Se fossem mesmo mesmo meus amigos...

... E assinassem o DN Online iam dizer-me, não iam? É que preciso de um favor. Um pequenino, muito pequenino.

Uma capa, só isso.

13 comentários:

Mente Quase Perigosa disse...

Este pessoal só lê jornais sérios e intelectuais. Ninguém, mas mesmo ninguém (ouviram?) assina o DN!!!!!

tereza disse...

fia-te na virgem...

Mente Quase Perigosa disse...

(está-me a apetecer começar a responder como o Sr. Visconde aqui há uns dias... Penis me coitem que fui eu que me forniquei a mim mesma!!!!)

(ainda não estou tão entalada como ele estava)

Mente Quase Perigosa disse...

(foda-se)

tereza disse...

(gosto quando nem preciso de fazer desenhos... percebem à primeira. Vá lá, à segunda)

Mente Quase Perigosa disse...

(Espera lá que vou ali aprender mais umas asneiras e já volto!)

(Deves mesmo ter gostado de comida de hospital... Deves, deves...)

tereza disse...

(vais ali? tu não estás de saída para a escola do teu filho??!!!...)

(por acaso gostei... da comida, dos bolinhos, da manicure...)

Mente Quase Perigosa disse...

(Vou, vou! Vê lá se tens juizo, pelo menos, até ao meu regresso!)

(Da última vez puseram o verniz, vê lá se desta, não tiram a unhaca!!!!)

tereza disse...

Peixinha, explica-me, que te incomoda assim tanto para teres começado a fazer ameaças a torto e a direito??

gaija do norte disse...

(a peixa disse uma asneirona!!! depois não me venham o ah-e-coisa-e-tal-as-do-norte-é-que-dizem asneironas!)


(chefa, tens a certeza que com uma pesquisa em condições não se chega lá?)

Mente Quase Perigosa disse...

Tereza, incomodada? Eu? Não...

Digamos que acho que não devias viver presa ao passado. A rebuscar em jornais antigos. Os jornais antigos merecem estar na reciclagem e que nos esqueçamos dele.

Vai em frente com a tua vida! Olha para o futuro. Esquece o passado...

Mente Quase Perigosa disse...

(Gaija, o problema não é a asneira que eu disse. Quer-me cá parecer que o problema vão ser mesmo aquelas que ainda vou dizer...)

tereza disse...

(até pagava para te ouvir dizer asneiras)