Road to Perdition

Mais uma vez prometi a própria que desta tudo seria diferente. Ia preparar tudo com imensa antecedência até porque não levo o carro e sou enxertada de caracol: não saio de casa sem a carregar comigo na verdadeira acepção da palavra carregar. No dia da partida, quando fosse trabalhar de manhã, deixaria as malas, mochilas, sacos e saquinhos à porta, prontos para serem carregados para dentro do carro da boleia e deste para o comboio.

Claro que nada disto aconteceu. A chuva impediu que no fim-de-semana processasse as quatro máquinas de roupa consideradas imprescindíveis para uma ausência de cinco dias. E antes que comecem a apontar-me o dedo, classificando-me de fútil ou quiçá, de outras coisas piores como cabecinha oca, fashion victim, etc, deixem-me que vos recorde que 1) viajo com dois acompanhantes e respectivos apetrechos; 2) gosto de decidir na hora o que vou vestir e calçar (se bem que actualmente, nesta segunda matéria, o meu dedinho lesionado me poupa a grandes dilemas: são as havaianas ou as havaianas, sendo que só possuo um par - tá resolvido!). Sei lá eu se vai estar muito calor ou assim-assim, se vou para a praia ou para a piscina, se me calhará uma ida a um restaurante fancy ou a um tasco popularucho, se me descobrirei repentinamente numa pijama party ou num pic-nic négligé ?..Há que prever todas as possibilidades, logo não posso de forma alguma deixar de me precaver com todo o guarda-roupa primavera-verão, assim como levar alguns blusões, sobretudos e casacos a condizer com os vários modelitos. E como quem sai ao seus não é de Genebra, idem para a miniCalamity, mas com uma vantagem: a roupa dela ocupa consideravelmente menos espaço. Já o Calamitoso Júnior, está em boa idade de escolher a própria roupa de forma que apenas tenho de verificar que não se esquece de trazer roupa interior q.b para não ter de a lavar nos entretantos. De resto sei que se irá acautelar com meia-dúzia de t-shirts pretas e cor-de-burro-quando-foge, a sua cor preferida. E consideremo-nos felizes porque, quando instruí a MiniCalamity no sentido de pôr de parte "um ou dois brinquedos e um ou dois livros para levar para o Algarve", ela me respondeu: "Não vou levar brinquedos. Só livros." De forma que iremos, certamente, muito mais leves...

Tudo isto para dizer que estou ainda a trabalhar (nota-se, não é?!) e que daqui ainda vou à esteticista resolver uma questão - como direi?... like american say, hairy... - inadiável e só depois sigo para casa a fim de fazer as malas. Fiz duas máquinas às duas e três da manhã. Penso que por esta hora já estarão secas. O comboio sai às 17h20, de forma que tenho plenty of time, como podeis constatar (são apenas 13h15, vou da Duque de Loulé para Alcântara, de Alcântara para Campolide, de Campolide para a Gare do Oriente).

Por uns segundos esta manhã passou-me pela cabeça o seguinte pensamento, que partilharei convosco porque sou uma moça generosa e, além disso, não quero esconder-vos nada: "Muito bem, Calamitosa Joana. Estás a poucas horas de te dirigir, acompanhada dos teus dois filhos, para uma espécie de blind date múltiplo, combinado na net. Tens 39 anos e quase meio, e há mais de 15 anos que deixaste de andar à boleia. Já não vais a um festival de verão fora de Lisboa desde 2004 (??!!!). Não acampas desde 2005 (??!!!). Estás sem dúvida a melhorar..."

No bom caminho, digo eu. Vou no bom caminho e levo as crianças. A Caminho da Perdição...

16 comentários:

Mente Quase Perigosa disse...

No meio disto tudo só tenho uma coisa a perguntar:

Porque raios vais tu para a Gare do Oriente em vez de ires para Entrecampos?????

AnaT disse...

Faz-te à aventura!... E que tenham um fim-de-semana fabulástico!

(Levas cera que chegue prós gaijos??)

Mila disse...

Pq tem uma vista melhor, mais agradável do q Entrecampos (acho eu)

calamity jane disse...

Ora, Peixa, sabia lá eu que tal era possível... Ainda nem percebi por onde vai o comboio para o outro lado! Não me lembro de os ver na Vasco da Gama...

Cristina disse...

:) Divirtam-se!

Cristina

escarlate.due disse...

:) divirtam-se :)
se quiseres até empresto mais umas havayanas... 34 serve-te? :P

o meu é o 44 disse...

34???
(Como é que ela se tem de pé?)

O Santo disse...

numeros a reter:

34??

(nao sou so eu no cabra com menos de 40??)

Mente Quase Perigosa disse...

Que número calças, Santo?????

AnaT disse...

A Escarlate tem pé de princesa, é o que é...

O Santo disse...

mais de 40

sem-se-ver disse...

ahaha peixa, exactamente a minha duvida!!

Mente Quase Perigosa disse...

Ufa... Tava a ficar preocupada com a sustentabilidade...

O Santo disse...

estas a falar de???

Mente Quase Perigosa disse...

Dos pés de barro!

O Santo disse...

bem me parecia que nao tinha nada a ver com isso