Acorrentado duas vezes no mesmo dia.

Se credes, gentes de fraca fé, que não tenho potencialidades para que me acorrentem duas vezes no mesmo dia, estais muito enganados, oh incrédulos. A Mad, a nossa boa e gentil Mad, a nossa elegante e sofisticada Mad convida-nos a partilhar com o mundo cinco coisas que gostamos nas na nossas vidas (e porquê) e mais dez blogues femininos que apreciemos (ela escreveu "adoramos" mas, lá está, eu tenho os meus princípios e não ía agora aqui escrever sobre o que adoro, logo a seguir a um post do Príncipezinho). Maneiras que é isto:

a) Gosto de comer uma bifana nas roulottes de Alvalade, a acompanhar uma imperial Super Bock, depois do Sporting ter ganho ao Benfica. Também gosto quando ganha ao Porto, mas não é a mesma coisa. Porquê? Porque sim.

b) Gosto que os meus amigos, depois de tantos anos, continuem a apreciar os meus revueltos de espargos verdes, temperados com flor de sal. Todos sabem que haverá farinheira de porco preto, presunto Pata Negra finamente cortado, pão alentejano, salada de polvo temperada de uma maneira que eu cá sei, tudo a acompanhar vinho tinto ali de Portalegre. Mas os revuletos de espargos verdes é coisa que não pode faltar. Porquê? Ora, porque sou um homem de rituais.

c) Gosto de desapertar o nó da gravata depois de um dia que me tenha corrido bem. Porquê? Porque é sinal de que posso relaxar, que acabou o jogo. É sinal de que ganhei. E se eu adoro ganhar...

d) Gosto de sair de manhã aos sábados, de bicicleta, tomar dois cafés e ler os jornais do dia enquanto afago o focinho da minha cadela grande. Porquê? Porque é bom.

e) Gosto de abraços fortes. À homem. Daqueles que sabemos logo que podemos contar com quem está do outro lado. Sãos. Porquê? Porque continuo a gostar de pessoas, a apostar em pessoas e a achar que não há nada melhor que acreditar em pessoas.

E agora a parte mais fácil, a dos blogs femininos que me seduzem, que me prendem pela clareza das ideias, que me preenchem o dia, que me fazem desejar escrever como elas:


E pronto, é sempre um gosto esta coisa das correntes. Estou a começar a gostar disto...

4 comentários:

calamity jane disse...

Ai de si que não nos presenteie com esses revueltos já na próxima semana, no Ensaio Geral, Caríssimo. Temo por si...

(Ah, e o post não era do Principezinho mas da Princesinha. Eu. Mas pode tratar-me simplesmente por Princesa)

Mente Quase Perigosa disse...

(Mas ninguém me disse que para se entrar neste curral era preciso ter título nobiliárquico... Já que tem que ser... Eu tinha pensado guardar segredo mas assim sendo, a partir de agora podem chamar-me de Mente... Duquesa de Mente!!!)

tereza disse...

Visconde fico sempre sensibilizada com grandes e duradouras amizades. Se "depois de tantos anos" os seus amigos continuam a dizer que gostam dos seus revueltos só tenho um conselho para lhe dar - conserve-os! São mesmo seus amigos...

Joaninha disse...

A mim, depois de ler este post, cumpre-me dizer que gostei muito de o conhecer Sr. Visconde :)