Será que andaram a ver o Hitchcock?

É simples de descrever. Estou cá em cima, no quarto da açoteia, e à minha esquerda tenho, completamente aberta, a porta que dá para o terraço cheio de Sol e de Sul. É uma porta estreita, como eram as portas das casas antigas, com um vão de quase um metro de largura que faz com que o canto onde estou fique resguardado. É preciso entrar no quarto para se perceber que está cá gente.

Atrás de mim, perfeitamente alinhada com a porta do terraço, está a janela. Larga, aberta de par em par, virada para os campos a Norte. Entre a porta e a janela, no meio do tecto,  há um candeeiro colorido que quase roça o chão e acho que é por causa dele que a passarada anda doida. Ainda não percebi se o jogo é atravessarem o quarto sem baterem no candeeiro, o que até aqui todos têm conseguido, se querem mesmo é pousar nele mas desalvoram assim que me vêem, certo é que já perdi a conta aos bólides com asas que no meio de um chilrear intenso entram pela porta do terraço e saem pela janela.

E pronto. Lá passou mais um. Desta vez foi uma andorinha e pareceu-me que se não tivesse esbarrado comigo estava pousadinha no candeeiro. Não sei quantos pontos marcou neste jogo louco, mas sei que vai repetir a gracinha. Tinha ar de ser atrevida.
Eu é que estou quase tentada a entrar na brincadeira e a fechar-lhes a janela. Sim, era um bocadinho sádico, mas confesso que devia ter graça vê-los a dar uma cabeçada histórica.

5 comentários:

Anônimo disse...

eu gostava de ser andorinha numa próxima reencarnação, tão brincalhonas supersónicas

tereza disse...

Então encontramos-nos por lá. Pode até ser que me ajudes a fazer um ninho.
Cheguei a ponderar ser gaivota, para estar perto do mar, mas os grasnidos são muito feios e comem lixo. Andorinha é melhor. São mais elegantes, vivem em bando mas formam pares e fartam-se de viajar.

Anônimo disse...

é, eu também acho as gaivotas tristes apesar de gostar de vê-las voar, as andorinhas são uma brincadeira pegada, e fazem os ninhos nos beirais,

mas lembrei-me agora que já tinha metido uma cunha para ser beija-flôr, pode ser colibri que dá menos nas vistas, tinha lá um em Salvador que me ia visitar todos os dias e mati-o numa semiosfera,

portanto Deus agora não digas que não te dou idéias, depois escolhes a melhor para o meu perfil, tá? :)

Anônimo disse...

mati-o? mati-o? oh bicho não me digas que deu para o torto, eu só te meti

tereza disse...

O beija flor é um pássaro estranho, faz confusão o bater das asas, parece que se vão soltar...
Prefiro as andorinhas.