Das eleições XVI - Chefa sou eu Visconde e eu é que sei quando acaba

Apesar de ter o estômago embrulhado por ter visto o Portas armado em herói e de lhe ter chamado os nomes todos que sei mais os que aprendi por aqui pela sacanice que fez para conseguir ser o último a falar, tenho um sorriso de orelha a orelha quando penso como deve estar o Cavaco - afinal foi o gajo que deu ao Portas, de mão beijada, esta vitória.

Deus não dorme, pois não Senhor Presidente? E quer mais uns tubos de vaselina ou aguenta o sorriso do seu grande amigo de dentes cerrados e sem piar?

4 comentários:

calamity jane disse...

Upss, chefa, não tinha vista esta tua posta... Doente é o termo.

tereza disse...

Não estou doente CJ, Quando estou doente fico meia amorfa e agora estou com os nervinhos todos à flor da pele e vontade de dar na cara a alguém.

Jácome D`Alva disse...

Já lá vão uns bons 17 aninhos que voltei costas a essa gang e rumei a paragens africanas. Feliz ou infelizmente ainda me surpreendo com algumas coisas. E aquela do fulano sair desta maratona com ares de vencedor tambem me deixou com vontade de dar uns tabefes em alguem. Como não posso dar, vou-me ficando longe daí. Pelo menos não lhe sinto o cheiro...

Anônimo disse...

quero a minha beijoca!