O Chrome e os Cromos!

É que não se está mesmo a ver que o Y é o X com uma perna a menos? Não há nada a fazer. Gajo que é gajo, ou mesmo gaijo, já nasceu assim, coxo, coxinho, desequilibrado, a precisar de se apoiar seja onde for para não dar grandes quedas pelo caminho. Eu sei que não devemos rir dos infelizes a quem a sorte dos genes não bafejou e que nós, gajas ou gaijas, versão XX, teremos sempre uma segurança no nosso andar toctoc-toctoc que o toctoc-toc do XY dificilmente conseguirá, mas reconheço que mesmo sendo politicamente pouco correcto ele há alturas em que tenho mesmo de dar umas gargalhaditas. Às escondidas da rapaziada, que são muito susceptíveis, mas ainda assim umas gargalhadas.
Inútil fazer uma longa resenha sobre as incapacidades masculinas. Durante séculos nós, as mulheres, fomos apelidadas de frágeis e um pouco tontas, peritas em tachos e trapos e olhadas com indulgência por guerreiros altos e broncos que nunca conseguiram perceber que lhes enfiámos uma espada nas mãos e os mandámos para longe para nos conseguirmos dedicar com alguma paz às tarefas realmente importantes. Enquanto eles por lá andaram a caçar mamutes ou a bater uns nos outros nós ficámos a ler o livro de instruções do mundo, porque uma coisa nós sabemos de certezinha - eles podem pensar que descobriram o fogo ou os circuitos integrados, mas esquecem que nem com o par da meia conseguem acertar se não estivermos lá nós para, discretamente, lhes mostrarmos a diferença entre azul escuro e preto e um canelado dois por dois e outro dois por um.
Deixarem-nos em casa e de preferência na cozinha, ao contrário do que sempre pareceu, não foi discriminação mas precaução. Eles sabiam, eles sabem, que a tal perninha a menos nunca lhes permitirá ir muito longe sem uma mulher para lhes dar a mão e vergonhas públicas não gostam de passar. Reuniam-se assim em alegres confraternizações masculinas, sem mulheres por perto, porque onde todos são mancos não se nota a falha e podiam fingir entre eles que eram os reis da selva. O problema é que mesmo lá longe das nossas cozinhas nós percebemos que o mundo cá fora já não estava para brincadeiras de homens e começámos a fazer-lhes marcações mais cerradas, antes que acabassem de dar cabo disto tudo como quase conseguiram. E é agora que andamos para aqui todos misturados que se nota bem quem percebe da poda.

Não, não comecei o meu dia, a pedido de outra gaija de momento impossibilitada, a dar uma assistência remota a um gaijo que anda na net ainda há mais anos que nós. Não, ele percebe do assunto, muito!, só tem é importantes afazeres de homem e não se consegue dedicar aos pormenores que qualquer gaija aprendeu assim que por aqui pôs os pezinhos. Nós sabemos que eles são muito mais esperto, estão é sempre muito ocupados e compete-nos a nós dar-lhes a tal mãozinha. Coxos, pronto!, mas isso não se lhes diz.

A coisa estava a correr a preceito até eu lhe pedir para abrir um novo separador no browser. Não, isso é que já não podia ser. O gaijo usa Google Chrome e o Google Chrome tem esse problemazito - não abre novos separadores quando nós queremos, só quando ele quer. Muito homem, este Google Chrome. E era assim, de certeza, ele gaijo já tinha andado para lá à procura e não havia como abrir um novo separador.
Fiz-me à vida, pois que remédio. Lá fui assistindo a ele e instalando no meu. O Google Chrome, está claro. E agora gaijas, ali na fotografia onde já clicaram para ampliar digam-me se lá em cima, à esquerda, não se vê com muita clareza um sinal de "+"? E na janelinha que abre quando se clica nas ferramentas, qual é mesmo a primeira opção de todas?
Agora digam-me, isto chama-se mesmo Google Chrome? Não terão querido dizer Google Cromo? Melhor ainda, isto não será só uma forma educada de não lhe chamar Google Shark?

33 comentários:

calamity jane disse...

Psst, Teresa! Assim como quem não quer a coisa, vai lá ao parágrafo do meio, a seguir ao tracinho, é eles e não elas.
Agora vou-me ali ler o resto da posta

calamity jane disse...

Atão mas afinal saíu o comento?!!
Aiaiaiaiaiai

calamity jane disse...

Ok, já entendi. Bolas, melher, q és tão rápida q eu já pensava q estava a ver coisas, e assim...

gaijo a assobiar pró tecto disse...

Não faço a mínima ideia do que trata este texto.

teresa disse...

tudo resolvido Calamity.... A imagem também não abria mas isso era por ter usado o Google Chrome, desclpa, o Google Shark...

teresa disse...

Tás a assobiar meu menino?? Vê lá se precisas que te afinem o assobio que a outra gaija deve estar por aí a chegar...

gaija do norte disse...

(é só duques, chefa!
duques cromos, claro está...)

shark disse...

Olha, chegou.
(Olá cara linda!)
:)

Rachel disse...

Bolas, que até estou sem fôlego!
Muito bom. As always.

teresa disse...

Podem ser duques, até viscondes, mas são todos coxos...

teresa disse...

Olha o Google...

teresa disse...

Eu sei Rachel, isso é uma das coisas boas que têm - tiram-nos o fôlego...

gaija do norte disse...

(abençoados!...)

teresa disse...

(e abençoados outra vez...)

não parece mas é um elogio disse...

(Estão a falar dos vossos pais?)

gaija do norte disse...

(é mais de outros gaijos...)

Bispo das brancas disse...

(Pronto, então abençoados eu também que isso deve ser tudo gente boa.)

teresa disse...

(não era dos outros, era dos nossos...)

O Próprio disse...

(Dos vossos? Atão até venho Eu em pessoa!)

teresa disse...

Santo e senha, se faz favor.

gaija do norte disse...

olha "o próprio" cromo?

Não sou Ele mas ando lá perto disse...

(Pronto, Ele está muito ocupado mas até somos quase vizinhos... Já dá para uma benção porreira, vá...)

teresa disse...

Ele mesmo... não topaste os passinhos? toctoc-toc, toctoc-toc...

teresa disse...

Vizinho por vizinho ficamos com os nossos (não é, gaija?) que sempre estão mais à mão...

gaija do norte disse...

à mão, ó pé, a jeito...

escarlate.due disse...

ahahahahaahahhahhahahahhahhhahhahha
ahahahahahahahahhhhahhahhahahahahhah
já lhe(s) ouvi chamar muita coisa até mesmo cromos mas... google... shark???
ahahaahahahahhahh
oh Teresa posso emoldurar este post????
acho que vou obrigar aqui os meus colegas a lê-lo no minimo... trinta mil vezes!!!

Anônimo disse...

meu abençoado Y, prumo

Anônimo disse...

A meu ver isto mais parece conversa de quem na noite anterior queria levar uma ou entao levou uma mas mal dada, e entao de manha acordou mal disposta e resolveu escrever isto para tentar culpar quem a deixou neste estado...

Atençao : Este pequeno texto reflecte apenas a minha opiniao e nao a de todos os homens.

tereza, com o z da lei disse...

De certeza que só reflecte mesmo a tua opinião porque tanta imbecilidade só numa pessoa tem de ser caso único.
(já agora, o anonimato é um bocadito para o cobardolas, mas isso sou eu a falar...)

shark disse...

Cobardolas equivale a medroso/a ou merdodo/a?

gaija do norte disse...

não, é a merdoso!

shark disse...

merdoso/a, queria eu dizer...

gaija do norte disse...

também me faltou o /a!