Da problemática das dimensões (prólogo)

Exactamente antes de mais uma série de posts dedicada às vacas, e, se isto não é um sinal, já não sei o que será um sinal, detenho-me então na problemática cuja discussão se iniciou com uma monumental ode à capacidade humana de pensar inteligentemente as problemáticas, e aqui já todo o vasto auditório concluiu que me refiro ao post do meu caro Shark sobre a vantagem tecnológica e espiritual que é ser o feliz proprietário de um membro viril com medidas acima dos mínimos olímpicos, e pensou bem o vasto auditório, uma vez que, desafiando todas as probabilidades da lógica e mesmo as minhas convicções religiosas, é exactamente sobre a temática das medidas que me vou debruçar.


No entanto, antes de entrar propriamente na temática, a minha consciência cívica e, uma vez mais, a minha espititualidade não poderiam ficar apaziguadas sem referenciar as demonstrações de mal-agradecimento que a população feminina e geral e as minhas colegas de blog em particular aqui vieram demonstrar, desprezando e até mesmo vilipendiando as vantagens aqui enunciadas pelo Shark (excluo a Calamity Jane que, certamente, tem um saber mais apurado e, não argumentando a favor, também é verdade que ostensivamente se distanciou das defensoras dessa filosofia ignóbil do "small is beautiful").


Toda a gente sabe, os estudos estão aí e não em deixam mentir, que mais de noventa e sete por cento das conversas entre a população feminina são monotemáticas, ou seja, quase em exclusivo escarneiam sobre as dimensões reduzidas do membro viril do parceiro do momento, havendo aqui algumas abordagens distintas, reconheço-o, uma vez que algumas se dedicam a menosprezar apenas numa dimensão , abordando o problema apenas sob o ponto de vista do comprimento, outras há que, mais informadas, discutem também a problemática do diâmetro, levando assim a discussão do problema a um nível superior. Esta discussão entre pares não tem a devida correspondência quando se trata de abordar a problemática perante a sociedade civil. Aqui, quando se trata de discutir em circuito aberto, adoptam um discurso de politicamente correcto, chamando à colação outras dimensões da problemática, quer seja a abordagem das capacidades potenciais de um membro viril de dimensão diminuta, porém dotado de imaginação no que respeita a acrobacias mirabolantes, quer lembrando o problema das terminações nervosas das suas próprias anatomias que desaconselham um membro de dimensões mais tanzanianas, ou mesmo chamando à discussão a inenarrável temática do "equilíbrio", como se o conjunto estético desculpasse o infeliz detentor de um membro viril que envergonha os da espécie.


Minhas Senhoras, basicamente, é o que se me oferece dizer. Por agora.

82 comentários:

Mente Quase Perigosa disse...

As únicas explicações que arranjo para o que acabei de ler são:

1. Ainda só tomei 2 cafés hoje e a visão está ainda desfocada.

2. O autor do texto, sem dúvida, sofreu danos irreversíveis dado ao ar rarefeito das montanhas.

Mas como não sou pessoa de tirar conclusões precipitadas, vou ali comprar umas peças para bricolage e já venho ler isto com mais calma.

E isto, meu querido Visconde, é o que me apraz dizer. De momento...

shark disse...

Anda um gajo aqui a meter a foice em seara alheia, a falar dos problemas dos outros, para depois virem com estas músicas de embalar "ah e tal pequenino é que é bom"...
E a gente faz de conta que acredita, não é?

Visconde de Vila do Conde disse...

Shark, meu caro, o facto de você abordar esta temática apenas mostra a geneosidade da sua alma e a grandeza dos seus ideais. Chamar a atenção para os problemas dos outros, levantar a voz em nome dos desafortunados só está ao alcance dos grandes.

(embora as nossas meninas, em não querendo beliscar o ego desses pobres que pouco têm, estão també,. a meu ver, a contribuir para uma sociedade mais junta e mais sã)

(embora, claro está, na hora de escolher, escolhem os mais capazes)

Visconde de Vila do Conde disse...

