Maneiras que vai ser assim

Sábado, 12 horas - Representantes do género feminino do Cabra começam a sentir um alvoroço interior, um frémito nunca antes experenciado. Tereza liga para a linha de aconselhamento médico e é informada de que se trata do "Efeito Visconde", uma rara experiência sensorial que as mulheres experimentam quando o Visconde de Vila do Conde se encontra num raio de dois quilómetros. Tereza olha para o céu e estabelece contacto visual com o jacto privado que passa sobre o local onde se realiza a reunião do Cabra, no qual viaja Visconde de Vila do Conde rumo ao Aeroporto mais próximo.

Sábado, 12.30 horas - Visconde de Vila do Conde chega ao local de reunião do Cabra. Calamity Jane recebe-o e murmura "Às suas ordens, Visconde". Visconde sorri e responde-lhe que sabe que sim. Shark aproxima-se, respeitoso, e pede um autógrafo a Visconde.

Sábado, 13.00 horas - Reunião do Cabra na praia. Visconde enverga um sobretudo à Georges Moustaki, apesar do sol inclemente. Mente, esperançosa, oferece-se para segurar o sobretudo de Visconde. Visconde declina, invocando que não pretende provocar agitação na praia, com a exibição pública dos seus bíceps bem trabalhados e do seu torso perfeito. Santo aproxima-se, respeitoso, e pede um autógrafo a Visconde.

Sábado, 16.00 horas - Os directos das televisões começam a revelar-se deveras incomodativos para Visconde. Os restantes membros do Cabra, menos habituados a este quotidiano, ficam atrás de Visconde, acenando para as câmaras de televisão e mandando beijinhos para as suas famílias.

Sábado, 17.00 horas - Uma manifestação espontânea de duzentas e trinta e sete gémeas ucranianas aproxima-se de Visconde. Ostentam cartazes com a foto de Visconde, com os dizeres "Viskonden, isuytrat possitenkil gyulop"(em tradução livre, "Visconde possui-nos violentamente, a nossa felicidade futura depende disso"). Visconde pondera a possibilidade de proporcionar um momento de magia áquelas jovens, mas o seu sentido de responsabilidade recorda-lhe que tem um jantar para preparar.

Sábado, 19.00 horas - Visconde entra na cozinha e inicia os preparativos. Os restantes membros do Cabra observam os gestos precisos e sábios de Visconde a preparar os ingredientes. Reina um silêncio respeitoso.

Sábado 20.00 horas - As crianças entram na cozinha, ordeiras e vestidas para jantar. Visconde abençoa-as e autoriza os jovens a tirar o blaser.

Sábado, 21.00 horas - Inicia-se o jantar. Santo dirige um pequeno coro de vozes que entoam o "Hossana". Visconde entra na sala e autoriza, com um gesto magnânimo, que todos se sentem. Tereza, Mente, Jovem Senhora do Norte e Calamity disputam entre si um lugar junto a Visconde, que ocupa o lugar à cabeceira da mesa. Visconde escolhe Elle e Sem-Se-Ver para se sentarem a seu lado. Elle não consegue controlar os nervos e tem um pequano desfalecimento. Sem-se-Ver chora convulsivamente, é uma emotiva. Acaba por ser Cyber a sentar-se junto de Visconde.

Sábado 22.00 horas. Visconde ordena, com um gesto subtil, que seja servido o café e os digestivos. Mente, Calamity, Jovem Senhora do Norte e Tereza correm para acender o Cohiba de Visconde. Tereza fica bastante para trás, as canadianas atrapalham o seu andar gracioso. Tropeça e cai. Visconde aproxima-se de Tereza, toca-lhe no ombro e pronuncia as palavras "Levanta-te e anda". Tereza, por uma vez na vida, obedece.

(não sei se continue...)

29 comentários:

Mila disse...

Continue sim, estou a gostar. :)

PedroNuno disse...

Oh pá, já mandei umas boas gargalhadas; Continua!

Visconde de Vila do Conde disse...

(Mila, não imagina a quantidade de pessoas que me dizem isso...)

Mila disse...

