O FIM DA AVENTURA

5 cafés já cá cantam, as ameixas estão a macerar com o açúcar e deverão virar doce em breve portanto pode ser que o meio neurónio restante consiga levar isto a bom porto…

Diz a etiqueta que cabe à anfitriã enviar os cartões de agradecimento a todos os participantes de um evento. Eu poderia faze-lo de uma forma genérica, mas não consigo. Vocês sabem que eu sou palavrosa e opiniosa portanto vou ter que botar discurso à la Oscares.

E não podia deixar de começar por agradecer ao Sr. Visconde que nos brindou o palato com iguarias nunca dantes imaginadas e que consegue executar uma refeição completa sem que o seu célebrerrimo fato às riscas sofra qualquer tipo de mácula. Muito obrigada, Sr. Visconde (principalmente, por ter perdoado todos os efeitos adversos resultantes do poderoso ‘efeito Visconde’).

Em seguida, e para ficar tudo em família, Santinho tu perdoa-me. Não ficaste com nenhuma nódoa negra, pois não? (vocês já viram este menino a fazer café? Sabem lá o que perdem…)

Shark, amore, obrigada pela mão em todos os momentos de precisância (Gaijas, atentem no que vos digo. Vocês nunca serão verdadeiramente mulheres completas até jantarem entre dois machos alfa. Acreditem em mim. A minha vida mudou. É que é cá uma coisa…)

Gaija, Gaija, Gaija… Eu mais logo já te mando a receita do doce de ameixa. E um saquinho de gelo… (aquele agradecimento ao Shark não é aquilo que parece!!! Tu tem calma que ainda agora aí chegaste não vale a pena vires de riquitó para baixo!)

CJ, tu estás proibida de te constipares antes de qualquer encontro. É que se o Cy tinha faltado, o Santo ainda era capaz de cantar! (e nós sabemos o que isso significa, certo?)

E que dizer da Senhora que trocou de roupa para jantar? Que dizer da mulher que saltitou o tempo todo dividindo-se entre surpresas para os seus ‘meninos’, sobremesas elaboradas e carinho desmesurado? Não há palavras nem agradecimentos (é que nem te consigo dizer mais nada, Chefa!)

Cy, tu não estás esquecido desde que esqueçamos o que tu e eu sabemos, ouviste? Obrigada…

Aos que não estiveram presentes fisicamente, posso afiançar-vos que não foram por um momento esquecidos e foram tão ou mais participantes que nós e que sem vocês isto nunca teria acontecido.

E agora poderia discorrer longamente sobre as vantagens e as maravilhas da amizade powered by blogosfera (ao tempo que eu esperava uma oportunidade de poder escrever isto), mas tenho exame amanhã e sabe Deus como é que vou conseguir chegar a amanhã quanto mais como é que vou fazer o exame…

19 comentários:

Xica disse...

Obrigada Peixa...Quanto eu teu post acho que nem vou comentar ainda me sai uma daquelas que aprendi no meu curso superior...

Mente Quase Perigosa disse...

Nem pensar, Xica Maria!!! que a tua mãe ainda me proíbe de falar contigo!!!!

Xica disse...

Pois vês como eu sou tua amiga...

tereza disse...

Xica vamos ter de conversar... o fim de semana já acabou, que andas a fazer no meios dos Cabras?
Filha, segue o exemplo do Senhor Visconde, vai ver o Ruca, sim?

tereza disse...

Saltitei o tempo todo??? 'tás a chamar-me gafanhoto para não teres de me chamar borboleta?

Mente Quase Perigosa disse...

Vai querida, vai... O que o teu está cá guardado...

A tia vai fazer o curativo à cabeça que ontem descobriu que abriu mesmo a cabeça no candeeiro...

Mente Quase Perigosa disse...

Tu disseste que não gostavas de borboletas...

gaija do norte disse...

ninguém gosta de borboletas, peixa maria! eu só tenho duas no meu pijama porque não tive tempo de as tirar...

tereza disse...

Deve ter sido no candeeiro, deve deve...

tereza disse...

Não é não gostar, deixam-me é nervosa...

tereza disse...

Não tiveste tempo de as tirar, gaija? Hummm...

Mente Quase Perigosa disse...

Deixa a Gaija que ela andou com a agenda preenchida!

Mente Quase Perigosa disse...

E foi o candeeiro, sim. Tu não me enerves...

tereza disse...

Eu não mas para bateres num candeeiro devias andar nervosa... era com quê?

gaija do norte disse...

sim, pergunto eu também, o que te deixou nervosa?

Mente Quase Perigosa disse...

É o exame amanhã, Gaija. O exame...

gaija do norte disse...

(o exame, gaija!!! não leias o enxame... maldita dislexia!)

calamity jane disse...

Ó minha linda! Por quem és? Tu conta comigo! Prá próxima será cá um (des)concerto!..

Quanto ao resto... bom, palavras para quê? Tá tudo dito, é o que é!

calamity jane disse...

"amizade powered by blogosfera", lindo!