Mente, isso da visão desfocad é capaz de justificar alguma coisa.

(eu sabia que você tem uma margem de progressão que não é dispicienda...)

Mente Quase Perigosa disse...

Ando aqui às voltas com parafusos, martelos e peças cujo o nome desconheço. Já vos atendo mais daqui a bocadito...

Além disso, eu, sim, conheço os perigos de estar entre dois machos alfa! Diz-me o bom senso que devo esperar por reforços. Ou isso ou tomar uma aspirina... Eu já decido e já cá venho falar de medidas.

Até porque toda a gente sabe que de medidas, percebo eu...

Visconde de Vila do Conde disse...

(Shark, a miúda não se aguenta connosco...)

(Compreende-se)

Mente Quase Perigosa disse...

(Tenha cuidado, Visconde... Muito cuidado...)

(Registo a tua sensatez, Shark, na ausência de anuência...)

Visconde de Vila do Conde disse...

(Mente, toda a gente sabe que os machos-alfa nunca anuem entre si. Bolas, é a primeira pessoa que encontro que desconhece este axioma...)

sem-se-ver disse...

já estou a ficar irritada com esta conversa, literalmente, de surdos, que só tem uma explicação - como é assunto que interessa (melhor dito, obceca, como se vê), os meninos, e não tem qualquer relevância (dentro dos limites que já tinham sido apontados nos posts quanto a tamanhos fisicamente anormais de tão pequenos ou de tão grandes) para as meninas, andam todos aqui à roda de coisa nenhuma.

duma vez por todas - visconde, se calhar voces comentam todas as boas e grandes mamocas que vos aparecem pela frente ou por debaixo entre vós. nós não comentamos o tamanho das vossas pilas, com duas excepções (e não conheço nenhuma mulher que tenha sido brindada com elas): ou serem minúsculas ou serem mastondonticas.

sabe o que comentamos? tal como vós (imagino), se são bons (boas, no vosso caso) na cama. mais nada. e asseguro-lhe que 'ser um gajo bom na cama' não passa NUNCA pelo tamanho da pila que têm, mas sim de:
- do que sabem fazer com ela, fora e dentro de nós;
- da forma sábia como a manobram, fora e dentro de nós;
- da resistência, vulgo performance, dela e do seu detentor (creia-me, é mesmo isto que nos interessa, e só; porque temos mais infinita resistência do que vós, queremos alguém que nos acompanhe não numa, mas em várias, seguidas ou interpoladas, consoante apetecer)
- e, conforme os gostos ou os apetites, se sabe ser bruto, meigo, criativo, apaixonado, bom no sexo oral, na masturbação, no jeito de nos amar o corpo todo e sussurrar ao ouvido palavras de tesão ou de paixão - ou ambas.

donde, shark, aqui ninguém defendeu que 'small is beautiful', não me irrites, sim? e acredita que só tu é que tens problemas de encontrares outros com pilas maiores que as tuas («Desde tenra idade aprendemos a conviver com essa realidade inolvidável que pode tornar-se um tormento quando percebemos que os há com pilas maiores do que a que a natureza nos concedeu»). nós estamo-nos bem a borrifar pra isso. queremos, e cito, uma «que seja dentro dos parâmetros normais e faça pela vida e nos satisfaça».

e ponto final, chiça penico!

Mente Quase Perigosa disse...

(Já devia ter percebido há muito tempo que eu sou uma pessoa única. Nem percebo qual é o espanto... E agora vou ali tratar de mais 3 parafusos e depois vou-me dedicar a comentar este magnifico post...)

sem-se-ver disse...

e sendo ainda que, não se preocupem, dizemo-vos sempre que sim, têm uma pila do caraças, nunca nenhuma nos encheu assim e foi tão ao fundo de nós.

porque a verdade verdadinha é que, se a souberem utilizar, têm realmente têm uma pila do caraças, nunca nenhuma nos encheu assim e foi tão ao fundo de nós.

sem-se-ver disse...

filha, peixa, já somos duas aqui. queres vê-los a bater em retirada? é cá uma impressãozita que eu tenho...