Gostava de ver o seu ponto de vista Sr. Visconde, porque das Cabras já sei (vão pela noite dentro com direito a concurso e prémios...

sem-se-ver disse...

a sem-se-ver nunca chora em público

a sem-se-ver nunca choraria por um visconde

a sem-se-ver já esteve perante um visconde à beira do desfalecimento por causa dela

não era de vila do conde

mas o seu efeito perante viscondes é garantidamente esse.

mesmo assim posso ponderar autorizá-lo a sentar-se ao meu lado. vai depender do meu humor, pois sou uma emotiva.

AnaT disse...

(ahahahahaha - gargalhadas contidas)

Sr. Visconde por quem sois (já sei é pelo Sporting...) faça o obséquio de continuar a proporcionar-nos um bom momento de alegria!

mas a jovem senhora fica ao meu lado e mainada disse...

Um autógrafo, Visconde? Eu vou pedir-lhe é uma tatuagem!

Visconde de Vila do Conde disse...

Meu caro, isso é absolutamente inquestionável!

(Visconde em "Apaziguador Mode")

Visconde de Vila do Conde disse...

Mila, eu limitar-me-ei a uma breve aparição e não poderei ficar até muito tarde. Vidas...

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, é uma redundância dizer que um Visconde já esteve à beira de desfalecer e que esse Visconde não era de Vila do Conde...

(Você adoraria que eu me sentasse ao seu lado. Mas, entenda, tenho compromissos...)

Visconde de Vila do Conde disse...

Ana T, esperarei por uma vaga de fundo...

sem-se-ver disse...

ah meu caro, como está equivocado...

(vc costuma ser sempre assim, fingindo que não percebeu o que leu?)





(que pergunta a minha. claro que sim)

Rachel disse...

Deve ser porque não escrevo no meu blog, nem comento no dos outros, vai pra mais de sei lá quanto tempo, que quero comentar acertivamente este post......
e não consigo!!!

(Tá bem abeilha...)

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, eu leio a mensagem subliminar. Não necessariamente o que está escrito.

(vá, vai ser bom, acredite...)

Visconde de Vila do Conde disse...

Rachel, tinha saudades de a ver por cá.

(simparizo sempre com quem tem uma barriga maior que a minha)

sem-se-ver disse...

é só questão de vc mudar de atitude e, quem sabe...

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, não me dê falsas esperanças...

sem-se-ver disse...

porte-se com juízo. consegue?

Visconde de Vila do Conde disse...

Consigo? Consigo, tudo...

sem-se-ver disse...

(olha que belo trocadilho. agora fez-me sorrir)

vá, tenha um bom fim-de-semana. não se esqueça do sobretudo à moustaki se for à praia.

Mila disse...

Se uma "breve aparição" é de 10horas...como será a de um encontro!!!

tereza disse...

Senhor Visconde leu bem o programa? Nós estamos a pensar em rebaldaria mesmo...

calamity jane disse...

Ai, caramba, que já é a segunda vez que choro por causa deste programa...

(e a emotiva é a SSV!)

sem-se-ver disse...

a sem-se-ver é uma emotiva recatada. não é paradoxal.



(só não o é quando dizem mal do bigode do nogueira)

CybeRider disse...

(E agora? Onde é que arranjo o manual da Paula Bobone?... E o fraque que já não me serve... Escolho o Breitling ou o Frank Muller?... Não... Nada se compara ao Patek Philippe do meu caro amigo, não levo relógio... E o carro? O X5 ou o 330?... Ou o da outra vez, a menos que o D. me empreste o Bentley... E que não me peçam para decantar o vinho... Tenho que estar à altura... E caladinho, como me disse a Gaija... Bem caladinho... Pode ser que não hajam moscas... Tenho que ver bem o vinco das calças... E não roer as unhas... pois, isso não...)

Que fui escolhido para aquela responsabilidade pela minha sólida auto-confiança!... Podem ficar descansados!

Mente Quase Perigosa disse...

(Cy, não te apoquentes... Tu próprio já fizeste coisas perante nós que nunca imaginaste que farias... Quer-me cá parecer que vai acontecer o mesmo ao sr. Visconde...)

Bengaleiro em Forma de Peixa disse...

Já alguma vez jogou Jenga, Sr. Visconde?

Pois é...

a gaija que se senta ao lado dele disse...

eu não corro!

tereza disse...

Eu também não...