

Sai um post para a CJ...

Mila disse...

Era mais de jogar futebol e andar naqueles carros de madeira (q não sei o nome), mas inda hj continuo a jogar matraquilhos.

Bilas... jogava também, mas com mais covinhas, adoravamos fazê-las :)

AnaT disse...

Ó Tereza, a alfacinha aqui tb jogava ao berlinde e ao pião... e havia onde fazer as covinhas...

Mente Quase Perigosa disse...

(Também tive que ir googlar a coisa, Tereza. Chama-se Jenga.)

tereza disse...

Buracos é no golfe, covas só se jogares ao berlinde com bolas de basquete.
Covinhas, gaijo, covinhas!

calamity jane disse...

Muito bem.
(Já te disse hoje que gosto muito de te ver a postar para mim?)

AnaT disse...

Tás a ver ó Tubarão, nós gaijas fazemos covinhas, quem faz buracos são os gaijos...

tereza disse...

Mente Maria vamos pô-los todos a jogar à torre (como raio é o outro nome??). Eu também tenho cá o meu, dá para fazermos várias mesas.

Mila disse...

Tereza... vê-se mesmo q não entendem nada, covinhas ou buracos (para elas) é tudo igual.

shark disse...

Carrinhos de esferas (ou de rolamentos), Mila. Era esse o nome dessas gloriosas máquinas voadoras que tanta esfoladela me ofereceram...

calamity jane disse...

Depende do que se põe lá dentro, Mila...

tereza disse...

CJ, arranja as cartas que jogamos Mille Bornes. Mas aviso já que é o único jogo onde acho que piada piada é fazer batotice...

AnaT disse...

(tchiii um quádruplo simultaneo...)

shark disse...

(Se lá no Bairro do Charquinho eu dissesse à malta que ia fazer "covinhas" para jogar ao guelas a rapaziada nunca mais me olhava a direito...)

calamity jane disse...

Ó chefa, onde é que isso já vai... (uns primos meus de 2º ou 3º grau que moram em frança e vieram passar umas férias cá - por acaso até foi no algarve) em 1979 é que tinham isso, nem me lembro como se jogava...)

Mente Quase Perigosa disse...

Já lá está o post, Calamitosa Margarida.

calamity jane disse...

Joana, fávavor...

Mente Quase Perigosa disse...

Confundi-te com outra irmã, com certeza...

Mila disse...

Isso mesmo rolamentos, a idd não perdoa...mto agradecida.

As minhas esfoladelas, deveu-se às subidas nas árvores, às corridas de bicicletas... era mesmo maria-rapaz

calamity jane disse...

Mas afinal´coméquié??? Andam por aí outras calamitosas que ainda por cima são tb tuas irmãs e eu não sei de nada???!!!

Mente Quase Perigosa disse...

(eu sei sempre como por esta miúda em alvoroço... eheheheh)

Mila disse...

CJ, não te apoquentes, a MQP ficou desorientada ontem com o post do aniversariante.

Não é q a tenha como tal.. mas qdo a concorrência é grande, nunca se sabe...

tereza disse...

Tubarão, não abro mão das covinhas. Buracos e covas, nunca! Quanto muito, e já concedendo, "buracas"!

(e fisgas? nunca fizeram fisgas com forquilhas de giestas e elásticos de marmelada ou camâras de ar de bicicleta? ainda tenho a última que fiz e apesar de ser a única coisa em que sou canhota acertava num pássaro bem de longe...)

Mila disse...

fisgas, não era meu forte, mas pressão de ar sim...

Mente Quase Perigosa disse...

Desorientadissima, Mila. Hoje para vir trabalhar, tive que vir de bússola...

(qual concorrência? fugiu tudo... na hora do vamos-a-ver, cortaram-se...)

calamity jane disse...

(já estou que nem posso)

Mila, achas? Eu continuo a diz, o que eu gostei mesmo foi de ele ter dito que estava arrepiado...

calamity jane disse...

(sim, também não dei pelas filas...)

Mila disse...

ai essa cabecita MQP, tão não tive de tratar do Magalhães???

depende q tipo de arrepio...há arrepios bons e maus :)

calamity jane disse...

Eu acho que depende é do tipo de homem. De resto se for arrepiado de frio ou de medo ou de emoção, para mim vai dar no mesmo...

Mente Quase Perigosa disse...

Eu disse logo que tu és a única que tinha desculpa, Mila!

Mente Quase Perigosa disse...

Lá está... Arrepiado de frio, já não me parece assim tão bem...

AnaT disse...

Mila (aqui que o gaijo lá de casa não me lê) aquilo era mocito para uns arrepios bons...

(a capacidade que o mulherio tem para mudar de assunto é fantástica...mas tb ficou-se sem saber quem ganhou...)

Mila disse...

perspectivas diferentes... inda bem, se não ia tudo ao mesmo osso...

Tou safa agarrei-me ao Magalhaes, mas tb não sei por qto tempo, é q aguento.

Mente Quase Perigosa disse...

(eu por acaso estava a pensar que raio de fenómeno é este que nos faz comentários os posts de ontem nos posts de hoje...)

calamity jane disse...

Ó Mila, e que tal?
(o Magalhães)

Mente Quase Perigosa disse...

(AnaT, tu achas isso só de olhar para o perfil? Eu sou mesmo uma esquisitinha...)

calamity jane disse...

(tá arrepiado?)

tereza disse...