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, que prazer me dá!

Mente Quase Perigosa disse...

Já só com uma, eles já não diziam duas seguidas de jeito, agora que chegaste, acabasse-lhes a bateria em 3 tempos.

Tás boazinha?

(Faltam 2 parafusos... Já venho!)

gaija do norte disse...

visconde, não tem uma varinha mágica que o tranforme em gaija por uns dias?

ssv e peixa, vou convosco!




(aquela da varinha mágica...)

Mente Quase Perigosa disse...

(Gaija, essa da varinha mágica é de génio...)

shark disse...

ssv, quem são e onde andam essas gaijas que têm tanta infinita mais resistência assim?
Só por curiosidade, claro, pois tal como nenhum homem tem uma pila melhor do que a minha...

Visconde de Vila do Conde disse...

Jovem Senhora do Norte, os meus respeitos. Saiba que, não tendo a varinha mágica (e aqui assumo que "varinha mágica" é aquele artefacto que o Harry Potter utiliza nas aulas de Hogwarts e que não se trata de nenhum eufemismo), a verdade é que tenho cá os meus saberes que me permitem, bastas vezes, desvendar o complexo sistema de raciocínio de boa parte das mulheres. Um dia, talvez no Segundo Encontro, sou bem capaz de lhe explicar.

shark disse...

(E Peixa, atenta no Visconde: os machos alfa nunca anuem, excepto se se tratar de interesse estratégico superior e apenas em circunstâncias excepcionais)

Mente Quase Perigosa disse...

(E como é que eu tiro um parafuso ferrugento calcinado da parede. É que me dava mais jeito saber isso do que uma pila grande, assim de repente, de momento...)

shark disse...

Visconde? "Complexo sistema de raciocínio das mulheres"? Não estamos a levar o cavalheirismo a um extremo perigoso?

Mente Quase Perigosa disse...

(Bruce, gosto de vos ver unidos. Assim dá-me mais gozo.)

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, isso da infinita resistência é um mito urbano. Vá por mim...

shark disse...

Então não te sirvo pra nada, Peixa.

Mente Quase Perigosa disse...

(Podem fechar o google e voltarmos às pilas. Já tirei o parafuso. E, Bruce, tu és sempre de serventia para mim!)

shark disse...

(Gostas de nos ver unidos, assim dá-te mais gozo? Importas-te de resumir um pouco melhor essa ideia, minha peixa marota?)

sem-se-ver disse...

visconde visconde, que com essa do mito urbano até se me ia o pé pra chinela... mas contive-me, que linda menina sou.

e bem, é com pena (por vós) que registo que senhoras com orgasmos múltiplos nunca vos deve ter cabido em sorte.

ou vão-me surpreender e dizer-me que após terem tido um orgasmo estão logo logo prontinhos pra outro, assim como nós (mesmo que tenhamos tido orgasmos múltiplos na que acabou de findar)?

shark disse...

ssv: surpresa!!!

sem-se-ver disse...

pois pois pois

gaija do norte disse...

visconde, nem daqui a cinco encarnações chega lá. claro que podemos marcar o segundo encontro para essa altura...

shark disse...

(Ah, e ssv, não é uma questão de sorte. É mesmo uma inevitabilidade.)

sem-se-ver disse...

ja agora has-de-me dizer por que é que, na tua opinião, nao temos mais resistencia do que vós. ou por resistencia estas a considerar termos que vos acompanhar quando, por mais que dêem, nunca mais se vêm?

gaija do norte disse...

assim de repente, peixa maria, que serventia tem o tubarãozinho?

sem-se-ver disse...

(hoje estou mesmo pro descambanço. perdoai-me. deve ser da idade: liberdades de cinquentenária)


(sim, visconde, vc esqueceu-se)

shark disse...

pois pois pois? mas vocês são todas produzidas em série nalguma fábrica? é que entre nós xy existem diferenças substanciais. mas lá está, é preciso sorte...

gaija do norte disse...

ah pois é!

(não te estiques, tubarão... eu, sei tudo!!!)

shark disse...

e quanto à questão da resistência, ssv, estou a falar de aguentarem enquanto estivermos nas condições ideais para prosseguir. e agora surpreende-me tu: essa do nunca mais se vêm é uma queixa?

shark disse...

(Precisamente por saberes tudo é que me sinto à vontade para falar de forma franca e sincera.)

Visconde de Vila do Conde disse...

(Não esqueci. Mas, desta vez, estava mesmo sem bateria)

gaija do norte disse...

(só não percebo porque não me sai o euromilhões...)

sem-se-ver disse...

ahahah

não: é uma constatação. :)

donde, se bem entendo (gaija, tu desculpa, mas isto é curiosidade científica) quando ejaculas não ficas murcho? nenhum momento de pousio? nadica de nada? rijinho e fresco que nem uma alface?

Visconde de Vila do Conde disse...

Shark, meu caro, eu acredito mesmo que as mulheres têm um sofisticado sistema de raciocínio. Ineficaz, é certo. Mas sofisticado...

(e, associação de ideias, que saudades do saudoso Alfa-Romeo...)

sem-se-ver disse...

(conhece aquele publicidade, nao sei a quê, que agora corre aí em outdoors? 'desculpa nº 178', algo assim?)

shark disse...

ssv, só não peço à Gaija para te responder porque lhe conheço a postura recatada.
mas digamos que muito depende da qualidade inexcedível da parceira que escolhemos. e eu sei escolher.

shark disse...

Labiríntico, Visconde, labiríntico...
Qual sofisticado...

sem-se-ver disse...

:) bonita resposta. com esta calaste-me.

quanto a este ponto específico, porque quanto ao resto e à temática do post, tem-me juizo nessa cabeça (ambas) de uma vez por todas e lê BEM o meu primeiro comentário!!

shark disse...

Eu li bem, ssv, e tu deves calcular qual é a minha posição (fora de paródias) e a minha atitude acerca do assunto (que, de resto, só me perturba por razões humanitárias ligadas à solidariedade de classe).

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, vamos por partes (eu nem costumo tomar parte nestas discussões, mas os ares da montanha ainda fervilham em mim). Sendo certo que as senhoras têm a fantástica possibilidade de atingir orgasmos múltiplos (embora só algumas saibam do que estou a falar). Nós, os machos, temos um orgasmo de cada vez e necessitamos de uns minutos para recuperar o fôlego para a próxima ronda. No entanto, e aqui é que está o segredo, temos a possibilidade de proporcionar vários orgamos à parceira (ou parceiras) antes de nós próprios atingirmos o nosso pequeno nirvana. Sei de casos (sou um tipo informado) em que a parceira atinge mais que um orgasmo e ainda nem sequer pode falar com conhecimento de causa sobre o tamanho do memnro viril do parceiro. Basicamente, é isto.

Anônimo disse...

vocês são o máximo!

mas fica-me uma dúvida, um homem, que meça ma média 1,70, que pese na média 80/90 quilos, só tem 16 centimetrozinhos de pila que lhe valha? em tanto corpo não tem mais nada de jeito?

sem-se-ver disse...

basicamente, visconde, tergiversou, como é habitual em si. mas só depois de me ter dado razão, o que me apraz registar.

sem-se-ver disse...

anónimo que me parece anónima, 16 cm está mesmo muito bem. é preciso muito mais, para quê? furar tripas? complicar a digestão?

depois: nunca lhe disseram que a altura não tem nada a ver com o tamanho da dita? se tivesse não haveria mulher que pudesse albergar os monstrinhos de 2 metros e 10 ou mais centímetros que pu(lu)lam na nba americana...