Deve ter ficado tão arrepiado que ainda não voltou a dar um ar de sua graça...
(mas, se quiserem apreciar o especimen noutras perspectivas vejam este post http://cabradeservico.blogspot.com/2009/03/chegou-o-primovero.html, e este (que recomendo vivamente...) http://cabradeservico.blogspot.com/2008/02/deus-grande.html

Mila disse...

Ana, não dá pa ver bem, tá de perfil..

curioso q teu rosto é-me familiar.

calamity jane disse...

Ó mana, então porquê? Se estiver mesmo com muito frio, não me digas que não tratas do assunto...

Mila disse...

Assim não vale, Tereza, leres os meus pensamentos.

tereza disse...

CJ, vai ver o segundo postinho de que deixei o link, vai lá... e depois falamos de frio e de arrepios...

calamity jane disse...

Ó chefa, francamente! Já podias ter dito!!!

Mente Quase Perigosa disse...

Mente ocupada a tirar medidas. Regressará assim que possível.

calamity jane disse...

O rapaz está a precisar de ir mais vezes à praia comigo, é o que te digo...
(apanhar um solzinho naquele bumbum)

tereza disse...

eheheheheheh... quem é amiga, quem é??

calamity jane disse...

pois, vês, assim não havia frio que resistisse....

calamity jane disse...

Mas diz lá qual é o defeito do rapaz (tem de ter defeito)

Mila disse...

CJ, zanguei-me ontem com Presidente. Tive 3 horas espera dele e sabes? e sabes? levou-me a jantar ao MAc, não se faz, não merecia... (sou boa rapariga)

A Lili q anda espavonear-se de rolos na cabeça aqui na baia, vai ao visconde da luz, ao porto sta maria.

calamity jane disse...

A Lili vai ao Visconde??!!!!
(o que vale uma fonte bem informada...)

Mente Quase Perigosa disse...

Olha que eu analisei a coisa cuidadosamente e ainda não lhe vi nenhum defeito, CJ...

tereza disse...

A gaita é que não tem mesmo defeito, acredita. E a gaijos sem defeito não estamos habituadas...

Mente Quase Perigosa disse...

Se não tiver defeito é porque gosta do mesmo que nós, n'é?

Mais vale vi com um toquezinho de ferrugem!

tereza disse...

Analisaste a coisa cuidadosamente, Mente?

vou analisar cuidadosamente o que disseste...

calamity jane disse...

Ó melher, tu diz-me ao rapaz que eu janto com ele hoje mesmo. Por falar nisso, aguentem-se aí um bocado que eu tenho de ir almoçar...

Mente Quase Perigosa disse...

Não era para olhar para as fotos?

Era só para ler o texto?

Bolas! Avisasses antes!!!!

AnaT disse...

Eu bem disse que aquilo era gaijo prárrepiar... (siim fui espreitar...) mas eu confiei nos adjectivos da Tereza...

(Mila... o coment do rosto é familiar é pra mim?)

tereza disse...

Mente, nisso do toque de ferrugem estou contigo...

Meninas, ele tem uma Bimby e tudo...

calamity jane disse...

Eu analisaria a frase da gaita, Tereza... mas vou relevar porque sei que estás lesionada...

Mente Quase Perigosa disse...

Gaijo de bimby é que está pior...

E vai daí? Quem sabe?

tereza disse...

CJ vou tratar do teu assunto.... Mila, tu queres ir quando?

Mente, a ti marco quando o arrepiado estiver cá por baixo...

calamity jane disse...

Mau! Bimby?!! Com essa gaija não quero nada...

Mente Quase Perigosa disse...

Eu não tenho pressa, Tereza...

Além disso sou pacienteeeeeeee...

calamity jane disse...

Fico à espera. Agora vou sair.
(o tm está ligado)

Mente Quase Perigosa disse...

Para a Tereza te ligar a marcar a hora?

tereza disse...

Agora que estás lesionada pode ser útil...

Mente Quase Perigosa disse...

:p

Mente Quase Perigosa disse...

(A bimby ou o arrepiado, Tereza?)

Mila disse...

AnaT, sim é teu rosto, na volta andamos na mesma escola.

Tereza, coloco antes assim. É para quando o jantar? mais fácil, para consultar minha agenda.

Quanto às fotos do rapaz, nem la vou espreitar. Aqui temos ao vivo e a cores.. COCA LIGHT.. eheheh

Mila disse...

Mas q seja nos dias q ele estiver ca por cima..

tereza disse...

A tua agenda não é, seguramente, igual à minha, Mila...

vou tratar disso...

CJ não preferes curar primeiro o dedinho?

Mila disse...

Ora essa... claro q não, Chefa é Chefa.

tereza disse...

Pois... exactamente...

AnaT disse...

Mila eu andei nas escolas do concelho vizinho... mas tudo na linha...

E vai ver as fotos porque valem a pena...

Mila disse...

Não andaste no Colegio Maristas de Carcavelos?

AnaT disse...

Não Mila... eu é mais Oeiras...

Mila disse...

CJ, vai ao Visconde da Luz...

Não quero de modo algum ser crucificada pelo Sr. Visconde de Villa.

Mila disse...

pois.... tão não sei...

Mila disse...

Desculpem resto das cabras, ter desviado conversa.. mas podem voltar ao assunto do mocito...

Anônimo disse...

pois eu é

Anônimo disse...

Anônimo disse...

esta :))

tereza disse...

comeste-me o 111...