Mente Quase Perigosa disse...

Agora, sim. Vou responder!

Visconde, a minha visão desfocada não inviabiliza outros sentidos, logo não explica nada.

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, o meu objectivo de vida é dar-lhe razão. Bem porfio...

Mente Quase Perigosa disse...

Quanto aos machos alfa não anuirem entre si, parece-me falacioso. O que eu mais vejo por aí é machos a baterem nas costinhas uns dos outros e a aplaudirem os respectivos comportamentos. Qualquer estádio de futebol é disso claro exemplo.

1. Mas pode ser da minha visão desfocada...

2. Registo então a tua concordância com o Senhor Visconde, Bruce, e envio-te um 'cá calharás'!

Mente Quase Perigosa disse...

(Gosto de vos ver unidos, sim, Shark. E dá-me mais gozo. Se é uma tara minha? Sabes que eu sou uma marginal, amigo, não sabes? Ou será porque isolados dão menos luta?)

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, não tergiversei. Embora a minha vida seja uma sucessão de tergiversações, a verdade é que tento não tergiversar consigo e eu, em me decidindo por uma opção intergiversativa, não trangiverso e pronto.

Agora, isso sim, expliquei-lhe aquele pequeno truque que nós, os que dominamos as nobres artes do amor, utilizamos para gáudio das nossas parceiras.

Mente Quase Perigosa disse...

Gaija, 5 encarnações parece-me escasso...

(Claro que tem serventia! Estás a falar com uma gaija que desde que esta caixa de comentários começou a mexer já concertou uma cómoda, fez 3 furos de berbequim e trocou o suporte da banheira. Achas que eu não preferia estar aqui a comentar em tempo real? Claro que sim. Mas para isso precisava de alguém de serventia a fazer o resto! Ou achavas que eu estava a falar de pilas?)

Visconde de Vila do Conde disse...

Mente, Mente, sente-se aqui ao lado do Tio Visconde, que o Tio Visconde quer explicar-lhe uma coisa...

Mente Quase Perigosa disse...

Explique lá então, Tio Visconde, ensine-me... Basicamente, faça de mim o seu projecto educativo!

Mente Quase Perigosa disse...

E eu ainda nem opinei sobre o post... Aliás era sobre o quê mesmo? Ahhh o tamanho... É que toda a gente já falou em resistência, orgasmos múltiplos, pilas eternamente em pé, mas ainda não houve um homem que me explique a vantagem de uma pila excessivamente grande. Vou-me sentar e aguardar a explicação que o Tio Visconde me reserva.

(Tenho mesmo que lhe chamar Tio? É que isto soa-me um bocado devasso... Enfim...)

sem-se-ver disse...

tenho de ir mas deixe-me explicar-lhe antes o que é uma tergiversão: é quando se desvia para um assunto que não vem à colação.

as minhas questões não tinham a ver se os senhores podem dar-nos muitos orgasminhos, orgasmos ou orgasmoes enquanto estão em pousio a recuperar de uma ejaculação, e somente se têm ou nao um momento de pousio a recuperar de uma ejaculação. vc confirmou-me que sim, o shark afiançou que ele não.

era só esse o tema que estava em análise. como desviou para outro, tergiversou.

Mente Quase Perigosa disse...

E pronto. Agora que acabei a bricolage, acabou-se o recreio. É basicamente a história da minha vida...

gaija do norte disse...

e a que queres tu brincar?

Mente Quase Perigosa disse...

Oh, Gaija, era brincar a aprender!!! Prometeram que ensinavam coisas aqui à miúda de visão desfocada, mas parece que vou continuar na ignorância e a achar que small is good!

Visconde de Vila do Conde disse...

SSV, sempre pedagógica, o que agradeço, embora eu o desmereça em absoluto.

Na verdade, eu e o Shark dizemos a mesa coisa, o tal período de recuperação são meia dúzia de segundos nos casos mais problemáticos. Eu considerei que esse tempo era tempo útil e assumi-o como período de recuperação, o Shark terá considerado que tal período temporal era dispiciendo e considerou-o como desprezável.

Por isso, SSV, e como sempre sucede, se analisar em profundidade a temática, verificará que não há qualquer tergiversação no meu argumentário.

(o que quer que seja isso de tergiversar...)

Visconde de Vila do Conde disse...

Mente, you'll never walk alone...

Mente Quase Perigosa disse...

Promises, promises...

(Há bocado era para sentar, agora é para andas... Bolas que não se decidem e ainda se admiram que a malta não perceba nada disto...)

Visconde de Vila do Conde disse...

Mente, faz tudo o que lhe mandam?

Mente Quase Perigosa disse...

Depende das circunstâncias, Visconde. Há situações em que fazermos tudo o que nos mandam, serve os nossos melhores interesses.

O Visconde não faz tudo o que lhe mandam?

Visconde de Vila do Conde disse...

Não. De todo.

Mente Quase Perigosa disse...

Visconde, Visconde, sente-se aqui ao lado da Tia Mente, que a Tia Mente quer explicar-lhe uma coisa...

Visconde de Vila do Conde disse...

Não sento.

(Está a ver? Era o que eu dizia...)

Mente Quase Perigosa disse...

Eu sei, eu sei... Eu é que falei em recreio. É óbvio deveria ter antecipado comportamentos infantis, claro...

O nhã nhã nhã vem no comentário a seguir ou vai esperar por mais 2 ou 3, Visconde?

(As coisas que as pessoas perdem por casmurrice...)

Visconde de Vila do Conde disse...

É bem verdade, as pessoas perdem por ser casmurras. No entanto, se eu lhe contasse o que se ganha, você era capaz de se surpreender...

Mente Quase Perigosa disse...

Talvez, Visconde, vou apontar mais esta grande questão no caderninho das coisas que o Senhor, em querendo, me vai explicar.

No entanto, acho que prefiro, por vezes, fazer tudo o que me mandam ou sentar e ouvir quem sabe mais do que eu sobre determinados assuntos. Acho vantajoso e, quiçá, divertido.

A minha teimosia e arrogância são selectivas... Deve ser da minha condição de miúda...

tereza disse...

(a próxima vez que fizer praia levo esta caixinha de comentários para ler)

shark disse...

Nós não dizemos a mesma coisa, caro Visconde.
Eu digo que não existe pausa alguma e de facto assim é. E digo também a que(m) se deve essa reacção orgânica, sendo que nesta explicação não existe qualquer paralelo possível.
Certo?

shark disse...

Sou montes de possessivo e, como um macho alfa a sério, nunca anuo nestes emaranhados de conceitos que podem tornar-se num novelo difícil de entender para quem nos acompanhe nestas amenas cavaqueiras.
Vim aqui de propósito só para deixar mais esta rosnadela, pois isso faz-me sentir muito alfa.

Mente Quase Perigosa disse...

(Agora andam a medir o quê? Uma pessoinha distrai-se um cadito e perde o fio à meada...)

shark disse...

Eu tou a medir a grossura do meu tom de voz virtual. Grraurr...
Mas é só um pequeno teste, nós machos alfa praticamos assim.
O Visconde é o único macho alfa que conheço e por isso só posso praticar com ele...

Mente Quase Perigosa disse...

Ahhh... Bem me parecia que era mais uma daquelas coisas de gaijo das quais eu não percebo nada. Vou continuar aqui no meu canto a deprimir-me com o facto de amanhã voltar ao trabalho...

Anônimo disse...

PAROLE, PAROLE, PAROLE...

Per questi ed altri, donne in amore, è molto più...
Voluptuoso, apetecível, empolgante, magnificente, (orgásticamente falando:-) enfim…fácil e intensamente bis, tris… por aí afora… enquanto a vontade durar, enquanto o amor quiser, enquanto o cálice melar:-)

SHE